Um diário de vida, viagens e estilo.

O amor e todos os seus clichês

14 março 2017

Olha, gente, eu sempre quis casar, encontrar aquele amor pra sempre, mas nunca pensei sobre como isso aconteceria. Apesar de ter uma pastinha secreta de referências "casamentícias" no meu pinterest, a verdade é que parecia algo muito distante de mim. 

Venho de uma família onde maioria das mulheres não casou, então essa vivência foi algo que não tive como exemplo. Quando nasci minha avó materna já era separada do meu avô (coisa ousadíssima para a época), minha mãe já era separada do meu pai (aliás, nunca casaram hehehe), minhas tias também não eram casadas, então casar sempre foi um conceito meio etéreo pra mim, pouco palpável e totalmente fora da minha arquitetura familiar.

Daí que o Igor tem a referência oposta de mim. Seus pais são casados, os avós eram casados, as tias casadas. Quando nos conhecemos e passamos um fim de semana juntos, falamos sobre relacionamento e percebemos que tínhamos a mesma ideia sobre o que seria um casamento, por mais que nossas referências fossem completamente diferentes e mais importante: ali estabelecemos o tanto que casar fazia parte dos nossos planos (ainda que a gente nem namorasse hehehe).

Fotos: Larissa Carvalho e Rafael Torres

Agora o momento confissão: gente...eu sempre achei muito cafona essas fotos de casal, achava algo super clichê e fiquei MORRENY de vergonha de fazer pose romântica em pleno Parque Lage, mas no fim das contas eu sei que isso tudo faz parte da experiência e eu queria realizar o sonho completo, né? kkkkk Então tamos aí sendo os cafoninhas-do-amor. hahahahah

Estamos a 160 dias (noivas contam os dias, não os meses kkkkkkk) da nossa festa e essas fotos são a primeira coisa concreta de todo esse processo de celebração e tenho certeza que vai ser muito bom relembrar cada um desses momentos daqui a muitos anos!

Contei com a ajuda de um casal de amigos para tirar nossas fotos e agradeço muito a paciência dos dois, pois a noiva aqui estava num dia pleno de cólicas, bem irritada com o calor e foi um milagre conseguirmos fotos tão bonitas.

Outro agradecimento muito especial, que eu não poderia deixar de mencionar aqui no blog: a estilista Fafi Vasconcellos, que fez o vestido de noiva da minha amiga Larissa, cedeu esse vestido bordado maravilhoso para eu tirar minhas fotos! * _ * Aproveitei para fotografar os detalhes pra vocês verem. #mesentimuitodiva


Fafi, tem um trabalho super caprichado e delicado e eu e Larissa conhecemos seu atelier através do vestido de casamento da Joana Moura. Se eu já era encantada com o universo de costura e casamento, fiquei ainda mais deslumbrada quando acompanhei as provas do vestido de noiva de Larissa. Nem preciso dizer quem vai fazer meu vestido né? :D

Em breve vou fazer mais posts sobre o casório, para vocês acompanharem o processo, inspirações, escolha de fornecedores e etc. Estou organizando tudo sozinha (acabei não contratando assessoria) e está sendo muito legal!

 Vestido: Atelier Fafi Vasconcellos | Brincos: Zara | Sandália: Vizzano

8 comentários on "O amor e todos os seus clichês"
  1. Josiane Costa14.3.17

    Carol, sua linda! Te acompanho a anos, e casei mês passado. Como vc, não contratamos assessoria, fomos na cara e na coragem. Fizemos muitas coisinhas, convite, decoração, presente padrinhos, lembracinhas. Mas no dia, tínhamos duas fadas madrinhas. Pro dia, é fundamental. A gente já cansa naturalmente, e tem mil coisas q não saem como planejado. No meu começou a chover 17:00, a cerimônia seria as 17:30. Mas cheguei lá e tava tudo lindo, as meninas organizaram tudo, que nem eu mesma estranhei ter saído diferente. Muita calma, que vai ser divino. 160 dias vão voar. Foi o tempo em que decidi o meu é ele saiu 😂 beijao! E keep calm!

    ResponderEliminar
  2. Carol,que lindo! Tenha certeza que quem te acompanha por aqui tá vibrando com sua felicidade e esperando cada passinho do casório.❤😙

    ResponderEliminar
  3. Que lindeza!!! Torço muito por este casal lindo!

    ResponderEliminar
  4. Carol, te acompanho há anos e tô adorando essa sua fase. As fotos ficaram lindas! Pelo que vi, você vai casar em Recife né? Conta um pouco aqui como está sendo essa experiência de escolher os fornecedores à distância. Também sou de Recife, também estou noiva e moro em Manaus. Decidi agora fazer uma cerimônia civil, simples lá pra que minha família participe,mas estou perdida. Não quero contratar assessoria, pq já tenho pro meu casamento de Manaus. Queria dicas. Help! ��

    ResponderEliminar
  5. Carooool, tava esperando por isso desde que você contou sobre o pedido de casamento! haha. Menina, as fotos estão lindas, vocês sempre lindos. O amor deixa tudo mais colorido, iluminado, leve e incrível, né?! <3
    Acho que tô mais emotiva que o normal, chorei com as fotos e o texto (imagina quando for o casamento!!! :D).
    Já falei, mas vou falar novamente: que vocês sempre tenham essa cumplicidade, amor, paciência e tranquilidade para compartilharem a vida!
    Beijão! <3

    ResponderEliminar
  6. Carol e Igor ... lindos de qualquer jeito !

    ResponderEliminar
  7. Que casamento mais maravilhoso da sua amiga!!! Senti a energia pelas fotos, tudo lindo e perfeito!
    O amor é cafona mesmo Carols, então fotos assim faz parte! hahaha

    Beeijos e quanto tempo não passava por aqui!! #saudades

    ResponderEliminar
  8. As fotos ficaram lindas! Mas o que é este vestido gente?! Simplesmente perfeito *.*
    Fiquei babando nos bordados, no entanto não pude deixar de perceber que ele apesar de estar sem sutiã o vestido deu uma mega sustenção nos seios, pareceu que ele tinha sido costurado em você haha Apenas chocada com o caiamento, já invejando as noivas do rj que tem esta estilista pra elas aproveitarem kkkkkkk
    O amor é cafona mesmo, e não achei nada cafona no seu ensaio viu?! <3<3

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature