Um diário de vida, viagens e estilo.

Marketing no look!

julho 07, 2015
Não está sendo fácil. Não mesmo. Semana passada tentei arrumar meu armário e seguir aqueles 5 passos ótimos que eu mesma escrevi sobre como reencontrar nosso estilo ou buscar um. Mas acontece que eu continuo lutando contra as peças que tenho. São tantas roupas sem a menor conexão entre elas, que eu tenho medo de me desfazer de tudo e no fim só sobrar as calcinhas. hahahaha Antes de parar pra ~meditar~ em frente ao armário e fazer minha lista oficial de fica-não-fica, eu resolvi aprofundar um pouco mais o assunto e tentar entender não só o que eu quero para o meu armário, mas meu próprio comportamento diante das roupas que tenho. Por que nosso comportamento com as roupas é, no fim das contas, o grande responsável tanto pelos bons looks, como pelas péssimas compras e investimentos.

Eu me formei publicidade e nunca esqueci meus ótimos professores de marketing, e hoje resolvi trazer uma "ferramenta" da comunicação para o universo da moda, para ajudar a organizar meu pensamento e, quem sabe, o de algumas de vocês que estão nessa mesma busca por si mesmas através da roupa. <3


Três palavras definem minhas maiores forças em questão de estilo:

1) Confiança: eu me sinto confiante para usar quase tudo nessa vida. Até o que eu torço o nariz, um dia aparece no meu look do dia. Não tenho medo de errar, ser brega, ou sair de casa parecendo um espantalho. Visto e pronto.

2) Usabilidade: quando gosto de uma peça, uso até cair o pedaço. Ou seja, eu prolongo o tempo de vida dela no meu armário e exploro ao máximo as possibilidades, fazendo valer cada centavo do investimento.

3) Criatividade: consigo, com facilidade, adaptar praticamente qualquer tipo de peça ao meu look do dia, sem caracterizar demais um determinado estilo/ocasião. Se é roupa e eu gosto dela, eu vou dar um jeito de usar.



É terrível ter que apontar o dedo para si mesma kkkkkkk, mas faz parte do processo de autoconhecimento. Já que eu não tenho uma consultora de estilo para me colocar na berlinda e me jogar umas verdades na cara hahahaha, eu mesma tentei fazer esse exercício crítico. Então minha lista de fraquezas mais gritantes foi assim:

1) Repetitividade: quantas vezes eu já usei saia midi com tênis neste blog? Milhões. E essa fórmula do mix de estampas? Inúmeras. Como virei "craque" em misturar padrões, acabo usando esse caminho mais fácil para deixar um look menos óbvio. É ruim? Não. Mas não existem só essas fórmulas para o ~sucesso~. Essa característica da repetivididade, seja no mix de estampas ou na minha repetição de bolsas, por exemplo, tem dois lados da moeda. Por um lado é uma Força, por que consigo usar a mesma peça com vários looks, mas por outro é um sinal claro da minha preguiça em procurar novos caminhos. Aquela bolsa branca da Miallegra, por exemplo, já anda sozinha, pede táxi e abre minha carteira. Apesar de eu estar enjoada dela, não consigo parar de repetir!

2) Bolsas e sapatos ruins: taí, ODEIO comprar bolsa por que compro sempre a mesma coisa! Todas as variações de bolsas com franjas. Sinto uma dificuldade enorme de gostar de alguma bolsa e acabo usando sempre as mesmas até elas desintegrarem. Quanto aos sapatos, perdi um pouco do tesão de comprar lindos pares depois que parei de poder usar saltos. Eu sou APAIXONADA por salto alto, então todo resto (sapatilhas, espadrilhes, botas, etc) me parecem sem graça e eu acabo cuidando muito pouco dessas escolhas.

3) Produções over: será que isso é um traço da minha personalidade se expressando através da roupa e eu tô querendo suprimir isso? Freud, me ajuda! Eu SEMPRE quero sair de casa clean, moderna, urbana, com um toque de sofisticação, mas sem perder o exotismo latino-americano. Mas quase sempre sou possuída pelo ritmo ragatanga excesso. Excesso de cor, excesso de estampa, excesso de acessórios, excesso de informação. Meus olhos doem (imagino que o de vocês também), mas é incontrolável. Ultimamente, quando eu percebo que o exagero está me rondando, eu simplesmente fico p* da vida, fecho o armário e saio de casa de calça jeans e regata furada. Preciso trabalhar isso!!!



Depois desse cenário catastrófico de fraquezas, meu coração diz: nem tudo está perdido e o barco não afundou. Existem oportunidades fashion às quais eu posso me agarrar para dar um novo rumo ao meu estilo! :D

1) Paleta de Cores: eu tenho MUITA certeza das cores que gosto e me sinto bem. Então é nelas que vou investir e todas as outras serão sumariamente eliminadas. Isso facilita muito a vida por que eu não vou precisar nem pensar: basta olhar pro guarda-roupa como uma enorme prancheta de cores e deixar apenas o que interessa.

2) DIY: eu tenho um certo talento para customizar roupas, então devo usar isso a favor da minha economia. Resgatar peças do armário, reciclar e dar um novo uso a elas é maravilhoso. Esse moletom da foto foi usado apenas uma vez em 2 anos. Depois que eu revitalizei o coitado, ele já anda sozinho.

3) Reinvenção: é fato, eu amo misturar estampas, mas repito sempre as mesmas fórmulas. É possível manter o amor e mudar a receita? Claro. A moda é uma coisa democrática e maravilhosa e o que não falta é estampa no mundo. Então eu vou parar de misturar listras com flores e apostar em outros mixes mais elaborados. Muitas inspirações, em breve, neste blog.



A análise está quase completa, mas não sem antes eu definir os pontos de atenção. As ameaças ao meu possível novo estilo são diversas. Se é difícil desapegar das coisas do guarda-roupa, mais difícil ainda é desapegar dos nossos comportamentos.

1) Comprar qualquer coisinha: eu tenho mania de fazer essa merda (desculpem o palavreado, mas é que é uma merda mesmo). Eu moro a dois passos da C&A e a 5 passos da Leader. De vez em quando eu ~compro qualquer coisinha~ que eu considero uma peça básica, que vai combinar com tudo e aí...dinheiro perdido. Nunca uso a peça e ela vira mais um estorvo na minha vida e um desfalque no meu, atualmente apertadíssimo, orçamento. Não adianta, eu praticamente só consigo usar as roupas que compro em brechós e na Zara.

2) Bloqueio e pânico: isso é a minha cara. Quando eu fico muito atordoada com alguma coisa eu simplesmente bloqueio aquilo. Tento resolver da forma mais fácil possível, ou seja, buscando formas de fugir do problema. Por exemplo: diante desta minha crise de estilo eu já pensei em "suicidar" este blog umas 150 vezes, ensaiei posts de despedida, formas de acabar com todas as minhas redes sociais, imaginei minha vida sem ter que pensar no que vestir, virando apenas um traste de pijama dentro de casa. HAHAHAHAHAH Esse é o momento pânico. Mas aí a gente acorda no dia seguinte, tudo está melhor e nós desistimos desses planos ridículos. kkkkk

3) Cair em tentação: eu não consigo seguir dietas, seguir planilhas, seguir treinos de academia. É um problema SÉRIO de indisciplina e por isso é muito fácil eu cair e tentação e abrir um espacinho para os velhos hábitos entrarem na minha vida novamente. Gostaria muito de ter nascido focada, mas a vida me deu uma dispersão quase cômica. Então esta é uma ameaça séria: eu não conseguir cumprir tudo o que eu estipulei para transformar meu próprio estilo.

Ufa. Que post. Tomara que vocês ainda estejam comigo aqui...

Como vocês podem ver, fazer uma análise SWOT no nosso armário é difícil, mas não é impossível e serve pra quase tudo nessa vida, desde negócios, até armários e quiçá criação de coleções de moda, por exemplo. Pra vocês terem uma ideia, eu passei exatas 3 horas e 25 minutos montando e escrevendo este post e mesmo assim dei apenas uma pincelada sobre o assunto. Contudo, espero que vocês tenham gostado deste conteúdo. De alguma forma tudo isso que eu estou escrevendo vai me ajudar a melhorar meu guarda-roupa. Espero que ajude vocês também. :)

Vamos nos abraçar nesta terapia conjunta? Vamos. \o/

Beijos, Carols
48 comentários on "Marketing no look!"
  1. Lais7.7.15

    Perfeito Carol!
    Você como sempre arrasando!
    Parabéns pelo post, valeram as 3hs!

    ResponderEliminar
  2. carolina.7.7.15

    carol, cadê o ex-my love? você só vai fazer quando terminar essa crise de estilo? eu tinha entendido que, na sua mudança de casa, você já tinha separado várias roupas para o desapego. libera isso, fia! ahahhaa :***

    ResponderEliminar
  3. Caramba Carol, a cada post te superas mais ainda no conteúdo. E esse foi mais um muito bom e é selado que irá ajudar muita gente, tipo eu tambem hihi.
    O Small definitivamente é um dos blogs que nunca vou deixar se ler.

    Bjocas e parabens pelo trabalho aqui!

    www.blogcheapchic.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Brígida7.7.15

    Oi Carol! Eu adorei sua ideia de usar a análise SWOT para solucionar os problemas com o look aahaha
    Eu sou formada em design e usei muito essa ferramenta nos projetos e nunca pensei nisso! rsrsr
    Vou tentar usar para me ajudar com meu estilo também. Estou vivendo a mesma fase que você. =/
    Obrigada pelas dicas =)
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  5. Aline Freitas7.7.15

    Oi Carol! Em 27 anos de vida eu nunca tinha pensado a respeito de estilo próprio e de usar a moda e a beleza como uma forma de me expressar. De um ano pra cá comecei a ler vários blogs de beleza e estilo e juro: ME (RE)DESCOBRI! Eu sempre pensei no que vestir baseada no que os outros ao me redor vestiam, eu queria usar as minha roupas para me inserir em determinado grupo. E sempre me achei indigna de pensar seriamente em moda, me achava sem graça e sem estilo, um caso perdido!
    E posts como este seu me ajudam a pensar sobre o meu vestir, o meu estilo! Nos últimos meses tenho analisado meu guarda-roupa, me desfiz de várias peças e estou redescobrindo formas de usar as roupas que eu tenho, para planejar as futuras aquisições.
    Muito obrigada mesmo! E continue realizando este trabalho inspirador!

    ResponderEliminar
  6. Ow nem pensar em acabar com o blog hein.
    Quase nunca comento, mas como foram 3 horas... acho que vale a pena vim aqui e pedir para você não exterminar o blog da minha vida.

    Parabéns pelo trabalho Carol. Prosa, blog, redes sociais, YT, pinturas, estampas... ufa! Você é talento sem fim.

    ResponderEliminar
  7. Vou salvar esse link pro meu TCC em que eu falo das estratégias de marketing dos blogs. Uma estratégia de marketing do armário LITERAL foi genial HAHA. Obrigada!

    ResponderEliminar
  8. Tô amando a tua saga Carol!!!
    Ultimamente, por conta de outras pequenas crises pessoais, sinto que a 'coisa' também chegou ao meu armário e tem o mesmo impulso-obsessivo-compulsivo que vc de me desfazer de tudo... ou seja, me identifico muito com a sua busca!
    Vamos juntas!!!

    Ah, e pfv não pára de escrever pra gente não, nem que seja pra falar de outro assunto!

    Bjos

    ResponderEliminar
  9. Simplesmente DEMAIS esse post. Admiro demais a forma como você mistura tanto assunto legal na moda. Mandou muito bem e já to pensando em desenvolver a minha própria análise!

    Beijo!

    ResponderEliminar
  10. Caroool por favor nunca suicide o blog! De todos que eu seguia quando o boom das blogueiras aconteceu hoje só continuo acompanhando o seu e Just Lia e sempre me surpeendo com as postagens, essa inclusive, foi muito boa! E ja estou pensando em chegar em casa (comentando no meio da aula) e fazer a minha própria analise SWOT!
    Você é foda!

    ResponderEliminar
  11. EDUARDA7.7.15

    Carol, nunca comento aqui mas hoje me deu vontade!

    Tempos atrás eu em encontrava na mesma situação mas era a seguinte: farm rumo zara. ahahah vou explicar! Antes mesmo da farm ter esse boom (e a cada esquina a gente encontrar uma estampinha rolando dela) eu ia praticamente de 15 em 15 dias garimpar umas peças por lá! adorava o estilo, corte, estampas e etc. Parecia que eu tinha achado "a loja" onde encontraria tudo que amava e se meu guarda-roupa só tivesse aquilo estava tudo perfeito! (teria o que vestir sempre) só que quando encontrei essa luz no fim do túnel, ela não durou muito tempo.. depois de uns 3 anos bebendo dessa fonte (não sei se o boom ajudou), comecei a não me identificar mais tanto somente com esse estilo. Entrei em crise "como assim? eu me apaixonava por tudo e simplesmente não consigo comprar quase nada aqui" juntou o $ das peças e como eu via que terminava usando pouco elas (por serem marcantes). E foi aí que eu fiz tooda uma análise, busca de inspirações, identifiquei meu estilo atual e verifiquei que no meu guarda-roupa tem roupas da zara de uns 5 anos atrás que uso até hoje. Claro que o estilo não está completamente preso na loja, mas quando você identifica onde estava o erro isso é uma luz! O que fiz? Lotada de roupas estampadas (super verão), que tiveram preços carinhos, como vou dar isso tudo e ficar sem nada? não tinha condições de me transformar em minimalista do dia para a noite e também tenho o carinho pelas minhas lindas roupas estampadas <3 Então fiz um faxinão e dividi em 3 partes o guarda-roupa : 1/3 eu doei, 1/3 são as roupas que uso com frequência e 1/3 são as do apego. Esse 1/3 do apego são roupas que vejo potencial, adoro mas que simplesmente não uso (e não tenho coragem de dar) então tudo agora eu me volto para elas. Busquei referências de como usá-las (por exemplo, tenho uma blusa mega estampada que acho maravilhosa e não tenho com o que usar, aí vi que com um short de alfaiataria preto fica lindo, assim como ele em outras produções.. O que isso resultou? FOCO em achar um short preto perfeito. E na hora de pagar por ele, eu vou saber que tem uma utilidade e que vou usar bastante.

    Um textão né? Foi um desabafo ahahah Mas que está funcionando muito para mim. Afinal não dá $$$$ para mudar o guarda roupa todo em alguns dias, o incrível é você conseguir usar aquela peça que você só imaginava em uma produção descolada, usando em um look mais minimalista e sóbrio.

    Algumas peças simples, clássicas e com o valor maior vale mais a pena que várias compras (principalmente se elas forem "falsas baratas") são roupas que vai durar uma vida e não vai sair de moda.

    Beijão

    ResponderEliminar
  12. Leidiane7.7.15

    Passei a ser "escrevedora" assídua deste blog, mais uma vez: Obrigada Carol!

    ResponderEliminar
  13. Oi Carol! Faz tempo que não comento, mas considerando as 3h que vc ficou escrevendo, achei justo comentar hahaha
    Nunca tinha pensado em fazer essa análise SWOT no armário.
    Já passei por essa sua crise várias vezes. Na última, por exemplo, doei 90% das minhas calças jeans, pq percebi que além de quase não usar, quando uso só uso os de lavagem escura, então de nada me adiantava ter 20 jeans manchados e claros pq eu não uso (e odeio, pra falar a verdade, hahaha).
    Masss não sou muito radical não (exceto com a questão do jeans). Li o seu outro post dos 5 passos e até entrei num blog que foi indicação de uma leitora, mas achei tudo muito xiita e não curto isso. A questão das 37 peças, por exemplo. Sei que isso não é regra, mas pra mim a ideia de limitar o armário é quase torturante. Moda, pra mim, é um relax. Fico feliz de acordar todos os dias e ver que tenho muita roupa e muitos sapatos, e posso escolher qual usar, e que posso variar o estilo. Lógico que tô sempre tirando peças que enjoei ou que percebi que não me valorizam. E sim, tem dias que abro o armário e acho que não tenho roupa e quero jogar tudo fora e comprar tudo novo. Mas são exceções.
    Sei que o comentário já tá longuissimo mas só queria fazer mais uma observação: penso que as suas "fraquezas" são, na verdade, o seu estilo mesmo. Não vejo necessidade de mudar. ;)
    Beijo e desculpe a falação sem parar =X

    ResponderEliminar
  14. thais7.7.15

    Carol da as suas roupas para mim kkk, faz um brecho online.

    ResponderEliminar
  15. Carol, gostei muito do post (como sempre)!
    É preciso força para se concentrar nessa auto análise. É algo que fazemos com frequência para o trabalho e afins, mas a dificuldade sempre é olhar para nós mesmas. Essas suas reflexões são muito inspiradoras, e você tem me ajudado muito a refltir sobre meu estilo e auto-imagem e até mesma na necessária limpa no guarda roupa que estou fazendo.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  16. Nem sei se já escrevi aqui um dia, custei a encontrar, mas hoje eu tenho que manifestar... JAMAIS "suicide" esse blog, nem a Prosa, nem suas redes sociais (a psicopata!)... Já viciei, pronto e agora aguenta! rsrsrsrs

    Pode ser que seja a proximidade dos 30, podem ser vários fatores... Mas seja lá o que for, acho que está afetando quase todaaaas... Quero incendiar meu guarda-roupas! Mas como sou só louca e não rica, terei de ma adaptar e simplesmente AMEI a análise SWOT! Se é bom, vamos ver se dá certo...

    Obrigada Carol, sucesso Carol... Bjos Carol! rsrs

    ResponderEliminar
  17. Carol7.7.15

    Oi Carol!!
    Estou acompanhando a sua crise no relacionamento que tem com suas roupas. hahaha Sei o quanto isso é dolorido, dolorido de verdade, porque você nao quer apenas se vestir, você quer se expressar atraves do vestuário, né?
    Eu sou assim também e tenho dessas crises... as vezes monto um look e penso ser super original e expressivo e quando menos espero aparece alguém na minha frente praticamente vestida de mim. (fez sentido? hahah)

    Outro dia vi dois videos de youtubers gringas... e achei que elas tiveram uma ideia muito genial, consciente e alternativa. E melhor, que colabora com a reativação da criatividade na composição dos looks.
    Assista aos videos, acho que vai se interessar.

    https://www.youtube.com/watch?v=dTZFGUG9u2U
    https://www.youtube.com/watch?v=3Kbr-pnXD4A

    E se quiser me usar de cobaia nessa experiencia que elas fizeram, eu vou achar sucesso total! :D
    Vou fazer uma analise SWOT no meu guarda roupas também.
    Beijos!! ;)

    ResponderEliminar
  18. Muito bom Carol, estou no mesmo dilema de guarda roupa lotado e não usar quase nada, seus posts tem me ajudado muito. Obrigada, sua linda ;*

    ResponderEliminar
  19. Eliane7.7.15

    Égua Carol! (sutaque paraense kkk) li até o final e estou super mega ultra feliz! Estou nesse drama: idade x roupas. Você me deu várias ideias, obrigada, adoro o que você escreve, porque você é "gente, como a gente" rsrsrs
    esperando pelas suas novas postagens de looks reciclados :) beijos.

    ResponderEliminar
  20. Tai C.7.7.15

    Amo esse blog, mas essa é a primeira vez que eu comento nele. Sempre curto as suas publicações no face e no insta, mas quase nunca escrevo. E hoje eu tô escrevendo pra dizer que você me ajudou a ousar! Hoje faço mix de estampas com muita mais confiança do que antes. Meus looks agora são muito mais legais pq abandonei todas as formulas prontinhas e confortáveis do basicão. E vc não tem noção da quantidade de pessoas que passaram a elogiar o que eu visto depois que eu descobri esse blog. Então um super obrigada, Carol! Sou sua fã! E não acaba com o Small não!! hahaha
    Beijão!

    ResponderEliminar
  21. Carol, não acabe com o blog, plis!
    HAHAHAHAHAHA
    Trabalho em agência de comunicação e vejo essa bendita SWOT vez ou outra, hahahaha

    Adorei o post, acho que vou aproveitar o feriado para fazer algo parecido, ando precisando tirar coisas do armário. Você também chega no inverno e tem vontade de se desfazer de todas roupas de verão??

    SOCORRO HAHAHAHAHAHA

    ResponderEliminar
  22. IZABEL CRISTINA7.7.15

    Oi Carol, muito bom o post sempre gosto quando tem esses temas que nos fazem refletir hehe. Também sinto esse desespero muitas vezes sabe... é uó olhar pro armário e não se identificar e daí ter a sensação de que não tem nada pra vestir. Como eu queria ter um estilo minimalista e elegante, mas não tá fácil viu... haha Bjos sua linda, adoro seu trabalho.

    ResponderEliminar
  23. Bia Martins7.7.15

    Adorei o post! Eu faço sempre a M de comprar qualquer coisinha! Trabalho a passos do Village Mall (Leia-se forever 21) e mais alguns passos do barrasopping, deu pra entender??? Aff
    To curtindo muito o Capsule Wardrobe do blog UNFANCY tb.Tentando copiar rsrsrs

    ResponderEliminar
  24. Agatha7.7.15

    Nem pensar em acabar com o blog, com as redes sociais e ir morar nas montanhas, hein? Pelamordi! hahah
    Excelente post, suas 3h25min foram muito bem aplicadas hahaha
    me inspirou, e a carapuça me serviu nessa de comprar ~coisinhas~, faço muito isso e fica tudo no fundo do armário =/
    às vezes até somo os valores das roupas "baratex" que comprei e nunca usei, ou usei no máximo duas vezes, e olha, deprime, pq com aquele dinheiro eu poderia ter comprado algo até bem mais caro, mas bem mais útil e usável tbm. Aquilo de menos quantidade e mais qualidade, sabe?
    Enfim... todas nós ainda aprendendo a lidar com a moda e o consumo.
    Parabéns pelo blog, Carol! e força nessa saga! #tamojunto

    ResponderEliminar
  25. Helenna7.7.15

    3h30 merecem muuuuuito comentários heheheheh também to nessa crise, mil roupas no armário e quando saio sempre me arrependo do que vesti... Perdi a confiança... A musisse sabe??? Eu usava umas roupas justissimas, coladas e me achava maravilhosa, a fase passou, tenho roupas mais "maduras" mas ainda não me encontrei... Mas uma coisa eu tenho que parar pra ontem: comprar mil coisinhas baratinhas que atulham meu armário e eu não uso quase nunca, compro pq uma hora "posso precisar"... Mas teus posts são de super ajuda! Não pára não <3

    ResponderEliminar
  26. Oie Carol, amo seu blog e seu estilo alegre de ser...suas roupas coloridas e seus mix de estampa me inspiram bastante. Acho você bem criativa, mesmo que ultimamente esteja repetindo incessantemente que não tem criatividade e tal. Ah também estou gostando muito desses texto, você escreve incrivelmente bem e de forma simples, me sinto bem próxima de você. Parabéns pelo Blog. Bjos

    ResponderEliminar
  27. Mas gente! Que post incrível! kkk sério! Muito muito interessante e diferente! Eu amei! E o que eu queria ter nessa vida, é sua confiança! Troco de roupa um milhão de vezes e sempre vou no mais básico, com medo kkk Manda eu parar?
    Beijão
    www.pequenaverissimo.com

    ResponderEliminar
  28. Nossa, carol! Você é MUITO GENIAL!!!! Eu já fiz uma análise SWOT pro blog, mas PARA O GUARDA ROUPA eu nunca tinha pensado! hahahahahahah que demais! Me fez refletir bastante aqui também!

    ResponderEliminar
  29. Renata Cavalcanti7.7.15

    Depois de 3 horas e 25 minutos, eu precisava vir aqui dizer que você é uma das melhores blogueiras do mundo! Hahaha
    Estou nessa vibe de não saber o que vestir, repetie muito e estar cansada dos trocadinhos dados para as c&a da vida... mas continuo no aguardo do ex mai love... como faz? Rs
    Não apague esse blog, o mundo inteiro ainda precisa ver você.
    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Já não sei se isso tá vindo de mim ou influenciada por vc, mas to IGUALZINHA!! não quero nada do meu guarda-roupa, nada fica bom, nada é diferente, nada nada nada nda! :(

    Aqui em Sampa é feriado amanhã e vou usar os 4 dias pra limpar o guarda-roupa... não sei se ainda da tempo de fazer essa reflexão toda.. só quero eliminar tuuuuudo que não faz sentido mas ta lá, não deixando mais nem a porta fechar, mas ainda assim não tenho nada pra usar!
    hahahha

    bjs

    ResponderEliminar
  31. Aline Rufino8.7.15

    Muito bom o texto. Eu como publicitária faço analise swot de várias questões e nem noto. Lendo seu texto percebi isso. Continue fazer posts maravilhosos como este, e não se preocupe o conteúdo está ótimo!

    Beijão
    Aline

    ResponderEliminar
  32. Jakeline Lima8.7.15

    Não acabe com o blog pelamor!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  33. Nossa, adorei....eu conheci esse tal de swot por uma menina que faz administração na minha turma de empreendedorismo...ela começou a comentar e o povo do meu grupo pediu explicação kkkkkkkk
    Eu tenho muitas peças que adoro mas que as vezes não se coordenam com outras que tenho no armário, daí acabo usando sempre as mesmas coisas kkkkkk, isso é trash. Eu não tenho um estilo tão definido como o seu, mas gostaria de ter um estilo próprio....hoje lendo um pouquito mais sobre o assunto até me acho meio brega as vezes ...mas não sei, as vezes penso que todas acabam se sentindo assim de vez em quando. É tanta tendência, tanta informação que ficamos cheia de coisa na cabeça. Hoje tento priorizar coisas úteis e mais versáteis, mas é tão fácil usar o combo jeans e camiseta furada kkkkkkkkk. Eu já pensei em contratar uma profissional para analisar meu estilo e direcionar, afinal a idade vai chegando e acho que a gente tem que ficar mais chique srsrsrsrsrs, mas não sei se tenho din din para isso......enquanto isso essas suas aulas são uma mão na roda kkkkk, vou ler e reler esse post umas mil vezes, pois eu amei o modo de pensar e claro refletir
    bjs

    ResponderEliminar
  34. Èrica8.7.15

    Esperava ouvir sobre análise SWOT somente na facul! Ouvir sobre ela em blog de moda, foi g-e-n-i-a-l! Se escrever por 3 dias seguidos posts neste blog e depois da incrível colocação dessa análise, tbm usada em ADM - acho que crise de criatividade é tudo que vc não tem! Parabéns pela criação e obrigada por compartilhar!! kisses ;)

    ResponderEliminar
  35. Elen9.7.15

    Carol, to muito assim no momento! Ma mudei faz um mês e não consegui colocar minhas roupas em ordem! Genteeee, que tanta porqueira escondida naquele guarda roupas. Quero seguir suas dicas e arrumar tudo, também trabalho com moda e ver roupa, cores, estampas todos os dias me fazem enjoar de tudo e querer usar só preto, ainda mais nesse frio terrível que faz aqui no Sul. Estou adorando os posts com esse tema, e junto contigo estou dando um jeito no meu estilo e roupas, porque o panico também sempre bate, e a vontade de pegar ferias das roupas é grandeee!! amo seu blog por ser assim, super original! Bjãooo fico esperando os novos looks pós terapia hahhah

    ResponderEliminar
  36. Adorei seu post, me identifiquei até não poder mais, sou formada em publicidade, pós em negócios da moda e agora um MBA em Ciências do consumo.... Nem preciso dizer nada... Te entendo super... Bjs

    ResponderEliminar
  37. Estudei Comunicação também e a análise SWOT serve para um mundo de coisas! Quero aliar a sua ideia ao armário cápsula que quero montar, otimizando meu guarda roupa. Tenho muitas peças de brechó e meu guarda roupa tá uma festa só.Daí, para o dia a dia, quando quero sair mais clean, está complicado. Além disso, tenho de colocar na conta a minha paixão por lingeries, então eu quero investir!
    Pena que sou estagiária.

    ResponderEliminar
  38. Nossa Carol! Excelente post. Adoro o seu blog. bjos =)

    ResponderEliminar
  39. […] semana a Carol, do Small Fashion Diary, fez um post muito legal e criativo aplicando alguns princípios do marketing ao próprio guarda-roupa. Um ótimo exercício para quem […]

    ResponderEliminar
  40. Sempre leio seus posts através das indicações da Marina - Coisas de Diva - e acho o MÁXIMO. Entendo-a perfeitamente. Sou capricorniana com ascendente em libra. #tamojunta. Rs

    ResponderEliminar
  41. Monica13.7.15

    Carol, ta demais essa série "em busca do estilo"!!
    vc jà pensou em mudar o corte do cabelo? as vezes é isso que não ta batendo com o resto do look...

    ResponderEliminar
  42. Nayara13.7.15

    Esse post veio na hora certa! hahaha. Também estou tentando encontrar/reencontrar meu estilo e achei genial usar a análise SWOT para isso! Eu estudo Publicidade e nunca pensei que isso poderia ser a peça-chave no meu armário! haahahha. Só discordo em uma coisa: o post não ficou nada grande, ficou até pequeno! Eu adoraria comprar um livro ou assistir a uma palestra com esse assunto, claro, com você a frente!

    ResponderEliminar
  43. Achei o post ótimo!
    A ideia de analisar o armário, identificando pontos fortes e fracos, é uma ótima pedida!
    xD

    ResponderEliminar
  44. […] pensou em aplicar uma análise de marketing no seu […]

    ResponderEliminar
  45. JESSICA SILVEIRA17.7.15

    Ameeei esse post, me identifiquei com tudo, parece que estava falando de mim! kkk

    ResponderEliminar
  46. Caro, adorei essa ideia! Eu recentemente fiz algo parecido - adotei a ideia de um guarda-roupa cápsula -, em proporção bem menor! Quando terminar a temporada e eu tiver que repensar o meu armário, quero muito fazer isso, ver se me ajuda ainda mais a ter um guarda-roupa feliz!

    ResponderEliminar
  47. […] #achado1: Como tá escrito lá na minha descrição, sou viciada em blogs de moda também e um dos blogs que sempre leio é o Small Fashion Diary, a Carol escreve muitíssimo bem e depois que eu comecei a seguir ela no Snap, leio tudo com o sotaque de Recife que ela tem. rs! Seus textos são leves e engraçados, mesmo com assuntos um pouco mais sérios. Esses dias ela fez um post que assim que comecei a ler, sabia que estaria aqui na minha listinha. Ela está em uma fase de abstinência fashion, como ela mesma escreveu, e para definir o que fica e o que sai do seu armário e tentar entender seu próprio comportamento diante das roupas que tem, resolveu fazer uma análise SWOT, identificou as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças do seu armário para tentar resolver o seu dilema. Tá muito interessante, vale muito a leitura, vai lá! […]

    ResponderEliminar
  48. Ariana Melo11.8.15

    Oi Carol! Pulando de blog em blog acabei descobrindo o seu, e adorei particularmente este post. Quanto conteúdo!! Você foi muito perspicaz em nessa ideia de se auto analisar com a matriz SWOT. Adorei! Vou tentar fazer aqui... Um beijo!

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature