Calça midi?

13:12

Todos os dias surge um nome diferente para essa modelagem de calça, meio pantalona, meio corsário, que anda fazendo a cabeça (ou as pernas) das fashionistas em geral e desta blogueira em particular. Há tempos eu desejava uma calça dessas, seja qual for o nome dela. Uns dizem que é uma palazzo capri, ou calça cropped, ou pantacourt...mas eu vou nominá-la hoje de calça midi, por que acredito que este modelo é o substituto das minhas saias. hehehe

Como vocês já devem ter percebido, minha vida fashion tem girado em torno das saias midis, uma fórmula tão prática que me deixou viciada nela. É como se meu armário não tivesse nada além desse tipo de peça. Aí eu decidi que queria uma calça midi por 2 motivos: 1) queria uma peça tão confortável quanto uma saia 2) não queria ter que me preocupar com comprimento da bainha, ou se dá pra usar salto com a calça, ou se posso usar rasteira...enfim. A calça midi nos dá essa liberdade de usar qualquer tipo de sapato sem precisar pensar se a beira da calça está arrastando no chão e eu já fiz o teste da versatilidade: já usei com allistar, com scarpin, com sandália plataforma, com ankle boot, com sapatinha e com rasteira e ficou legal com todas as opções. <3

Então, depois da paixão aguda, resolvi produzir a calça para a minha loja e hoje estou trabalhando com ela:


Virou meu item desejo. Do tipo que quero usar em todas as cores e estampas e reproduzir na minha loja neste inverno, no próximo verão, no próximo inverno, ad infinitum. A sensação que eu tenho é que tem alguém fazendo carinho nas minhas pernas. hahahaha Muito confortável! Porquê eu não experimentei esse advento da tecnologia fashion antes? Não sei. Só sei que, além desta de borboletas com estampa criada por mim hehehe, já tenho outra de margaridas no armário e vem mais algumas para completar a coleção.

Acho que encontrei uma nova farda! E vocês, o que acham desse tipo de modelo de calça?

Blusa: Zara, R$ 59 (bem antiga) | Calça: Loja Prosa, em breve no nosso e-commerce | Bolsa: Miallegra, R$ 89 | Sandália: Arezzo, R$ 239 | Óculos: Margaux, na promo por R$ 148.

Beijos, Carols

You Might Also Like

12 comentários

  1. Sou meio desconfiada com esse comprimento de calça.
    Em ti ficou muito linda, aliás, a estampa é linda de mais.
    Não sei se vestiria sabe, só provando mesmo. Massss não direi nunca né...

    Bjão

    http://rascunhosehistorias.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Amo calça, hum, midi! Conheço mais como calça capri mesmo, hehe, e quando inventei que queria uma fui à caça procurar minha cidade e claro, não encontrei. fui então procurar nos e-commerces da vida e nem calça midi, calça cropped, muito menos capri, encontrei :( tão linda, confortável, prática, e ilustrando o ensaios fashion da vida, e nada de ser vendida :( minha solução foi comprar 2 calças normais, uma preta e outra branca, e cortá-las! kkkk

    ResponderEliminar
  3. Fabiana5.6.15

    Não tenho estilo pra usar essas calças... Posso estar enganada, mas acho que ela combina apenas com pessoas que vivem de moda: estilistas, blogueiras, modelos... Pessoas que realmente têm MESMO muito estilo! Justa like you!
    Acho muito linda, mas não é pra mim!
    P.S - E que estampa liiiindaaaaaaa!!!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Tatiana5.6.15

    Estampa linda, calça linda! Parabéns pela criação! Só não curti a escolha dos sapatos, adoro esse modelo mas acho que não rolou com a calça! Uma espadrilhe ou aquela rasteira astronauta prata da C&A iria rolar demais! Entretanto, acho que o mais importante semprem é isso, a pessoa que está vestindo/calçando se sentir bem! É inevitável darmos pitaco no look alheio, sempre penso muito a respeito disso, porque cada um tem um estilo, referências, personalidade e uma série de coisas que moldam a sua vida e como consequência direta/indireta, seu guarda roupas, mas, dando meu pitaco, porque sei que o que te importa, é a sua opinião (assim como eu), acho que você mudou muito do inicio do blog pra cá. Idade, maturidade, mudanças, tudo isso parece ter te influenciado de maneira positiva... várias vezes já te achei breguinha Carol... sorry! (muita gente me acha também, com certeza! hehe! Que bom, isso é diversidade!) Mas isso lá no começo... quando você usava sutiã verde de renda a mostra com o vestido estampa liberty. Hihi... 2009? Via-se pelas fotos e lia-se pelos textos, que você estava se sentindo bem naquele estilo, mas lendo suas postagens de antes, até a linguagem, assuntos, eu percebo que houve uma maturidade em assumir e encontrar um estilo, dentro de vários estilos. Você não se importa de ousar, sair do obvio e faz isso de uma maneira que é sua cara, sem perder sua personalidade, a personalidade que vemos refletida através dos seus textos. É natural amadurecermos em vários aspectos com os anos, mas nem todos o fazem bem. Pelo que vejo, você tem feito. Não gosto de tudo que você usa, em especial não curto seus sapatos pra ser sincera! hehe Mas isso pouco importa, porque fico feliz em ler coisas tipo: quem disse que baixinha não pode usar calça de samurai?! Isso ai, cada um veste o que quer! Tenho a impressão que antes você estava procurando, meio perdida, e hoje você encontrou o seu melhor e aprende a cada dia como valorizar usando o que te dá na telha. Sua leitora acima escreveu que tem que ter estilo pra usar isso ou aquilo, sempre achei que não era apenas questão de estilo. É questão de escolha. Escolha de sair do lugar comum e ter coragem de se destacar. Para criticas ou elogios. Ter ousadia e coragem de chamar a atenção sim! E dai!? E não se sentir incomodado por isso. Porque é legal as pessoas verem que aquela ousadia é reflexo do seu interior. Nem sempre é ousadia, é só deixar de fazer sempre o mesmo. Isso me inquieta, escutar de amigas coisas tipo: meu sonho usar isso, mas não tenho coragem não iria ficar bem em mim, só combina com vc! Caracaaaa! Como assim não tem coragem. Pra vocÊ saber se vai combinar ou não, tem que experimentar uai! Acho que o maior problema em acreditar que precisa ter estilo pra usar isso ou aquilo é ter medo de se enxergar como outra pessoa, que na verdade, pode ser a real pessoa que você é, mas por medo de ser ousada, você acha que não é! Confuso né! hihi Acho que é um pouco parecido com aquilo de receber elogio e responder com uma auto critica. Isso daria uma longa história porque acho que está relacionado até com fatores sociais, homem e mulher... Enfim, tudo isso era pra dizer que você nunca esteve tão bonita. haha! bjss

    ResponderEliminar
  5. Carol Burgo6.6.15

    Tatiiii ameiiii seu comentário. Eu era PODRE DE BREGA. hahahahahahahaha sempre que revejo algum look antigo meu, me pergunto como tive coragem de sair na rua daquele jeito, mas como você mesma disse, faz parte do nosso amadurecimento! Esses meus looks bregas foram exercícios fundamentais para eu chegar ao que hoje eu identifico como um estilo mais sólido, pessoal e totalmente condizente com o que eu sou. heheheh E que bom que minhas leitoras acompanham essa história! <3

    ResponderEliminar
  6. Ana Beatriz6.6.15

    Linda Carol, como sempre!! Acompanho você aqui e no insta todo dia haha :)
    Mas queria te perguntar, não dá mais pra cadastrar o email do bofe no site da Prosa, pra mandar a campanha de dia dos namorados discretamente?? Entrei hoje e não consegui. Eu moro no MS e meu namorado no RS, essa foi uma ótima ideia pra ele saber o que comprar. Se até dia 12 estiver aberto gostaria de saber, por favor. Beijos

    ResponderEliminar
  7. Tatiana6.6.15

    Hahahaha! Cara, você é muito massa! Fiquei com medo de você ficar chateada! Bobagem né! Bem resolvida! :) Também penso assim quando vejo fotos antigas minhas, mas sei também que uma parte é influencia da falta de grana e independência financeira pra usar as coisas que eu queria, coisa que hoje, eu posso. Mas pode ser que eu faria pior se tivesse como! Hahahahaha Acho que em geral, é nessa idade em que nos encontramos, que estamos "no auge", porque é quando a gente se sente mais dona de si, já temos emprego - ok, quase sempre, um sonho em andamento, somos mais bem resolvidas, mesmo tendo tantas dúvidas ainda, porque sabemos que no final, tudo dá certo.... Enfim, voltei aqui pra te indicar um livro, que possivelmente vc já leu ou ouviu falar, A Distinção, de Pierre Bourdier. Ele causou um furor qdo pôs em discussão um consenso geral, de que gosto não se discute. Esse livro foi resultado de uma pesquisa sobre a anatomia do gosto. Enfim, não concordo com todas as teorias dele, mas ele me fez ver/pensar/refletir desde sobre a escola, as pessoas, o conceito do brega e até a forma como somos educados. Ele afirma que o gosto cultural é unicamente fruto do meio externo e não uma coisa inata. De fato, acho que o meio influencia muito, mas existem algumas coisas que nascem com a gente e acredito que algumas nuances do nosso gosto, já existem ali, mas que podem ser despertadas ou não, de acordo com o meio. Fiquei balançada quando li as teorias dele, mas como acredito em outras coisas além da sociologia, concordo discordando. Enfim, se você não leu, leia! Vai dar uma bom texto pro blog e uma boa bagagem pra sua mente sempre tão pensante! Bjss

    ResponderEliminar
  8. Carol Burgo6.6.15

    que nada! tanta coisa no mundo pra eu me chatear... essa com certeza não é uma delas! hahahahahaha amei a indicação de livro! vou procurar esse danado. <3

    ResponderEliminar
  9. Hei Carols,
    li vc mesma falando aqui nos comentários que era "podre de brega" ahahahahahaha, não sei se chega a tanto, mas já vi uns looks antigos que eu me perguntei "meu Deus, será que ela saiu na rua assim ou foi só para tirar a foto?".....mas aí é que tá, a pessoa tem que se sentir bem com o que está vestindo e com certeza essas "experiências científicas" levam a um amadurecimento pessoal no estilo, claro.....eu pelo menos acho......
    Achei a calça fantástica e a estampa idem....parabéns! borboletas são uma paixão mesmo! Mas te pergunto e nem sei se vc vai responder, como vc faz quando alguém solta a pérola: nossa, mas vc é tão tampinha para usar isso! - (sei disso pois tenho 1,54 também e de vez em quando o povo solta aquelas frases prontas do que combina com o que) -
    Vc diz um foda-se ou faz cara de paisagem? ahahahahahaha
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Estou tão ansiosa para essas novas estampas chegarem na Prosa! Tava pretendendo adquirir uma saia para o Dia dos Namorados (um de meus presentes será aparecer o quão bonita possível), mas como elas não chegaram, vou guardar o dinheirinho. Lendo os comentários acima, concordo bastante com a colocação de que gosto depende de diversas variáveis, e é discutível sim! Já li o Bourdieu, é bem pertinente. Afinal, trata-se de formação de identidade! É claro que não podemos colocar tanta carga sobre os nossos trajes, afinal, dependemos de muitos recursos para manter isto. Eu não tenho dinheiro para vestir tudo o que acho que poderia me descrever. Mas vou fazendo o possível! Viva o alto astral do teu blog e da Prosa!

    ResponderEliminar
  11. Carol Burgo7.6.15

    ahahhahahaha sinceramente, eu acho que faço cara de paisagem. Raramente alguém diz na minha cara que eu sou tampinha para usar alguma coisa e se disser eu simplesmente digo: mas eu gosto (e aqui entra a cara de paisagem). HAHAHAHAHAH e como gosto não se discute, o debate acaba por aí. :P

    ResponderEliminar
  12. […] looks, mas por outro é um sinal claro da minha preguiça em procurar novos caminhos. Aquela bolsa branca da Miallegra, por exemplo, já anda sozinha, pede táxi e abre minha carteira. Apesar de eu estar enjoada dela, […]

    ResponderEliminar

Subscribe