Um diário de vida, viagens e estilo.

A grande chance

maio 22, 2015
Dia desses eu passeava pelo Parque Lage, meu já conhecido lugar favorito do mundo, e me deparei com um enorme letreiro luminoso em meio às plantas. Em néon amarelo, à vista de todos, intervindo na paisagem, quase incomodando com seu grito silencioso, lá estava A Grande Chance. É mais ou menos assim que a gente espera que as coisas aconteçam na nossa vida, que o destino nos ofereça grandes epifanias muito bem sinalizadas por um letreiro luminoso de largas proporções. É que estamos míopes de coração. Mas as grandes chances acontecem das formas mais discretas, muitas vezes confusas e sem aviso e por tantas vezes nos passam despercebidas, que beiramos a negligência absoluta, tal é a desatenção que damos às minúcias da vida.

As grandes chances são eventos muito pequenos, ínfimos, minúsculos, atômicos, que acontecem à nossa volta e se perdem em meio à profusão dos grandes acontecimentos espalhafatosos, exuberantes e instagramizáveis, que distraem nossa atenção das pequenas grandes chances diárias. Essa intervenção no Parque Lage ressoou profundamente dentro de mim. Fiquei horas pensando em todas as vezes que reclamei que nada especial acontecia na minha vida e hoje olho para trás e percebo a quantidade enorme de grandes chances que tive e que me trouxeram até aqui, até este enorme letreiro luminoso.

 

As grandes chances são mudas e não gritam aos nossos ouvidos "ei, estou aqui.". As grandes chances são livres, e estão à disposição dos que observam com atenção. Treinar o olhar é como treinar qualquer músculo do corpo. É uma doação diária, um estado de alerta constante, pautado por muito esforço e algumas dores, mas uma forma de aguçar nossa capacidade de encontrar as maiores chances nos mais estranhos caminhos, mesmo no escuro, sem letreiros.

Vestido/blusa: comprei no Mercado Mistureba e nem lembro quanto foi | Bolsa: Feira de Ipanema, R$ 90 | Tênis: Adidas Originals Gazelle | Colar: Flow Acessórios | Óculos: Loucos por Óculos

Beijos, Carols
16 comentários on "A grande chance"
  1. Exatamente, Carols! Ficamos esperando o momento perfeito e o grande acontecimento, o marco da nossa vida, enquanto tanta coisa legal, tanta novidade acontece todo dia se a gente começa a prestar atenção no caminho! Por isso que o segredo em estar presente no momento de forma plena e consciente faz com que descubramos milagres diários na nossa caminhada.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. É bem assim mesmo Carol! E quanto esforço requer pra gente perceber essas chances pequenas né? Muitas vezes passam despercebidas, e a gente não consegue ver. Mais que esforço pra perceber, esforço pra gente colocar em prática também, abdicar de algumas coisas e passar a dar mais valor a outras, planejamento, e muita paciência, pra conseguir chegar no final, olhar pra trás e perceber que todos os obstáculos e dificuldades valeram a pena e se sentir recompensada. Tudo isso requer tempo, é tijolinho por tijolinho, muitas vezes dá vontade de desistir e a gente acha que a grande chance nunca vai chegar, mas na verdade temos que criar essa grande chance, e o esforço é bem grande, não está escrito tudo o que temos que passar pra conseguir. Mas vale a pena e a gente chega lá!
    P.S.: adorei o look!
    www.simplesbela.com

    ResponderEliminar
  3. Jéssica22.5.15

    querida carol,

    queria dizer que você conseguiu traduzir a minha percepção em apenas uma frese: "É que estamos míopes de coração".

    obrigada por isso e, por favor, escreva mais.

    mil beijos.

    ResponderEliminar
  4. Frase da vida: As grandes chances são mudas e não gritam aos nossos ouvidos “ei, estou aqui.”

    revendo tanta coisa nos ultimos tempos
    esse post caiu como uma luva

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

    ResponderEliminar
  5. eita Carol,que texto maravilhoso...entao meninas vamos ficar bem atentas pra enxergar quando essas chances aparecerem em nossas vidas,amei a blusa,

    ResponderEliminar
  6. amo o look.
    amo o texto. espero que esa pequena grande chance apareca no meu novo caminho <3
    obrigada pela inspiracao sempre!
    http://www.tastemycloset.com/ | http://www.passionfordenim.com/

    ResponderEliminar
  7. Se o letreiro dissesse "a última grande chance" ia ter cara de desespero. Ainda bem que ele não disse e da pra ver que toda hora podem surgir novas chances, né?
    Sua definição de que "estamos órfãos de coração" foi certeira e pontual, cara Carol! Lindo texto (e linda blusa)!

    ResponderEliminar
  8. Socorro, eu também tenho fotos nessa mesma escada *-*
    "As grandes chances são mudas e não gritam aos nossos ouvidos “ei, estou aqui.”" É exatamente isso, mas eu acho tão difícil de enxergar :/

    Beijo!

    ResponderEliminar
  9. Estamos vivendo e passando tudo sem perceber, é como se folheássemos nossa vida sem na verdade estar prestando atenção. Todo dia é diferente por mais que esteja na rotina.
    Adoro seus textos e agora te adorando mais pelo seu snapchat, ouvir seu sotaque é bom demais.

    Você pode não achar, podem não lhe premiar, mas acho que você é a blogueira mais bapho em todos quesitos infinitos, e mais , eu tenho certeza que não sou a única que sente isso.

    Continue sempre, nunca nos abandone.
    Mil beijos e abraços

    ResponderEliminar
  10. Marisa22.5.15

    Muito boa Carol!!!!
    Vc tem o dom de nos tirar da zona de conforto.
    Temos tantos sonhos, tantos desejos, tantas coisas a serem conquistadas ... mas ficamos esperando o momento "ideal" para construirmos tudo isso.
    Estou num momento único da minha vida... casada, mãe, bem resolvida profissionalmente, porém a profissão que me proporcionou tudo q tenho materialmente não é tudo aquilo q sonhei.
    O mundo dentro de uma grande Empresa é algo enlouquecedor... Então o coração pede algo mais prazeroso, mais feliz!!! E a dúvida para começar uma segunda facul depois dos 40 começa a incomodar... Obrigada pelo excelente texto. Bjs,

    ResponderEliminar
  11. Lindo! Inspirador! Pra variar... <3

    ResponderEliminar
  12. Juliana24.5.15

    Que texto perfeito! Vontade de compartilhar, de mostrar pra todo mundo! Idealizamos tanto a vida, queremos que tudo seja do jeito X e acabamos perdendo coisas maravilhosas, nas grandes e sutis chances que a vida nos dá! Queria ter lido antes esse seu texto, mas antes tarde que mais tarde! Hehehehe
    você é uma querida! Bjoo

    ResponderEliminar
  13. Que post perfeito! Sem palavras...

    ResponderEliminar
  14. Thais Pimenta15.6.15

    Carol, acompanho seu blog há dois anos. Me senti na obrigação de comentar porque, esse texto em especial, me deu conforto e afeto ao ler. Gostaria de te agradecer por essa crônica e te parabenizo por ser tão inspiradora e original. Que venham mais textos e mais looks do dia, cheios de desabafos e tropeços, cheios de verdade e amor. Você é incrível e inspiradora.

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature