Um diário de vida, viagens e estilo.

Páscoa em Tiradentes

abril 11, 2015
Eu sei, o blog andou abandonado por que estava fora do ar e eu ainda estou devendo o post sobre meu fim de semana em Lumiar, mas agora quero falar sobre Tiradentes. A memória ainda está fresca e o coração ainda sente as pedras da cidade. Pra quem não sabe, meu namorado é carioca, mas mora em BH e por isso as viagens a Minas Gerais serão frequentes por aqui. Nosso destino de Páscoa foi visitar Tiradentes com amigos. E aqui começo a escrever um capítulo deste meu livro de memórias imaginário.



***

Confesso que minhas expectativas eram baixas, quase relutantes, em relação ao local. Achei que seria igual a Ouro Preto e, apesar de ter achado a cidade linda, com ótimos restaurantes, o ar bucólico e quase triste me deixou com um peso no peito. Mas Tiradentes me surpreendeu com uma sensação totalmente diferente. Talvez seja por que, ao contrário do tempo fechado de Ouro Preto, Tiradentes nos recebeu com um céu azul e um sol incrível. O fato é que, ao chegar em Tiradentes, eu me senti abraçada por dentro.

As ruas fervilhavam de turistas e a única pracinha repleta de bares, exalava cheiros de comida boa por todos os lados. Em cada esquina cintilavam os paralelepípedos alaranjados do barro, que decoram o chão que a cidade pisa. Se meu corpo descansava sentado no banco do carro, enquanto nos dirigíamos à pousada, o mesmo não posso dizer dos meus olhos, que percorriam a paisagem, as casas, as flores, as igrejas, as montanhas, com uma euforia infantil. Imagino o quão irritante deve ser acompanhar meu encantamento desesperado, que me faz agir como se aquele fosse meu último dia para ver as melhores coisas da vida.

Não conseguia conter meu espanto diante daquele lugar que, cinco minutos depois, entraria para a minha lista de quero-morar-aqui-para-sempre. Como se pudesse levar no bolso a história de uma pequena cidade inteira, fotografei o que a vista alcançava, mas desconfio que as imagens não cheguem nem perto da lembrança que vou guardar comigo.

  

Lamento dizer que este post está longe de ser um guia de viagem. Minha dica é apenas: vá a Tiradentes sem dicas. Descubra o lugar sem roteiros. Digo isto por que não fiz script detalhado, apenas saboreei a cidade com o namorado e amigos. Partimos de BH de carro e pegamos aproximadamente 2:40 h de estrada até Tiradentes. Ao chegar na cidade ficamos supresos por ser tão fofa e florida, cheia de lojinhas de artesanato, bons restaurantes e ruas lotadas de gente (amo um movimento!). Nos hospedamos numa pousada de conhecidos, que ainda nem abriu realmente e nossa primeira providência foi encontrar nossos amigos para um almoço tardio em casa mesmo: bacalhau com vinho tinto <3. Depois formos caminhar pelas ruazinhas de pedras da cidade e suspirar com a paisagem fenomenal. Jantamos um risoto de linguiça no Divagar Gourmeco e assim terminou nosso primeiro dia de Tiradentes.

 

Nosso sábado foi um espetáculo à parte. Um dia de aventura! Resolvemos fazer uma trilha de 5h de caminhada: a Travessia da Serra de São José, que está localizada entre os municípios de Tiradentes e São João del-Rei. Acho que nunca fiz uma trilha tão longa na vida, mas valeu a pena cada passo dado. A vista lá de cima é incrível, ao longo da travessia encontramos alguns riachinhos que dá pra refrescar o  rosto, a água é potável e no fim ainda tomamos um banho de cachoeira geladíssimo e revigorante. Tipo, não queria mais ir embora dali. Mentira, queria sim, porque estava morrendo de fome. Depois de 5 horas de trilha eu não tinha mais joelhos. Mancava das duas pernas (tipo o Cadeirudo!) e sonhava apenas em comer um belo prato de comida. Foi o que fizemos. Sentamos no Viradas do Largo, mais conhecido como Restaurante da Beth e devoramos o melhor da comida mineira: feijão tropeiro, linguiças variadas, costelinha de porco e sei lá mais o quê. Só sei que saí de lá passando mal de tanto comer e até hoje não sei como cheguei à pousada a pé. O nível de destruição física e gastronômica foi tanto que eu não imaginava que pudesse sobreviver. Sobrevivi e ainda terminei a noite bebendo vinho e jogando Imagem e Ação com nossos amigos. hahahahaha

 

No domingo o dia foi tranquilo. Nos permitimos acordar tarde, com o único propósito de passear pela cidade, comprar uns potes de doces e almoçar em algum lugar legal. E foi isso que fizemos. Comprei potes de compota para trazer pra família, visitei algumas igrejinhas e ruelas, tirei dezenas de fotos de todas as plantas bacanas que quero aquarelar e fui almoçar no Empório Santo Antônio para depois pegar a estrada de volta a BH.

Confesso que deu uma dor no coração ir embora de Tiradentes. Por ser uma cidade fortemente católica, em cada esquina, cada janela, cada portinha, tem um santinho, um terço, uma Nossa Senhora. Eu não sou católica, mas essas imagens me trazem um conforto muito grande e uma sensação de proteção que não sei explicar. Me lembram demais o relicário que vovó tem em casa e acho que acabo associando os santinhos ao amor e à candura da minha avó. Confesso também que pensei em comprar um terreninho, construir uma casinha e criar filhos e cachorros num lugar tão tranquilo quanto o que eu fui criada quando criança. Mas Tiradentes está bem longe de ser um lugar barato. Como tudo que faz sucesso no Brasil, o município é caríssimo e o sonho provavelmente vai ficar no travesseiro.

Dicas & Curiosidades

• Tiradentes tem charretes com cavalos para quem quer passear pela cidadezinha. Eu particularmente acho uó judiar dos cavalinhos, quando temos pernas pra andar, mas ok. A maioria das charretes também é bem cafona: decoradas de hello kitty ou pela pig!!!!! Não entendi isso e achei que não combinava em nada com a aura medieval do lugar. Fiquei feliz por ter encontrado um cavalinho solto, bebendo água numa fonte. <3

• Não fui a muitos restaurantes, mas em todos os que fomos o ticket médio por pessoa é de R$ 60/70. Dizem que o Tragaluz é um dos melhores restaurantes de Tiradentes, mas pelo que percebi não existe comida ruim por lá.

• Voltar no domingo de Páscoa para BH não foi uma boa ideia. Pegamos 5:30h de trânsito bizarro.

• Na sexta-feira de Páscoa tem uma procissão muito linda, silenciosa e recatada que parte de Tiradentes. Assistimos só um pedacinho, mas é maravilhosa. Pensei em vovó.

• Quem quiser fazer a trilha, por favor vá com um bom tênis e uma mochila com água, frutas, barrinhas de cereal, sucos, enfim! Vi gente desistindo da trilha no meio do caminho porque inventou de ir de chinelo (OI???). Ao longo das 5h de caminhada eu bebi 1L de água, 1 caixinha de suco, comi 1 maçã, 2 bananas ainda cheguei morrendo de fome pro almoço. O bagulho é sinistro!!!!

• Tiradentes é um lugarzinho bem romântico. Em cada esquina tem bares com música boa para aproveitar a dois. Se joguem.


Beijos, Carols
14 comentários on "Páscoa em Tiradentes"
  1. isabela12.4.15

    Oi Carol, sou mineira e entendo tudo isso q vc disse de Tiradentes. Sempre ia lá, é indescritível! Hj moro em salvador e morro de saudades. Principalmente das comidas ;)

    ResponderEliminar
  2. Nathy12.4.15

    A melhor foto de tooodas: Tu com cara de criança vendo o cavalo!
    Lembrei da minha infância e me vi criança, re-descobrindo as coisas!
    O olhar do fotógrafo captou muito bem esse olhar de criança descobrindo e se encantando com as coisas mais simples!
    O mais difícil nessa vida é olhar pro que já conhecemos e descobrir algo novo.. Mudar a lente!
    Beijooos
    Enfim o blog tá de voltaaa!
    Beijooooos

    ResponderEliminar
  3. Bárbara Adjuto12.4.15

    Oi Carol, Tiradentes é realmente uma cidade incríve!!! Também sou apaixonada pela aura da cidade e também senti o mesmo que você em relação à Ouro Preto, não que seja uma cidade ruim mas Tiradentes tem um ar bem melhor!!!

    ResponderEliminar
  4. Lugar lindo! Achei parecido com Ouro Preto, mas menina, que que é esse banho de rio? Deu vontade de pular pra dentro da foto e dar um mergulho, paisagem perfeita! www.simplesbela.com

    ResponderEliminar
  5. Priscila Cerqueira13.4.15

    Carol que saudades que eu estava das suas postagens, sofro com a sua ausência... :(
    Estou amando esses posts sobre Minas Gerais, está ai um lugar que eu nunca tive vontade de conhecer, mais que por conta dos seus posts estou apaixonada e assim como você desejando um humilde terreninho pra morar e criar os filhos.

    Um beijo Carol

    ResponderEliminar
  6. Rebecca13.4.15

    Carol, saudades dos seus posts!!!! Cada lugar q vc descreve aqui, sinto vontade d ir e vivenciar as mesmas experiencias! Um dos meus sonhos e conhecer Ouro Preto mas agora incluirei Tiradentes nessa lista!

    ResponderEliminar
  7. Maíra dos Anjos13.4.15

    Oi Carol!
    Eu sinto a mesma coisa sobre Ouro Preto, acho uma cidade TRISTE! Não consigo gostar.
    Mas Tiradentes é diferente. hehehehehe Sinto uma coisinha!

    E que legal que seu boy mora aqui. Sou/Moro em BH!
    amo o rio de janeiro. moraria no rio de janeiro. mas meu coração ainda tem amorzinho por bh. hehehehehe

    ResponderEliminar
  8. Caraca, moro há 15 anos em Minas e vc já conhece mais lugares do que eu! rsrsrsrs Como seu namorado, sou carioca mas moro em Minas, especificamente em Lagoa Santa (entre Confins e Bh). Tiradentes eu só marco de ir e nunca cumpro... hehehe Já que andas muito pelas bandas de cá, depois pesquisa sobre Lapinha Da Serra. É um vilarejo que pertence a cidade de Santana do Riacho (Serra do Cipó)... Lá é ótimo para relaxar! Não pega telefone, internet só nas casas dos "nativos"... Mas a paisagem, as cachoeiras, o clima zen é espetacular! Já te mandei uma foto de lá, onde estou em frente a um paredão com a jaqueta da Prosa... Como vc adora uma "aventura", acho que adorará os passeios que existem por lá!

    E no mais, por favor, nada de ficar ausente esse tempo todo... Acostumei com seus posts diários e é dificil desapegar!

    Bjooos!

    ResponderEliminar
  9. Fabiana13.4.15

    Minha vontade de conhecer este lugar aumentou ainda mais!

    ResponderEliminar
  10. Tassia13.4.15

    Preciso dizer que, como leitora que te le ha tempos, voce so anda comprovando uma tese minha: todo mundo fica mais feliz acompanhado :)) Nao que vc nao passasse felicidade antes, mas o tom da sua escrita tem mudado, assim como algumas das suas fotos... Vc esta mais feliz, mais... serena? Nao sei exatamente, mas da uma felicidade ler seus textos, ainda maior do que antes :))

    ResponderEliminar
  11. Carol amei que voltou a postar, sentimos falta de você por aqui!!

    Estive em Tiradentes no mês passado e também fiz um post no meu blog, achei super curioso ver que fizemos comentários super parecidos, haha!

    Não sabia dessa trilha, estou super triste por não ter tido oportunidade de fazê-la! Bom que agora tenho desculpa para voltar.

    Um beijão
    http://www.mixdecoisas.com/

    ResponderEliminar
  12. Helenna14.4.15

    Que bom que o blog voltou!!!! Tenho carência múltipla hehehehe... queria muito organizar um encontro de leitoras do Small - e claro que, se a Carol quiser participar ia super ótimo!!!! Alguém se anima?????

    ResponderEliminar
  13. que lugar lindo, que fotos lindas. fiquei morrendo de vontade de conhecer.

    ResponderEliminar
  14. Excelente! Grata surpresa seu site ou diário eletrônico. rs Pretendo criar algo assim para que meus alunos acompanhem meus projetos e para que eles mesmos participem e criem seus próprios.

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature