Um olhar do paraíso

18:16

O título é, na verdade, um pequeno furto de um filme homônimo que eu adoro (e super indico!). O filme não tem nada a ver com praia, é triste, um suspense quase terror, mas o título dele se encaixa tão perfeitamente no post de hoje, que eu fui forçada a abusar da licença poética. Sim, eu olhei o paraíso de perto e nem precisei sair deste plano pra isso acontecer.

Este fim de semana que passou fui para Ilha Grande, uma ilha (dãhh) que faz parte do município de Angra dos Reis, ao sul do Rio de Janeiro. Alguns amigos já tinham visitado Ilha Grande e falaram mil maravilhas do local, mas eu precisei ver essa maravilhosidade com meus próprios olhos míopes e agora vou relatar como foi chegar lá saindo do Rio de Janeiro.

1) Alugar um carro é uma ótima opção. No aeroporto Santos Dumont tem várias locadoras com preços diferentes. Do Santos Dumont até o local onde pegamos os barcos para seguir até Ilha Grande, são aproximadamente 107 km, ou seja, 1h40min de carro, numa velocidade normal, sem correria e sem pegar trânsito. Basta chegar na Av. Brasil (oi oi oi!) e seguir sempre em frente até a BR 101. Cem quilômetros depois a gente entra no município de Mangaratiba e segue até Conceição de Jacareí, que é o cais mais próximo de Ilha Grande (aprox. 11km de percurso de barco). Usem o Google Maps que dá super certo e a voz da moça é ótima.





Eu não sei vocês, mas eu nasci com o estômago fraco, de forma que não encaro qualquer tipo de embarcação. Em Conceição de Jacareí tem várias agências de turismo e o traslado de ida e volta da ilha sai em torno de R$ 50 por pessoa indo numa lancha rápida (minha escolha). Uns 20 minutinhos de trajeto. Quem for corajoso, pode ir de escuna e passar 1h enjoando. Boa sorte. ahahahhaha

Chegar em Ilha Grande é uma espécie de emoção indescritível. O Rio de Janeiro é abençoado demais. É muita beleza, gente. Eu fiquei embasbacada com aquela natureza tão violenta. Lindo, lindo, lindo. A principal parada de Ilha Grande é na Praia do Abraão, o ponto central da ilha, de onde saem todos os passeios. O maior vuco-vuco-farofa. Parece coisa de filme. Tem várias pousadinhas, bares, agências de turismo, campings, taxiboats, loucura.

2) Não fiquei no furdunço de Abraão. Fui para um hotel em Praia Brava de Palmas (uma das inúmeras praias da ilha) e foi um perrengue pra chegar lá. O motivo? Encontrar um taxiboat que aceitasse cartão de crédito. COMO EU NÃO PENSEI NISSO????? Na verdade eu pensei que, sendo o Brasil tão brasileiro, era provável que qualquer dinheiro transportado para a ilha fosse saqueado por piratas e por isso não deveria ter caixa eletrônico em Ilha Grande (acabei confirmando com os locais que meu pensamento estava certo, infelizmente). Só que eu pensei nisso quando já estava dentro do barco a caminho da Ilha. HAHAHAHAH Gênia. Cheguei com míseros R$ 22 na carteira e o taxiboat para Palmas custava R$ 25. Aliás, R$ 25 é o preço-chave em Ilha Grande. Todo lugar que íamos era R$ 25. Pra não dizer que a Ilha não tem dinheiro nenhum, tem uma agência da Caixa que não tem caixa eletrônico, ou seja, o saque é direto no balcão, dias de semana (eu cheguei no sábado, aplausos). Tive que bolar um plano master de sentar num bar e pagar a conta alheia pra ficar com o dinheiro do povo e conseguir chegar na minha praia. HAHAHAHAH #carolmcgyver



3) Ao chegar em Palmas e descer do taxiboat, descobri que o Hotel Cabanas do Paraíso, onde eu estava tentando chegar desde as 11 da manhã (e já era 16h!) era na praia ao lado, chamada Praia Brava. Então encarei uma trilha "ótima" pelo meio do mato, entre uma praia e outra, com uma mala de viagem. Só sendo muito imbecil mesmo pra levar uma mala de rodinhas com várias roupas, pra uma ilha. Eu fui essa pessoa. Mas fiquei feliz de perceber que outras pessoas tiveram essa mesma ideia estapafúrdia.

Chegando em Praia Brava o paraíso se materializou de verdade, em forma de mar calmo, praia vazia, hotel super agradável, cabanas maravilhosas, bom gosto, lençóis limpinhos, banheiro incrível, comida boa, coqueiros fotogênicos, um pavão! e um cachorro fofo. Apesar de ser uma cabana de praia, tinha todo o conforto de um quarto de hotel de verdade. Achei digno porque já passei da idade de montar barraca em acampamento com mosquito. Passei o resto do dia dentro do mar, marinando e mergulhando com os míseros peixes que eu vi.



 Fauna local: o pavão do e os passarinhos do hotel, a tartaruga que vimos na praia de Maguariquessaba e os únicos peixinhos da Lagoa Azul[/caption]
6) Aproveitei que estava numa ilha, para curtir uma night diferente: substituí o brilho de uma saia de paetês pelo das estrelas. EITA TROCADILHO PODRE. Não sei como ainda escrevo num blog. hahahahah Mas foi isso mesmo. Sábado à noite apenas deitei na areia e fiquei olhando pro céu mais estrelado da vida. No domingo pela manhã acordei pra ver o sol nascer, tirei fotos desse momento de tirar o fôlego e voltei pra dormir (e perder a hora).



5) O domingo foi uma correria louca por um motivo doido: perdemos a hora de todos os passeios para conhecer as praias da ilha, simplesmente porque decidimos curtir a vibe do café na manhã, jogar conversa fora, fotografar o pavão louco. Nem acreditei quando percebi que o último barquinho de Praia Brava tinha ido embora. Conseguimos um traslado para Palmas e de lá arrumamos um taxiboat para a Praia do Pouso (por R$ 15), uma praia que todo mundo vai porque faz ligação (via trilha na mata) com a Praia de Lopes Mendes, uma das mais famosas da ilha, e perfeita pra quem gosta de surfar.

De Pouso conseguimos um barco para Abraão (mais R$ 25), na esperança de arrumar um passeio. Como assim, eu vou pra Ilha Grande e não conheço as praias? Demência total. Chegando em Abraão não conseguimos nenhum passeio, óbvio, porque todos saem antes das 10h. Fui catar pessoas para formar um grupo grande e fretar uma lancha para os atrasados que quisessem conhecer a ilha. O plano deu certo e acabei entrando numa lancha ótima, com uma turma muito louca, que bebeu cerveja e tocou pagode durante todo o passeio. R$ 120 por pessoa pelo passeio em volta da ilha.



6) Visitamos algumas das praias mais famosas: Lagoa Azul, Lagoa Verde, Maguariquessaba e Praia do Amor. Todas lindas, mas as duas primeiras estavam bem lotadas. Tinha até lancha fazendo churrasco ao som de sertanejo. Toda aquela vibe de comunhão com a natureza não rolou. hahahahahah Mas o lugar é lindo e vale a pena visitar. Confesso que fiquei desapontada com a falta fauna do local. Acho que o acúmulo de turistas espanta os animais e a água não é super transparente, então mal dá pra ver peixinhos. Mesmo assim ainda avistamos uma tartaruga. <3



7) Foram 2 dias muito intensos de sol e mar (estou negra!) e valeu cada segundo, mas é muito pouco tempo pra tanta coisa linda. Depois de um domingo de passeios, voltamos a Conceição de Jacareí na lancha rápida e pegamos novamente a estrada. SETE, eu disse sete, HORAS de trânsito até o Rio de Janeiro. Bizarro, surreal, até agora não acredito.


Dicas, Lições & Considerações Finais


1) A primeira grande lição desta viagem: leve dinheiro, leve dinheiro, leve dinheiro. R$ 200 voam em um dia de passeios e traslados. É de lascar. Se puderem, já comprem a passagem de ida e volta da Ilha lá em Conceição de Jacareí, porque as filas em Abraão são imensas.

2) Para um fim de semana, leve apenas uma MOCHILA com: 1 óculos de sol, uma canga, um biquini, um vestido de praia, 1 short, 1 blusinha, 1 par de chinelos, 2 calcinhas, shampoo, sabonete, protetor solar, hidratante corporal, desodorante e pente (um tênis pra quem quiser fazer trilhas). NADA MAIS QUE ISSO. Não será necessário. (já facilitei a listinha pra vocês). Quem aparecer em Ilha Grande de mala de rodinhas vai sofrer as consequências.

3) Acorde cedo, tome o café da manhã rapidamente e vá fazer passeios. Aprendam com a blogueira aqui que, quem cedo madruga, praias conhece. ahahahaha Quem dorme até tarde, perde o bonde. Todos os passeios saem de Abraão antes das 10h.

4) Ilha Grande não é Porto de Galinhas: não vai rolar mil peixes multicoloridos e snorkeling inesquecível. Isso foi uma coisa que me deixou ~bolada~ com as praias de lá. Não sei se a época do ano não é favorável, mas quase não vi animais marinhos e a água é verdinha e linda na foto, mas na real é meio turva. Fotos com gopro ficam péssimas mesmo.

5) A água do mar é quente! Fiquei besta. Eu realmente curto praia com água gelada e esperava que Ilha Grande fosse tipo Búzios, geladinha, mas para meu espanto as águas da ilha são mornas. Ok, não é tipo Nordeste, mas é tipo água do chuveiro no verão.

6) Se puderem voltem ao Rio na segunda-feira, ou visitem a Ilha em dias de semana. Pegar 7 horas de trânsito não é legal, gente. Barcos para a ilha saem a partir das 8h da manhã até 22h, dependendo do local (vejam a lista aqui).

Ufa. Desculpem o texto enorme. :P

Beijos, Carols

You Might Also Like

32 comentários

  1. Rosane Moraes20.1.15

    Carol, Ilha Grande é surreal de lindooo.
    Eu fui em 2013 e amei. Ja estou planejando voltar.
    Acho q o lance da agua n ser tao cristalina qnt imaginava é por conta da maré, eu acho...rs

    ResponderEliminar
  2. Amina20.1.15

    Carol, vc é linda, inteligente, independente,profissional,sortuda,abençoada,legal,desenrolada,iluminada...tenho uma curiosidade: vc está/é solteira??Se sim, é por opção,ou falta de candidatos ao seu nível?Tinha só mais uma perguntinha,sei q é pessoal,mas para quem acompanha seu blog desde o comecinho e gosta exponencialmente,sei q é pessoal,mas farei...perguntar não ofende,e responder é opção..vc é totalmente hétero,ou bi,ou quiça homo??Só sei de uma coisa: vc é d++++++!Bjokas

    ResponderEliminar
  3. Renata Salgado20.1.15

    aaai, já fui pra Ilha Grande três vezes pra fazer mergulho!
    o lugar é mesmo coisa de louco de tão lindo!
    adorei o post e adorei mais ainda rever, através das suas fotos, os lugares que já fui! belos registros :)
    beijo, Carol!

    ResponderEliminar
  4. Jacque20.1.15

    A ilha e linda mesmo, acho q a época q vc foi não foi favorável... E sempre melhor fora de temporada, tem muitos peixes e tudo fica mais tranquilo. Um final se semana e pouco, vá com mais tempo.

    ResponderEliminar
  5. Jacque20.1.15

    Só pra saber, sempre quis conhecer ibitipoca e me animei depois q vc falou sobre . Lá e perfeito, esse ano quero voltar, o parque e lindo! Qdo puder vá conhecer arraial do cabo, vale muito a pena, mas vá fora de temporada. Bjo

    ResponderEliminar
  6. Tayná Saes20.1.15

    Conheça Paraty e Trindade na próxima viagem aqui pelo Rio. São uns dos meus lugares preferido no mundo <3

    ResponderEliminar
  7. Jéssica20.1.15

    Carol, eu fui a Ilha Grande final do ano passado e na Lagoa Azul tinha tantos peixes que cheguei a ficar espantada (nunca fui a Porto de Galinhas, não sei o que é peixe multicolorido por toda parte!). Você não teve sorte mesmo. E a água era de uma transparência absurda! De verdade.
    Acho válida uma segunda ida hein. Hahahaha

    ResponderEliminar
  8. Que lugares lindos, só me dá mais e mais vontade de ir conhecer o Rio (:
    Acho que em praticamente todas as prais estão com essa água quente :( acabei de voltar do litoral norte de SP mega surpresa por não encontrar uma praia com água geladinha para refrescar, torcendo por um pouco de massa de ar frio hahahaha

    Beijos Carols

    http://valentinassake.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Carol, lindo passeio :D ótimas dicas, a do dinheiro e da mala, morri de rir kkkkkkk. Bjos

    ResponderEliminar
  10. Larissa Maya21.1.15

    Carol, eu fui pra ilha em Julho, e acho que pelo seu relato, seria melhor pra vc!
    Em julho fez sol e cal0r de dia e friooooooooooo a noite (eu levava casaco pros passeios, pq na volta já tava frio). A água estava gelada e eu vi muitos peixer e, pasme, até um pinguim nadando de boas na lagoa verde! Hahahaha
    Fora que não tinha nada de trânsito, não definhamos de calor e acho que tudo deve ser até mais barato nessa época!

    E fomos e voltamos de barca, acho que pra quem enjoa é melhor, pq vc nem sente que tá no mar... Só demora mais um pouco, uns 40 min!

    Amei esse lugar que vc ficou, eu fiquei na vila do Abraão mesmo, mas qdo voltar lá quero testar esse hotel aí! Rs
    Bjss

    ResponderEliminar
  11. Larissa Maya21.1.15

    Ah, e a água era transparente sim, cheguei até a ver estrela do mar encostada na areia! Vc não deu sorte!

    ResponderEliminar
  12. Fiquei com uma vontade louca de conhecer esse lugar! Amo praia <3 Se eu for, vou usar as suas dicas com toda certeza! Tbm sou dessas que leva mala de rodinha e não leva dinheiro em espécie. É tão comum isso que às vezes esquecemos que existem outros lugares diferentes, que não aceitam cartão por exemplo! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Camila Alonso21.1.15

    Obrigado por avisar sobre mala de rodinhas, carrego a minha p/ qualquer lugar....rs
    Adoro ilha grande, mas se vc gosta de água gelada, Arraial do Cabo é o lugar.

    Adorei o texto, Bjs Carol :P

    ResponderEliminar
  14. Amanda Moreira21.1.15

    Caaaaaaaaaaaarool, que lugar maravilhoso e olha acho que o que eu mais amo nesse nosso broguinho são essas suas ''Dicas, Lições & Considerações Finais'' que você sempre posta, amo/doro/super parabéns parabéns, com toda certeza ilha grande entrará para a minha pequena(nãotãopequena) lista de viagens ahahaha josbei :*

    ResponderEliminar
  15. Suzana Monsanto21.1.15

    Carol, não sou muito entendida da fauna (rsrsrs) mas nesse período de água muito quente os peixes não curtem.
    Vou pra Angra de 15 em 15 dias e sempre me surpreendo com um cantinho novo.(são 365 ilhas lindas). Ilha grande é espetacular, mas não gostei dos serviços quando fui. Fiquei em Abraão, é farofa, mas é mais fácil pra fazer os passeios. E ainda passei o maior perrengue, fiquei em uma pousada sem gerador(Se der bota isso na lista de dicas rs - Fiquem em uma pousada com GERADOR), lá quase sempre falta luz.
    Acho que vc não deu sorte mesmo com a transparência da água!

    Adoro seus posts de viagens! Cartagena ainda está minha lista de desejos graças a você!

    ResponderEliminar
  16. Sâmela21.1.15

    Carol, acho que você não deu sorte... Fui em Abril do ano passado e tinha muitos peixes, muito sossego, muita natureza e muitos gringos!! Foi perfeito! É um dos lugares mais legais que já fui... Considere a ideia de voltar em dia de semana e em um período menos muvucado, e pra fazer os passeios tem que acordar cedo mesmo!! Bjs

    ResponderEliminar
  17. eita lindeza de lugar. fiquei querendo conheceeeeer. e ó, comparando com a maioria das praias daqui de floripa e redondezas, a água é absurdamente transparente :)

    ResponderEliminar
  18. Tábata Cristiane21.1.15

    hahaha Carols, esse teu plano, pagar a conta alheia me fez rir :P e que aventura, hein!?! Lugar lindo =D

    ResponderEliminar
  19. Oi, Carol.
    Estava em Angra no final de semana passado, me surpreendi com a temperatura da água, acho que é a época ou o calor, não sei! Eu fui para Ilha Grande no ano passado e a água estava um gelo.
    Sobre a água turva e os animais da região, fiquei triste também, essa região está muito movimentada...
    Mas, adorei as fotos e esses perrengues fazem parte da história.

    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Natasha21.1.15

    Gata eu sou "rata" da Ilha, já conheci talvez digamos que metade do lugar, ainda faltam algumas praias...
    Eu comentei no FB que vc deveria conhecer o Aventureiro e pelo visto a sua volta na Ilha não incluiu esse lugar mais do que incrível, senão vc teria fotografado o coqueiro mais fotografado da Ilha Grande, senão do mundo rs (ele é deitado, mó viagem, dá um efeito liiiiiiiindo super de paraíso) e as águas de lá são sempre super cristalinas, nunca vi a água de lá escura...e tb é gelada, tanto que se estiver ventando eu fico até com frio em pleno verão.
    Na sua próxima ida a IG anote, VÁ AO AVENTUREIRO E Á PARNAIOCA! Acho que vc vai amar (por questões de natureza tá, pq o conforto lá passa longe, é roots TOTAL, só rola pf baratinho, não tem ac, ventilador, ou sequer gelo para beber na bebida rs. Não tem hotel e nada que possa se classificado como luxo, o luxo lá é poder estar em totaaaaaaaal contato com a natureza, e totalmente fora da realidade mundana, lá é vc, o mar, o céu e a mata... os sons das cigarras (não campainhas tá rs, do inseto mesmo) nessa época do ano chega a ser super intenso, os pássaros, e os locais, o cel não pega e a luz é só com gerador.
    Eu já vi até cavalo-marinho lá... pra vc ver... pois lá existem áreas de conservação ambiental, por isso não pode ter grandes construções. O lugar é lindo demais, mesmo com os perrengues =) tanto que eu estou indo pra lá esses dias... <3
    Adorei as fotos e o post, gostei da recomendação, nunca fiquei em Palmas, das vzs que fui a Abraão eu fiquei por lá mesmo, mas fiz a trilha pra Lopes, só faltou perna pra Dois Rios.
    Ah e Cachadaço tb é demais...E na Parnaioca tem cachu deliciosa tb, vc curte de um lado a praia e do outro água doce ;) .

    Bjo

    ResponderEliminar
  21. Natasha21.1.15

    Ah sim, esqueci de incluir pingüins na lista e nadar no casco da tartaruga (na Parnaioca) no dia 1 de janeiro, é ou não é o paraíso? Correr dos siris azuis na praia do Leste kkkkkk, rola de tudo nessa ilha, tem até uma lagoa entre 2 praias, a do Sul e a do Leste.

    ResponderEliminar
  22. Estela Andrade21.1.15

    Carol, volte no meio do ano, quando a água está mais geladinha. Fica transparente, cheia de peixinhos e sem esse mafuá de pessoas! Alta temporada fica tudo muito cheio e espanta os bichinhos. A água fica agitada e turva. E dica: quando for de novo, leva uns pãezinhos. Os peixes comem na mão. :)

    ResponderEliminar
  23. Simone21.1.15

    Fui no carnaval e levei mala de rodinhas... perdi duas rodinhas no caminho até a pousada. hahaha... lugar perfeito. Deu vontade de voltar. Bjos.

    ResponderEliminar
  24. Rebecca22.1.15

    Mais uma vez, diverti-me lendo o seu texto tragicomico. "Aprendam c a blogueia" foi o melhor!

    ResponderEliminar
  25. Eu não acredito que você estava aqui tão pertinho e eu não te vi :( :( :( rsrs
    "Moro" em conceição de jacareí (metade da semana) e provavelmente você foi na lancha da agência da família do meu noivo, onde ele trabalha, Vila Nova Tour. Aqui de conceição de jacareí é super rápido mesmo pra chegar a Ilha, a gente ta sempre indo pra lá, pra passear e curtir o dia ou pra dar uma voltinha de noite também, fora de temporada, abrãao não fica tão vuco-vuco-farofa como está e a noite lá é uma delícia. Venha mais vezes e se quiser descontinho, me fala que eu arrumo . hahaha

    ResponderEliminar
  26. com relação a falta de fauna e a água turva, é a época do ano. Nessa época tem mais gente do que bicho na Ilha, na verdade a maioria deles caçam lugares mais escondidinhos pra relaxar, sem tanta gente perturbando eles. Tenta fazer esse mesmo passeio umas duas semanas após o carnaval e vai adorar. :) :) Uma outra menina comentou ali em cima, sobre aventureiro e parnaioca, realmente, vale a visita, são extremamente lindas <3
    Aproveitando o embalo, tem uma cidadezinha, seguindo a Rio Santos, fica a mais umas 2 horas de estrada depois daqui (conceição), Trindade. Também é legal de ir fora de temporada, o lugar é incríveeeel, as praias são lindas e a cidade, bem pequenininha, é uma delícia de lugar !

    ResponderEliminar
  27. cristiane22.1.15

    puxa carol, que pena passei o natal ano retrasado 2013 mais fiquei do outro lado da ilha em bananal, a agua estava totalmente turva, mais dai o ano passado em 2014 fui denovo passar o natal e............... a agua estava maravilhosa totalmente transparente, tartarugas, estrelas do mar e varios tipos de peixes vc deu azar :(((( que pena.

    ResponderEliminar
  28. Alessandra22.1.15

    Carols
    Lindas fotos! Muito bom o post e adoooro esses seus programas culturais que você se deixa levar pelo que existe de melhor no local. Valeu pela dica!

    ResponderEliminar
  29. A-mei o post! Quero conhecer ilha grande há um tempo, as fotos são tão lindas. Só fiquei com uma dúvida. O hotel que você se hospedou é muito caro? Quando você procurou alguém te indicou algum bacana?

    ResponderEliminar
  30. Walkyria29.1.15

    Putz! Perfeito! :)
    Tenho parentes na região dos lagos, mas faz séculos que tento tirar férias e não consigo! :(
    Mas acho que finalmente, poderei faltar a acul durante uma semaninha, e ir vistá-los pois consegui uma mini férias e meu namorado tbm estará nessa vibe, entonce provavelmente espero eu, que sim iremos a Ilha Grande! :D já tinha conhecimento sobre o lugar, mas nunca surgiu a possibilidade... entãoiremos inclui-la no nosso roteirinho. :)

    Obrigada pelas dicas vou usar toooodas! E espero postar fotinha com vestido da prosa por lá tbm! :D
    Muito sucesso Carol! Você merece.

    Bjs

    ResponderEliminar
  31. Andreia3.3.15

    Carol, vc já foi também para Arraial do Cabo? Qual dos dois passeios indica para um casal apaixonado? rs

    ResponderEliminar
  32. Liniker Sousa7.5.15

    Oi Larissa. Estarei em ilha grande no fim de julho e queria saber de você sobre a questão do clima. Alguns dizem que faz sol sempre, outros que sempre fica nublado. Que fica frio a noite e que a água é gelada eu imagino, mas ainda assim, compensa ir em julho? Valeu!

    ResponderEliminar

Subscribe