Um diário de vida, viagens e estilo.

Vem 2015, sorrindo

dezembro 29, 2014
* Este não é um texto feliz.*

Antes que alguém pense que este post é uma retrospectiva dos melhores looks de 2014 neste blog, eu adianto, a retrospectiva é de vida, como todo fim de ano deve ser. Não sei quem foi que instituiu que existe um dia certo pra gente fazer o balanço do ano que vivemos, de tudo o que passamos, mas agradeço de coração ao gênio que inventou o reveillon, porque eu sou tão desorganizada e procrastinadora, que jamais iria me programar para organizar meus pensamentos e olhar para trás, pra perceber o que foi que eu vivi.


*

2014 foi o ano mais estranho desde que cheguei ao Rio de Janeiro. Foi, com certeza, meu ano mais introspectivo, apesar do meu instagram permanecer quase o mesmo dos anos anteriores. É que não sou de compartilhar minhas mais profundas angústias (sempre tento minimizá-las sorrindo), porque problema a gente resolve dentro da gente e com o melhor humor possível. Não sei se foi a chegada dos 29 ou a idade finalmente pesando, mas alguma coisa muito robusta aconteceu por aqui.

2014 foi o ano que mais escrevi textos pessoais neste blog (e isso denuncia o quanto eu precisava desabafar! kkkk). O ano que mais vesti estampas bagunçadas e roupas fora de proporção. 2014 foi o ano que mais consumi arte e livros e quanto mais eu li, mais eu quis ler. Foi o ano dos maiores hiatos de silêncio e semanas sem postar. Foi o ano de desajustar os ponteiros, sair da zona de conforto e encontrar um caminho profissional novo (e não necessariamente mais feliz), o ano dos testes e das provações. Foi o ano de aceitar que nosso destino não pode ser traçado conforme a expectativa dos outros e que o sonho da casa-própria-filhos-marido, pode ficar para depois. Bem depois. Até talvez não para mim.

Dizem que Saturno andava por aqui pelos signos de todo zodíaco, pilhando, saqueando, machucando e ensinando todo mundo a ultrapassar tempestades e assim foi 2014 por estas bandas. Foi o ano que mais perdi óculos escuros, mas que mais ganhei amigos. Foi o primeiro ano de cidade maravilhosa em que me vi novamente apaixonada, mesmo que tenha dado tudo errado. Errado pra cacete. Mas pra compensar, em 2014 foi a primeira vez que ganhei flores. Em 2014 criei coragem para largar um emprego bom e abrir meu negócio, aos trancos e barrancos e nele estou me esfolando até agora. Foi a primeira vez que comprei uma passagem pra viajar sozinha. Foi o ano que mais me senti sozinha, mesmo acompanhada.

2014 foi o ano que menos fiz farra desde que cheguei ao Rio. Foi o ano que mais comi salada de atum, não que isso seja algo relevante. O ano que mais vi brotar rugas nos olhos e cabelos brancos. O ano que tive a pior saúde de todos os tempos, e quando o corpo padece, a mente vai junto. 2014 foi o ano que mais desconstruiu meus sonhos, que eu julgava tão certos, e que não trouxe outras expectativas para colocar no lugar. 2014 foi simplesmente o ano do "vamos ver no que dá". O ano do "eu não sei o que fazer, eu não sei pra onde ir", o ano do "quero fugir, quero desistir, quero dormir", o ano "e se eu saísse daqui?" Mas aí a gente lembra que o coração sempre vai junto.

2014 foi o ano em que eu pensei, pela primeira vez, que talvez fosse a hora de arrumar outra cidade pra morar, talvez outro país, talvez Saturno, mas lembrei que esse planeta é um sacana. Aí a gente cai na real e continua a labuta com ou sem prazer, porque a sobrevivência tem mais urgência que a felicidade. Olha, 2014 foi uma merda, mas quem sou eu pra reclamar, quando tem tanta gente com problemas maiores? (mas estou fazendo isso agora, sorry).

Tive praia, tive piscina, tive amigos, tive sorrisos, tive amores tortos, tive momentos muito felizes, tive flores, tive livros, tive viagens, mas como falei antes, alguma coisa robusta aconteceu aqui. Ou melhor, alguma coisa robusta FALTOU acontecer aqui, pra fazer deste um ano sublime, digno de ser lembrado. Se vai ser no dia 31 de dezembro que eu vou ter a revelação do que foi, eu não sei, mas sei que 2014 já vai tarde e não me deixou um gostinho bom, mesmo com tanta salada de atum (meu prato favorito). Pelo menos o ano rendeu os melhores looks e textos minha vida até agora. Só posso acreditar (porque fé não falta) que tenho alma de poeta: crio melhor quando me dói qualquer coisa.

Vem, 2015. Mas vem de bom humor, por favor. Vem sorrindo pra mim.

(e pra todos nós)

Beijos, Carols
47 comentários on "Vem 2015, sorrindo"
  1. camila oliveira29.12.14

    De fato eu acho que esse ano, foi um ano difícil para todos, espero que 2015 seja um ano melhor e mais lindo pra ti, cheio de boas energias e que o chegar dos 30 seja o mais sorridente e irradiante. Que seja um ano que o trabalho lhe traga muita satisfação e prazer. Beijos Carols

    ResponderEliminar
  2. fernanda29.12.14

    Cara! Vc realmente so expressa o q quer!!
    Eu, lendo seus textos, vendo sua nova empresa...vendo flores recebidas... achei que seu ano estava sendo otimo!!
    Enfim, sacode a poeira, pq so falta alguns dias pra gente ver esse ano pelas costas!! Rsrd
    Bjus

    ResponderEliminar
  3. Também tô com a sensação de que alguma coisa faltou acontecer neste ano. Apostei em coisas que eu acreditava que seriam pra vida e termino o ano querendo me desfazer delas. Foi o ano em que eu tentei abrir o coração e me entregar de verdade às experiências novas, mas isso só serviu pra que eu percebesse o quanto sou uma pessoa mais pé no chão. E que esse negócio de se entregar de corpo e alma não é pra mim não. Ou quem sabe tenha sido exatamente por não ter me entregado totalmente às novas experiências que elas não foram tão boas assim... Enfim. Foi um ano de transições e muito autoconhecimento. Que 2015 venha sorrindo mesmo. E que traga novas experiências, sim. Faz parte.

    ResponderEliminar
  4. Hilcia29.12.14

    A sensacao de 2014 foi de um ano puxado, demoado e com tantas perdas, pessoas proximas ou artistas que foi inevitavel nao entrar em contato de como leva a existencia. Fim de ano: reflexao costumeira, necessaria e um salto p aprendizado e iniciativas. Que a poesia permaneca, mas regada de bons momentos e sorrisos. Aprendizados, positividades!!! Feliz 2015!

    ResponderEliminar
  5. Dia 31 desse ano, infelizmente, não vai nos mostrar, pontualmente, um gráfico com todos os indicadores de crescimento e aprendizado que esse ano proporcionou. Como uma boa cristã que sou, sempre vou achar que tudo foi por uma causa maior. E ela não é óbvia agora. (eu linda e otimista, não costumo ser assim, juro! hwhw)

    bjos e bom 2015 pra você! :)

    ResponderEliminar
  6. Camila29.12.14

    Sua Liinda! Você a garota mais incrível que já segui e conhecii, queria ter metade dos talentos e coragem que você tem... Seu ano pode não ter sido nada fácil pra você mas, inspirador pra muita gente! Sou fã de carteirinha de toda a sua história e trajetória, e fica tranquila que Deus tá caprichando um 2015 magnífico para vc! E espero que para mim tbm...kkkkkkk Parabéns por todos os seus textos, looks, fotografias e pinturas! Que 2015 venha sorrindo para todos nós! bejão

    ResponderEliminar
  7. Fabiana Silva29.12.14

    Ai Carols!!
    Tô chorando aqui que nem sei se vou conseguir escrever alguma coisa... Que texto maravilhoso! Quanto sentimento, quanta verdade revelada aqui pra nós!!!
    Como você, também sorrio quando meu peito está doendo; também me jogo em gargalhadas quando na verdade queria gritar por não estar mais suportando certas situações que me vejo presa por achar que tenho que passar por isso... "Sou alegre mas não sou feliz!" Ouvi isso certa vez de um desses ex-viciados que andam pregando nos ônibus e acho que foi a coisa que mais me identifiquei na vida!
    Que 2015 te traga muitos e muitos sorrisos, minha querida!
    Obrigada!
    Fabi

    ResponderEliminar
  8. Camila29.12.14

    Meu Deus! Parece até que eu escrevi esse texto de tanto que me identifiquei! 2014 foi sofrido demais! Que 2015 e seu Marte regente nos traga boas batalhas e boas vitórias!
    Sorte Carol!

    (não sei se faz diferença, mas Saturno regeu 2014, em 2014 foi Júpiter.)

    ResponderEliminar
  9. Viviane29.12.14

    Oi, Carol,
    Primeira vez na minha vida que resolvo comentar um post em qualquer blog, mas foi impossível não me identificar com seu texto.
    Em 2014 eu larguei meu emprego em um banco (depois dos trintão) para tentar um vaga de mestrado na USP. E, fia, como cai! Prestei 3 vezes a prova até conseguir passar nos 30 do segundo tempo de 2014. Me senti inadequada, burra, correndo na direção errada, duvidei se esse era o meu caminho (ainda não achei minha resposta), fiquei completamente sem grana, e até tomei bronca de sumiço dos (poucos) amigos!
    Eu simplesmente ODIEI 2014... mas acho que um dia vou olhar para ele com saudades, até das dores e pesares causados. Talvez um dia eu possa perdoar ele pelos tombos e pelo rombo no coração!
    Até lá: que 2015 seja um ano doce para todos nós! Acho que um ano com sabor de chocolate é do que estamos precisadas!
    Um abraço, querida!
    PS: Adoro seus looks coloridões! :-) deixei de me sentir menos saída de uma comédia italiana depois que descobri seu blog!

    ResponderEliminar
  10. Rebecca29.12.14

    Carol, vc disfarcou muito bem! Soube por sorriso no rosto das suas leitoras/fas/consumidoras com tanta criatividade estampada em texto, tecido e foto. Vc se superou ao abandonar um emprego que te deixava infeliz (suas palavras) e arriscar no sonho. Mas e claro q entre o papel e a realidade (e a burcracia desse pais) algumas coisas sairam diferentes, demoraram ou nao aconteceram. Entao, penso q o saldo d 2014 ainda foi positivo pq vc colocou em xeque e provou (principalmente p si) sua determinacao, garra e coragem. Desejo um 2015 com muita saude, menos amores tortos, mais criatividade e coragem. Vc e um sucesso. Deus te abencoe!

    ResponderEliminar
  11. Lorena30.12.14

    Carol, já leu sobre a crise dos 28 anos? Também tenho 29 (faço 30 em 12 dias) e passei pelas mesmas angústias e bagunças em 2013 - ano dos meus 28 anos. Supertições à parte, dá uma procurada e, pra aliviar a barra, fique tranquila que os 29 me fez muito feliz! :)

    Feliz ciclo novo <3

    ResponderEliminar
  12. Olá Carol,

    É a primeira vez que comento um post teu apesar de te seguir hà imenso tempo. Adoro a forma como escreves, como fazes parecer fácil expressar sentimentos e emoções e realmente acho que tens um dom para a escrita. Sou portuguesa e acho imensa piada a idea que tens das portuguesas porque depois de 12 anos a viver em Barcelona, completamente instalada aqui, acho que tens toda a razão do mundo, lol. Mas escrevo-te para dizer-te que depois de tudo o que explicaste acho que 2014 foi um ano espectacular para ti. Os anos de transição são super dificeis porque tal como disseste implica sair da tua zona de conforto e enfrentar a vida como poucos fazem...y chica, lo has hecho genial!! 2014 também não foi fácil por aqui, foi um ano de pensar em mudar de vida mas, ao contrário de ti, continuei na minha vidinha controladinha e não fiz népia. E também vi umas quantas rugas e cabelos brancos aparecerem por aqui...inclusivé uma pestana branca catano!! Por isso tens de fechar 2014 com um balanço mega positivo e pelo menos que saibas que me serviste de inspiração e que espero que o meu 2015 seja como o teu 2014...:)

    Muita sorte Carol e um Feliz 2015!!

    ResponderEliminar
  13. Andrea30.12.14

    Vai ficar tudo bem, Carol. 2015 vai ser bem melhor. Bjocas.

    ResponderEliminar
  14. Laura Bandeira30.12.14

    Parece que Saturno tava por aí de sacanagem mesmo, todos tivemos um ano mt difícil, eu prefiro pensar que foi um ano de aprendizado, mas que foi difícil foi, pra cacete. Também espero 2015 venha de bom humor, a gente merece uma folguinha. Bjs lindona! Feliz 2015!!!

    ResponderEliminar
  15. Jéssica30.12.14

    Carol, você é uma grande inspiração, justamente por mostrar que nem mesmo quando seguimos o nosso coração, deixamos de levar tombos. Que 2015 seja mais brando!

    ResponderEliminar
  16. Maiana30.12.14

    Carol, acompanho seu blog tem um tempo e nunca comentei aqui ou mesmo no seu instagram, mas ao ler esse texto me identifiquei com algumas situações, e não podia deixar de dizer que seu ano de 2014 foi lindo, perceba quantas decisões importantes vc tomou, e com certeza o quanto que você amadureceu, depois desse voo turbulento vem a aterrissagem tranquila, e a possibilidade de aproveitar essa nova vida que você construiu. Toda fase de transição é difícil, mas o depois é recompensador. Feliz 2015.

    ResponderEliminar
  17. WALKYRIA30.12.14

    Putz! Que texto lindo!
    To com mil coisas na mente pra digitar aqui, mas preferi deixa-las de lado e digitar apenas essa frase:

    "Se com o seu 2014 desse jeito, você pintou e bordou na Prosa?! Imagina com um 2015 suuper?!"

    Um abençoado, criativo, fotográficoe mágico 2015 pra vc! <3

    Os: continue assim, grudada e seguindo os conselhos da sua momis, porque eu to numa barra com a minha desde abril, e sinto muito falta do que ela é pra mim, mas não pode ser mais por enquanto...

    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Carol,é a primeira vez que comento, e eu sigo seu blog a muito tempooo... Adoro quando os textos são pessoais. E posso falar? Faço minhas as suas palavras deste post,será mesmo o peso da idade? Faltou mesmo alguma que eu ainda não sei o nome,e espero mesmo encontrar aí pra frente. Que 2015 me faça enxergar melhor. Bjo gata,tamo junto!

    ResponderEliminar
  19. Carol, leio todos os seus posts e com este em especial me identifiquei muito (eu e a torcida do flamengo, do corinthians, enfim..rs). Realmente este ano de 2014 foi puxado. Tive a sensação de que ele não acabaria nunca (e ainda não acabou, né? aff). Em muitos momentos deste ano compartilho da mesma fase que você do “vamos ver no que dá” e “quero fugir, quero desistir, quero dormir". Mas 2015 será diferente! Eu particularmente "adoro" anos ímpares. Geralmente são anos positivamente marcantes em minha vida. Então que venha o Novo Ano com muitas alegrias para todas nós. Bjos linda!!!

    ResponderEliminar
  20. amém, carol.

    sabe, saturno sambou na minha cara...
    sambou mesmo depois da música ter acabado.
    saturno esfolou meu coração sem dó nem piedade.
    e eu nunca tive nada contra saturno.
    até o achava bem interessante e, durante a escola, admirava os seus anéis.
    mas saturno puxou meu tapete.
    ele jogou minha confiança no chão e assistiu ela se quebrar em mil pedacinhos.
    saturno foi um grande filho da mãe.

    mas a minha filosofia é de não guardar sentimentos ruins no meu coração.
    por isso, decidi perdoar saturno.
    e como a boa otimista que sou, acredito em 2015.
    acredito em um ano recheado de oportunidades e de luz.
    2015. um ano de equilíbrio. há de ser.
    e o desequilíbrio só vai nos visitar quando tomarmos algumas caipiroscas, afinal, faz parte, não é?

    um beijo, carol.

    feliz ano novo.

    (espero que saturno fique bem longe da gente por um bom tempo e que 2015 seja o ano das carolinas.)

    ResponderEliminar
  21. Mírian Nara30.12.14

    Que texto incrível Carol!
    Consegui compreender sua identificação com a Frida...
    Sua sensibilidade para escrever (e desenhar) é incrível! Seus textos são mobilizadores! Você é uma grande artista!
    2014 também foi frustrante para mim, que 2015 realmente venha sorrindo!

    ResponderEliminar
  22. Juliana30.12.14

    Lindo texto, Carol! Como sempre mandando muito bem, adoro ler suas palavras, como já foi escrito aqui, são uma grande inspiração! Um feliz 2015 pra você!
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Giovanna30.12.14

    Carols, olha só o que uma amiga acabou de me mandar e eu não pude não lembrar deste seu post: http://www.sbu.unicamp.br/lendoletras/index.php/textos/22-quando-drummond-fala

    Que 2015 seja mais amoroso com todas nós.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  24. Dominique Rosa30.12.14

    Sinto tbm que em 2014 algo relevante faltou acontecer... não que tenha sido de todo mal, mas não guardo ótimas lembranças. Tô esperançosa com relação a 2015, acho que grandes conquistas estão a caminho. Bjs

    ResponderEliminar
  25. Carol Burgo30.12.14

    MUITO MUITO MUITOOOOO obrigada por compartilhar esse texto. simplesmente tudo o que eu sinto, Giovanna! <3

    ResponderEliminar
  26. Vanessa30.12.14

    Carol, conheci teu blog esse ano, acho que lá por setembro, na época da tua viagem a Cartagena (acho que foi isso né?!) e te digo que fiquei encantada!!! Simpatia e simplicidade cheia de estilo e inteligência! Tu escreve muito bem e curti demais ver teus looks e ler teus devaneios! Desejo que teu 2015 seja só maravilhoso!!

    ResponderEliminar
  27. Aline Rosa30.12.14

    A sinceridade dos seus textos os torna lindos!
    Que 2015 venha cheio de energias positivas pra gente :)

    ResponderEliminar
  28. Oi Carol...
    Foi também para mim o ano em que mais me senti sozinha, mesmo acompanhada. Suas palavras me fizeram chorar... pq sei que se algo faltou esse ano, foi por culpa minha... pq simplesmente permitir... cansativo ver que sempre fazemos as mesmas escolhas erradas... bjsss e muitas felicidades neste novo ano.

    ResponderEliminar
  29. alana loiola30.12.14

    Carol, li seu texto, me identifiquei, como me comovi também... mesmo de longe, desejo-te mais realizações, saúde (procure por ela, que é possível), sabedoria, boas leituras, boas viagens e mais e mais amigos por perto e a família é claro. Pessoas que amamos são preciosidades , as mantenha por perto.
    Você é talentosa, dá pra ver de há léguas, e destemida, te desejo mais inspirações para suas criações na sua marca maravilhosa, Prosa. Parabéns, cada flor, folha, traço que você desenha é quase um filho parido e vendo as pessoas amando, deve ser muito gratificante! Sucesso!
    Esse ano DEVE E FOI sido difícil e cheio de surpresas desagradáveis, mas não esqueça que toda "guinada" importa, é na queda que gente aprende muito e ao levantar mais ainda...
    Acredito eu, nos meus poucos 21 aninhos e libriana como você, que esse possa ser um ano mais rico de alguma coisa, por favooooor, rsrs. Enfim, desejando de longe, daqui de Fortaleza o/, sucesso, amor, muito amor pra você e seus amores ao redor!
    P.S: um pequeno grande homem que foi embora esse não, deixo minha mensagem com as palavras dele. Recomendo muito.

    “Aprenda a gostar, mas gostar mesmo, das coisas que deve fazer e das pessoas que o cercam. Em pouco tempo descobrirá que a vida é muito boa e que você é uma pessoa querida por todos.”
    (Rubem Alves)

    ResponderEliminar
  30. Maria Morais31.12.14

    É a 1ª vez q posto um comentário embora sempre leia os posts, mas diante deste desabafo resolvi expressar minha opinião . 2014 foi um ano filho da mãe , aconteceram inúmeras coisinhas q me tirou o chão ,me jogou para o alto...abro exceção para o casamento de minha filhota,pois ali fechei um ciclo sorrindo e com a sensação de dever cumprido. Qnto à vc soubeste disfarçar mto bem ,em meio a esse turbilhão de mudanças, pensamentos e angustias...2015 será melhor certamente ,rogo q além dos sorrisos ele te traga um amor rsrs. Abços Afetuosos.

    ResponderEliminar
  31. Patricia Oliveira31.12.14

    Carol sua linda, tudo de bom pra todas nós!!!!

    ResponderEliminar
  32. Carols, em primeiro lugar Feliz 2015, porque é bom desejar feliz ano novo para o povo pois eu acho que assim a gente se sente mais feliz! Bom, sei que esse é um blog de "looks" antes de virar um diário de estilo de vida, como diz lá em cima....kkkkkk, mas foram justamente os textos que me chamaram atenção para cá desde o primeiro look que eu vi! Via as fotos e adorava mas pensava chega logo nos textos ahahahahaha
    Acho bom essa constante evolução da nossa mente e esse constante pensamento na vida, desde que não estejamos apenas esperando acontecer e estamos de fato trabalhando para as mudanças. E talvez esse seu pensamento na vida seja justamente por trabalhar com criatividade e arte, enfim....devaneios são bons e nos empurram para a frente, eu pelo menos penso isso
    bjs

    ResponderEliminar
  33. Larissa2.1.15

    Meu ano de 2014 também não foi um ano marcante. Me identifiquei muito com o seu texto. Que 2015 tenha mta relevância para todos nós :) . Bjs

    ResponderEliminar
  34. 2014 foi realmente um ano complicado. Que 2015 seja tudo novo!
    Oi leitoras, acessem meu blog sobre desabafos, opinião, debate de diferenças, dicas e muito mais! http://garotadiferentenomundo.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  35. ôoo xará... mesmo com esses momentos difíceis você ainda consegue transmitir para um monte de gente tanta alegria, alto astral, beleza, inspiração, criatividade... Já pensou como isso é INCRÍVEL? Eu tenho certeza de que todos os seus esforços vão valer cada vez mais a pena! Que 2015 venha sim sorrindo para você e para todos nós! Que Deus lhe conceda muita saúde, já que o resto a gente sempre corre atrás e você já mostrou que é uma menina super guerreira! E que não falte fé! Beijão!

    ResponderEliminar
  36. Luciana2.1.15

    Oh Carol, mas acredite que Deus está sempre pronto a nos ajudar. Toda mudança implica perdas e toda perda é dolorosa. Mas vai dar tudo certo ....Pode crer nisso... Sou sua fã....

    ResponderEliminar
  37. Luciana2.1.15

    http://modices.com.br/moda/moda-e-consciencia/?utm_source=ModaIT&utm_medium=site&utm_term=post&utm_content=link&utm_campaign=ModaIT_site
    Veja este link do blog modices...

    ResponderEliminar
  38. Flávia3.1.15

    Como eu amo seus textos e como te admiro, Carol! Pq vc não finge.
    2014 foi uma merda pra mim tb, mas cada merda q aconteceu acabou me levando prum caminho bacana. Ex: perdi meu emprego mas consegui achar um muito melhor. E se isso nao aconteceu contigo ainda, fica tranquila pq vai acontecer. Eu realmente acredito q dps da tempestade vem a bonança. Vc vai ver, 2015 vai ser muito, muito melhor.

    Beijos
    Flávia

    ResponderEliminar
  39. Mileise3.1.15

    Dizem que esse vazio um Deus muito lindo preenche. :)

    ResponderEliminar
  40. Isabella5.1.15

    Engraçado porque não pareceu, teve muita farra, muitas conquistas, muitas cores, muita praia. Realmente acho que vc está pintando um 2014 muito pior do que ele foi, pelo menos do que ele pareceu por aqui. Assim 2015 já começa comprometido para ser melhor, sendo que quem tem que ser melhor é a sua visão de tudo.

    ResponderEliminar
  41. 2014 sem dúvidas foi um ano de altos e baixos pra mim! Ao mesmo tempo que aconteceram muitas coisas boas, também aconteceram ruins numa intensidade tamanha! Sempre te vi pelos posts, fotos, e textos de mudanças e desafios, como uma pessoa feliz! Achei que toda a mudança com a Prosa e casa tivesse te trazido mais felicidade, por mais trabalho que organizar tudo dê! Que pena Carol que foi só impressão ): Desejo um ano muito melhor pra você com mais saúde e mais felicidade! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  42. Oi Carol, tô aqui já em 2015 lendo seu texto/desabafo... Sabe, 2014 foi bom porque conheci seu blog e ele vem me acompanhando e me inspirando desde o começo do ano e fuçar looks velhos pra ver o quanto você é linda e o quanto consegue transformar qualquer look, isso é algo seu e que ninguém tira.
    Ás vezes a gente vive tudooo e tudo muito rápido, a vida a 1000/h e esquece que as pequenas coisinhas é que nos fazem mais feliz, um momento memorável de bobeira com os amigos, gratidão pelo nascer do sol, estar viva depois de uma bebedeira ou uma enorme aventura, viver se fazendo completa pelas coisas de fora, porque essa onda de ser completa sozinha eu acho a maior furada, a gente veio nessa vida pra ser mais, só que isso só acontece quando nos deixamos ser, nos deixamos estar e somar. Ás vezes, faltou é o amor, que de vez em quando a gente encontra, mas logo perde, escorre pelas mãos e a gente fica sem entender como é que pode sentir tanto mesmo depois de ter dado tão errado.
    Então, aproveitei também pra generalizar um pouco e desabafar sobre o meu 14, onde tanta coisa pequenina boa aconteceu e me fez ser quem sou, terminei o ano chateada com uma porrada de coisa, mas não é por isso que achei o ano ruim, não é por isso que farei o 2015 ruim... Muito, muito, mas muiiiiiito pelo contrário, ele será o dobro de alegrias, de loucura, de tudo que a gente aprende e apronta e se da conta depois do quanto é feliz, por isso te digo, seja assim Carols, breve, leve.
    Não carregue fardos mais pesados do que pode, afinal, nem o seu joelho aguenta então você também não precisa. Se derrame, se ame. Ame.
    Um beijo com carinho.
    http://xepadosbofes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  43. tu já reparou que, apesar dos momentos tristes e de luta, são esses os tempos em que a gente mais se descobre? e que também acaba encontrando uma força interior que achava que não tinha? as experiências - principalmente as ruins - são as que nos dão mais maturidade. nunca entrei no teu blog, mas quando li teu texto me identifiquei a ponto de ter que dizer que, aparentemente um ano ruim, é esse tipo de ano que faz a gente evoluir. e acaba tornando-se um ano de ouro pra ser bem lembrado.

    ResponderEliminar
  44. Lidica6.1.15

    2014 foi o ano que conheci a blogueira mais incrível de todos os tempos e que escreve os textos mais INCRIVELMENTE f*%#&!!! Amooo que vc existe virtualmente em minha vida!!!

    ResponderEliminar
  45. Taysa7.1.15

    Carol, eu não venho ao seu blog para seguir as modas, venho para seguir você. Senti o mesmo neste ano. Li diversos blogs mas foi com o seu que eu consegui realmente pensar em fazer um balanço do ano e formular ideais para o próximo. Realmente você é uma poeta e digo o quanto você produziu riqueza em 2014. Diversas vezes vim ao seu blog ver moda, mas uma moda com uma pessoa dentro. Li textos que ficaram fazendo eco em mim. Tive que divulgar em rodas de amigas, e em discussões em sala na universidade. Eu desejo a você não só que 2015 sorria para você, mas que você o abrace rindo ou chorando. Um beijão.

    ResponderEliminar
  46. Clarissa C.7.1.15

    Carol, esse texto caiu certo com meu 2014. Também passei pelos mesmos problemas, até a parte da demissão e abrir meu próprio negócio.

    Mas sabe de uma coisa? Quando os fogos de artifício tocaram o céu, enquanto todo mundo tava lá admirando a "queima de fogos", eu fechei os olhos e agradeci.

    Agradeci pela coragem de ter aguentado tudo e ter tomada todas as decisões que tomei. Falta coragem nesse mundo de tantas contas, tantas pessoas iguais, etc.

    E ignorando todas as estatísticas, terminei namoro/que ia virar noivado, abri meu negócio, me apaixonei novamente pelos amigos e pela família... resumindo, tive coragem! E que nos próximos anos eu tenha (a gente tenha) coragem também, fé... mas que a vida seja mais gentil.

    Afinal, a gente é mulher forte "cabra da peste", mas até rapadura é doce apesar de dura.

    Obrigada por sempre escrever...
    feliz 2015!

    ResponderEliminar
  47. Sabrina Lima20.1.15

    Ai Carol, só não chorei porque estou lendo esse texto no trabalho kkkk. Que 2014 confuso, hein! Tenho a mesma impressão que você sobre ele, parece até que passei por um processo de tamisação, com qual objetivo não sei hehe. Mas que venha um 2015 infinitamente melhor para todas nós.

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature