Um diário de vida, viagens e estilo.

Keep Walking

outubro 29, 2014

Mudei de Recife para Lisboa aos 5 anos de idade e mal sabia que minha vida ia ser um sem-fim de mudanças. De Lisboa mudei para Fontanelas, em Sintra. De Fontanelas para Nafarros. De Nafarros para o Magoito. Do Magoito para a Tojeira. Da Tojeira para São João do Estoril. De São João do Estoril de volta para Boa Viagem, em Recife. De Recife, de novo pra Portugal. De Portugal, para Boa Viagem DE NOVO. De Boa Viagem para Aldeia. De Aldeia de volta para Boa Viagem pra casa da minha tia. Da casa da minha tia para um apartamento sozinha. Do apartamento sozinha, para a casa da minha irmã. Da casa da minha irmã para a casa da minha avó. Da casa da minha avó para Botafogo, no Rio de Janeiro e agora estou de mudança novamente, ainda pelo Rio.


Ao longo dos meus 29 anos eu fiz exatas 11 mudanças de residência e perdi as contas de quantas vezes troquei de escola, de melhores amigas, perdi a noção de quantas fotografias e lembranças foram perdidas pelo caminho. Eu nunca senti aquele conforto de lar permanente, nunca tive longas amizades de infância. Nunca vivenciei a segurança do "eu tenho para onde voltar", simplesmente porque sempre andamos para a frente. Sempre um próximo destino. Eu e mamãe somos nômades de carteirinha e, se por um lado isso alimenta meu sonho de ter uma casa própria com jardim para criar meus futuros filhos e cachorros, por outro eu não consigo me imaginar presa a um só lugar e travo uma luta diária entre o desejo de permanecer e construir e o de avançar e renovar. Nunca consegui sequer me planejar para financiar, por 30 anos uma casa própria, porque não sei onde tenho vontade de estar daqui a 30 anos. Atualmente o Rio de Janeiro tem sido minha casa e mais uma vez empacoto a vida em várias caixas, mas agora parece que um ciclo muito importante da minha vida se fechou para dar lugar a um próximo que eu espero que seja exuberante. 


Assim que cheguei ao Rio encontrei um apartamento incrível, bem localizado, todo mobiliado e com o melhor locador do universo. Um cara super do bem que confiou na minha honestidade e me alugou a casa sem a menor burocracia. Como um amigo meu disse: "Carol, tem gente que nasce com a bunda virada pra lua, mas você com certeza nasceu com a lua dentro da bunda." Sim, o Rio de Janeiro é um lugar difícil pra arrumar onde viver. Mas minha sorte foi bem-vinda: nesse lindo apartamento eu amarguei uns 2 anos por um amor perdido, cansei de contar as noites de choro, de saudade, a infelicidade no trabalho, o joelho operado, as dores, as mágoas e todas aquelas coisas que não cabem num look do dia. Aquele apartamento me deu aconchego para todo desgaste físico e emocional da minha chegada ao Rio. Mas sair dele foi necessário, uma espécie de ciclo fechado onde os eventos se encaixaram de maneira perfeita.


Criei a Prosa, saí da agência, viajei para a Colômbia, esqueci os amores perdidos e até os romances tortos, adquiridos pelo meio do caminho, fiz meus 29 anos e, enfim, mudei para um apartamento mais amplo, onde eu possa trabalhar e viver com conforto. A décima primeira parada da minha vida. E até agora estou sem entender como cheguei ao Rio com 2 malas de roupas e saí do apartamento antigo com 53 caixas. Se aos poucos minha vida vai se organizando, o mesmo não posso dizer da minha casa, que se encontra no caos mais desesperador da falta de móveis. Mas no meio deste caos eu vislumbro um novo lar maravilhoso que será todo meu, decorado a meu bel-prazer e gosto, por tempo e vontade indeterminada, até que a vida me leve para uma nova direção.


Beijos, Carols

27 comentários on "Keep Walking"
  1. boa sorte nessa nova fase e não tenha pressa, vamos (vou) te apoiar nessa fase bagunça da mudança ahahha tudo que for baratinho e lindo de decoração, faz o favor de mostrar aqui? adoro coisas assim e sempre me inspiro! não precisa aquela apelação de tour, só pelo registro de uma foto ´ta bom hahaha <3

    ResponderEliminar
  2. Fabiana Silva29.10.14

    Que coisa linda, Carol!
    Incrível como uma mudança de casa (vida) pôde nos trazer um texto tão belíssimo, tão encantador, tão doce... Tão Carol!
    Que essa mudança seja coroada com muito sucesso, muito amor, muita saúde pra esse joelho, muita zoeira, mamis e muitos amigos do teu lado! E idéias cada vez mais maravilhosas para que você encha cada vez mais nossas vidas de Prosa!!!
    Muito feliz por você!
    Pra frente e avante sempre!
    Bjs!
    Fabiana (fabisilva14)

    ResponderEliminar
  3. Que texto lindo Carol. Infelizmente a vida é cheia dessas coisas neh, a gente te vê todos os dias assim linda e cheia de estilo, e não imagina quanto real a sua vida, é como a de todo mundo. Cheia de encontros e desencontros, amores e solidão, mas, espero que vc se apoie quando quiser em nós, leitoras fieis, que estamos sempre aqui, por que adoramos você, seja, com look do dia, lojinha maravilhosa, ou estes textos que sempre babo, em não ter o mesmo dom da palavra emocionante que você tem. Bjs Carolzita, e arruma essa casa nos trinque ehm. <3

    ResponderEliminar
  4. Ingrid29.10.14

    As andanças são importantes em todos os sentidos!!! Que esse novo lar seja testemunho de muitos momentos felizes!!! Sucesso Carol!!!!

    ResponderEliminar
  5. Tassia30.10.14

    Que delicia, Carol! Eu tambem adoro me mudar, e hoje, eu que tambem estou e mudanca, estava aqui contando, e esta sera minha decima! Destas mudancas todas, algumas foram incriveis, algumas um pouco dificeis, uma foi inesperada e quase impossivel de lidar... Mas posso dizer que todas foram pra melhor! E agora, vou me casar e mudar pra essa decima casa, que nao sei por quanto tempo sera minha, mas vai ser muito minha enquanto eu estiver la, pelo tempo que me couber. Acho que o lar esta dentro da gente, e a gente vai so carregando pra esses lugares que nos emprestam cantos :)

    Boa mudanca! Que venham so coisas incriveis!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Viviane Matos30.10.14

    Escreve um livro POR FAVOR. Seus textos são deliciosos de ler.

    ResponderEliminar
  7. silvia dellamora30.10.14

    Oi Carol,
    leio teu blog desde que morava em recife. Uma amiga, que não lembro mais quem, me disse para ler pq me achava parecida contigo no jeito, acho que deve ser o tamanho! hahahaha e desde então leio sempre. Voltei pra bsb, minha terra natal. e antes de ir pra recife, morei 6 anos no rio pq minha familia toda mora ai. Nunca tinha escrito antes, mas é só pra dizer que segui sua orientação de cabelereiro e nessas minhas últimas férias cortei meu cabelo com o Anderson e adorei (acho q ele vai te contar), Eu adorei e queria te agradecer!! boa sorte na nova vida, com o novo ap (eu bem sei o que é isso). vc continuou em botafofo ou foi pra outro bairro? beijo!

    ResponderEliminar
  8. Carol, boa sorte na nova fase! me vi em varias partes do texto, com 27 anos me mudei 13 vezes... rsrs adoro o clima de mudança, de vida nova! enjoy it! beijos

    ResponderEliminar
  9. alana loiola30.10.14

    Carol, te desejo mais sorte ainda... Espero que essa mais nova mudança marque também as mudanças da sua vida esse ano; te acompanho por aqui, mas já me sinto no direito de desejar mil coisas, rs, como uma amiga de infância... Você é admirável, e pelo que já falou da sua mamis, você deve se parecer muito com ela, rs... não só boa sorte, muita boa sorte no novo apê, nos novos projetos. suas leitoras só dão boas vindas ao que você nos trás. deixa o apê lindo e mostra pra nós! abraços!

    ResponderEliminar
  10. Carols,
    você é incrível. assim como esse seu texto.
    Always keep walking...
    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Ai Carol... Seu momento parece um pouco com o meu. Estou no meu cantinho há um tempo e lá chorei lágrimas e dei gargalhadas, ambas com muita intensidade. Mas sinto que está na hora de partir. Não pra um canto novo, mas pra uma vida nova... Boa sorte pra vc e pra mim tb!

    ResponderEliminar
  12. Emanuella Calaça30.10.14

    Carol

    Amo o modo como vc escreve, simplesmente fantástico

    Beijos e ótima casa nova pra vc e sua mamis!

    ResponderEliminar
  13. Eita mulher com o dom da palavra e da reflexão. Parabéns Carol por ser exatamente desse jeito, espontânea. Acessar seu blog é como fazer uma visita diária à sua casa. Um enorme prazer, ainda mais quando essa visita vem acompanhada de um belo texto.
    Salve vida nova! Muita luz e amor nos novos caminhos!
    Bjos no coração!

    ResponderEliminar
  14. Walkyria30.10.14

    Filosofou! Divou! Amei! HAHA! :)
    Parabéns pela vida Carols, e por não querer perdê-la e sim deixar-se levar durante os próximos anos! =D
    E que venha os 30,40,50,100...
    SUCESSO!
    :)

    ResponderEliminar
  15. Letícia30.10.14

    Oi, acompanho seu blog já faz um tempo, mas nunca havia comentado. Muito lindo o seu texto. Boa sorte na sua nova casa.

    ResponderEliminar
  16. Luciana30.10.14

    Só uma correção: Sintra! Faltou o R. hehe

    ResponderEliminar
  17. Adoro mudanças, mas sinto falta de uma coisa fixa! Por isso, sinto que sou diferente de você nessa questão, pois quero viajar muito, mas sempre ter pra onde voltar sabe? Adorei seu texto e sua reflexão <3 http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  18. Karla Torres30.10.14

    Nossa que lindo! Muito lindo e fofo seu texto! Muito obrigada por compartilhar um pouquinho da de suas idas e vindas e experiência de vida com a gente! Sempre aprendemos com os nossos semelhantes e pode saber que vc nos ensina muito com a sua coragem e por não ter medo das mudanças e dos desafios. Parabéns e muito boa sorte nesta nova fase da vida!!! Vai dar tudo certo ou melhor já deu! bjs Karla

    ResponderEliminar
  19. Como sempre, inspiradora!

    Nunca se esqueça disso, de que andar para o horizonte é sempre buscar pelo novo, nunca pelo retrocesso. Que sua vida seja sempre feita de novos ciclos, de novas poesias!

    Um beijo enorme

    ResponderEliminar
  20. FELIZ casa nova, Carol.

    ResponderEliminar
  21. Oi Carol,como me identifiquei com este,post....também me mudei muito com minha,mas,apenas aqui n Brasil,mesmo....assim como vc, ou não,sonho com uma casa própria,mas queria tirar uma dúvida,vc comprou ou alugou um imóvel?Se puder responder,agradeço.Vc é uma vencedora Carol,uma heroína da vida real,aventureira,corajosa,que enfrenta a vida,literalmente de frente..espero um dia comprar um livro seu,de preferência,um biográfico,pq a maioria das pessoas,assim como eu ama se inspirar em pessoas que superam limites!!!Bjs

    ResponderEliminar
  22. Aline Tavares30.10.14

    Amo seus looks, admito totalmente diverso do meu modo de vestir ,agora seus textos eu paro leio ,e releio , Vc tem um jeito tão meigo,simples, e delicado de escrever e isso me encanta demais, uma artistas a gente reconhece pelos detalhes. Parabéns pelo talento e que a vida sempre te leve pra frente e que vc seja feliz pelo caminho.

    ResponderEliminar
  23. Shirley31.10.14

    Boa sorte Carol ...
    Percebo que nas muitas mudanças na sua vida (residencial e emocional),
    nunca te faltou coragem, determinação e apoio familiar, que é o que mais conta e te impulsiona.
    Não ter pra onde voltar, é apenas um fator físico e visível.
    Pois, sempre teve alguém pra abrir as portas e os braços pra você.
    PARABÉNS ...
    PS: já disse que te admiro, né ?!?

    ResponderEliminar
  24. Super me identifiquei com o texto! Que delicadeza! Também acabei de passar pela decima primeira mudança da vida, rs. Espero que o novo apê fique do seu jeitinho e que nele você viva muitos momentos de felicidade! Beijos!

    ResponderEliminar
  25. Oi Carol! Guria, me identifico muito contigo, e agora com essa das mudanças fechou. Sei bem o que é isso, mas por todas as mudanças que passei e fiz mais uma esse ano também... Posso te dizer que adoro a sensação do recomeço, realmente do zero. Troquei de trabalho, mudei de cidade... comprei um cachorro! E agora, estou desfrutando esse meu novo ar. Também nessa de ficar mais frenética com lojas de decoração e artigos para casa... do que qualquer outra coisa. Te desejo Carol, tudo de melhor, de coração. Que a cada dia, coisas novas e maravilhosas possam acontecer em sua vida. E que agora com o novo lar, tudo saia como planejou... e planejar, mobiliar, decorar... tornar realidade é tudo de bom! Sucesso, você é uma querida. Ahhh uma observação, sou a menina que comprou uma camisa xadrez sua antes mesmo de você ter a Prosa, e que sempre que vou ao Rio, coloco ela na mala pra ver se te encontro... Ah pra completar tenho fotos com ela no Parque Laje, que também é um dos meus lugares favoritos do Rio. Beijos!!!!!

    ResponderEliminar
  26. Bárbara Adjuto6.11.14

    Nossa, super me identifiquei com seu texto e suas angustias. Já morei em 17 casas e 6 cidades e tenho sempre as mesmas dúvidas que você, se permaneço e construo ou se avanço e renovo. Conheci seu blog há pouco tempo e estou amando, amei as roupas da loja também. Está de parabéns!!

    ResponderEliminar
  27. Hilcia14.11.14

    Textos sempre tao agradaveis e reflexivos. Permitir-se mudar é uma tarefa ardua, mas que vc ja esta dando aula. Uma das coisas mais divinas na vida: fechar ciclos. Necessario, enriquecedor. Que seja um lar repleto de momentos bacanas. Positividades!

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature