Cartagena de Índias - Dia 1

16:17

Foi mais ou menos assim que aconteceu: me demiti num dia e no mesmo dia, de madrugada, comprei a passagem para um destino totalmente desconhecido, mas que eu tinha vontade de ir: Cartagena de Índias, da Colômbia. Eu poderia ter ido para o México, visitar a casa de Frida Kahlo, ou para Buenos Aires, onde tenho amigos que serviriam de ótimos guias turísticos, mas decidi escolher um destino que não estava na minha lista de prioridades, mas morava no meu coração.


Cartagena foi indicação do meu melhor amigo, Diego, que foi gravar algumas cenas da novela Flor do Caribe lá na terra do Gabriel García Marquez. Quando Diego conheceu Cartagena, me enviou uma mensagem muito empolgado: "Você tem que conhecer esse lugar! É a sua cara!!!" E assim eu segui meu rumo, comprei uma passagem promocional e fui, sozinha, começar uma nova etapa da minha vida. Sim, sozinha.

Aconteceu de pipocar uns banners promocionais para Cartagena. Tenho medo, muito medo do google adsense que sabe, exatamente, tudo o que a gente conversa com os amigos e depois coloca banners com aquele desejo, em todas as páginas que visitamos. Mas numa dessas conversas, foi uma amiga que me mandou o link de passagens na promoção. Como muitas de vocês sabem, eu tenho medo de avião. Já melhorei bastante dessa fobia que, até um ano atrás, me fazia ter ataques de pânico desde o saguão do aeroporto até o pouso da aeronave no destino final.

A VIAGEM

Então desenvolvi uma superstição besta: praticamente só viajo de Avianca. Sinto que é uma das cias aéreas mais confiáveis do Brasil por N motivos totalmente pessoais: 1) ainda não vi notícias de Avianca caindo (se já houve, por favor não me informem, prefiro continuar na ignorância); 2) sempre pego pouquíssima turbulência nos vôos da Avianca e acredito, sem nenhum conhecimento científico, que os pilotos são ótimos, fofos e atenciosos e desviam das nuvens ruins. 3) poltronas confortáveis + filminho = distração. 4) eles servem comida boa. Não sei vocês, mas quando eu me mudei para Portugal e viajava pra lá e pra cá de Varig (saudades!) sempre achei sensacional ter comida quentinha e TALHERES DE METAL #chique. Hoje em dia os talheres são de plástico, mas Avianca serve comida, em vez daquela maxi-goiabinha nojenta ou amendoim japonês e, por isso, tem meu apreço. Sou dessas que acha que comida é sinônimo de amor.

Então tá. Preferi pagar um pouco mais caro para ir de Avianca, em vez de Copa (uma cia aérea que dizem ser muito cagada) e fui feliz. A passagem custou R$ 1010 já com taxa de embarque. Parti do Rio de Janeiro no dia 6 de agosto, uma quarta-feira. Foram 6 horas de vôo até Bogotá e mais uma hora para Cartagena e como o fuso-horário é de 2 horas a menos lá, ainda cheguei de dia, a tempo de ver o por do sol. :D Desci no aeroporto mais pitoresco que já vi na vida: Aeroporto Internacional Rafael Nuñez. <3


Quando sobrevoei Cartagena, tomei um susto. A maior parte da cidade é uma grande favela, ou algo parecido. Muita pobreza, muita desorganização. Foi uma visão típica de um lugar pobre da América Latina. Aí quando você pega o táxi e ele te leva para a cidade histórica, a coisa muda de figura e tudo fica lindo de viver.

A HOSPEDAGEM

Para meu azar (ou sorte) reservei um hotel que eu jurava ser dentro da cidade amuralhada, que é mais segura, tranquila e é onde a turistada toda se encontra. Como viajei sozinha, era importante ficar num lugar seguro, mas Carolina só dá ponto sem nó, né? Reservei um hotel FORA da muralha, no bairro de Getsemaní, que fica bem colado com a cidade antiga. Fiquei na Casa de La Trinidad, uma pousadinha super silenciosa, numa viela meio estranha, instalada ao lado da rua mais badalada de Getsemaní! A Casa de la Trinidad fica na Calle Pacoa, 10-32, ao lado da Rua Media Luna, onde tem dois points bem famosos de Cartagena: o Hostel Media Luna e o Club Havana. Essa rua bomba demais à noite! Paguei R$ 510 por 5 noites.



Fotos catadas no google. Não levei a câmera pra rua em Getsemaní. 

Assim que cheguei ao hotel, entrei em contato com uma amiga com quem trabalhei para saber se ela ainda estava em Cartagena (sim, viajamos na mesma época sem saber uma da outra). Me esquematizei para jantar com ela e um grupo de amigas que ela conheceu lá mesmo, na Colômbia. Peguei um táxi e fui para dentro da cidade amuralhada encontrar com as meninas. Apesar de ser muito perto da muralha, não rola andar sozinha à noite por Getsemaní. Não lembro do nome do restaurante que comemos, mas a comida não era excepcional, então não vale a dica. heheheh Porém o jantar foi ultra divertido e, em menos de 3 horas de Cartagena, eu já tinha um grupo de amigas-para-sempre. hahahahha Depois do jantar fomos curtir um pouco de salsa e rumba em dois locais divertidos fora da muralha: o hostel Media Luna (já falei procês) e o Mister Babilla!



Primeiro fomos ao Media Luna, mas estava muitoooo lotado e o calor era abrasador. Além disso era impossível chegar no balcão para pedir uma bebida. Foi um sufocoooo, mas essa festa da quarta-feira é famosa na cidade, então tive que ir lá ver qual era. No entanto, fechei minha primeira noite com chave de ouro e muita diversão no  Mister Babilla! Além de ter um mega ar-condicionado hehehe o lugar toca rumba e música pop-ultra-sensual-colombiana. As mulheres e homens dançam em cima das mesas e balcões, se esfregam, rebolam, fazem performance, tudo na maior naturalidade. Uma vibe meio todo-mundo-é-Shakira. Apesar dessa animação toda, já adianto: Cartagena não é o lugar da extrema zuêra sem limites. Claro que cada um se diverte de um jeito e sempre tem gente louca vivendo num mundo paralelo da psicodelia, mas a verdade é que me surpreendi com a tranquilidade e silêncio da cidade à noite. Depois do Mister Babilla voltei para o hotel morta de sono e doida para descansar por que meu segundo dia seria dedicado a bater perna pela cidade amuralhada. :)





 DICAS & CURIOSIDADES

• Comprei minha passagem diretamente pelo site da Avianca e reservei o hotel pelo Expedia.com.br. Depois de dois dias nesse Casa de La Trinidad, fui transferida para outro hotel da mesma rede, o Puertas de Cartagena, dentro da cidade amuralhada. Achei ótimo e não paguei um tostão a mais por isso. Infelizmente eu não compreendi o que o moço da recepção explicou, mas deixaram minhas malinhas no novo hotel e eu continuei meus passeios na maior tranquilidade.

• Não levei dólares nem pesos colombianos. Levei reais mesmo e comprei os pesos no aeroporto de Bogotá, na casa de câmbio. Achei mais seguro. Deixei uma parte do dinheiro para trocar depois, em Cartagena, conforme fosse precisando. Gastei em média R$ 200 por dia de viagem e não achei barato, levando em consideração que não comi nos lugares bacanas que todo mundo indica (depois faço uma listinha) e sempre tomei café da manhã no hotel. Cartagena é quase tão cara quanto o Rio de Janeiro, mas a gente sempre acha que tá rica, por que o dinheiro é enorme. R$ 1 são 700 pesos colombianos, conforme o câmbio do momento.

Os táxis têm valor fixo: do aeroporto pra cidade amuralhada são 12 mil pesos, aproximadamente R$ 17, e dentro da cidade são 5 mil pesos para qualquer lugar. À noite os preços sobem para 16 mil e 6 mil pesos respectivamente. Portanto, se algum taxista espertinho quiser te cobrar 10 mil pesos dentro da cidade, diga NO GRACIAS! Pague 5 mil.

Viajar sozinha é uma experiência e tanto, mas em lugares como Cartagena, pode ser meio constrangedor. 90% dos homens te dão cantadas cafoníssimas na rua. Desde o cara da recepção do hotel, até o taxista, passando pelo policial, TODOS, têm alguma gracinha para dizer, um piropo safado pra jogar no seu ouvido. Apenas finja que não compreende, faz cara de paisagem e sai de fininho com aquele sorriso de lhama retardada. Tá tudo certo.

Cartagena é uma cidade muito quente o ano inteiro. Nem inventem de levar salto alto para "a balada", altos acessórios, vestidos bandage e makes poderosas, por que não rola! Exceto um ou dois lugares que só permitem a entrada de gente arrumada, a cidade em geral é muito de boa e a gringalhada vai para qualquer lugar de short e havaianas (no Mister Babilla vai bonitinha, tá? heheh). Então, amigas, sem essa de pagar de diva colombiana poderosa, por que vocês vão sofrer. Lembrem-se sempre da nossa musa Barranquilla, Shakira: cabelo assanhado e pés descalços. Quase isso.

Arrumem um mapa de Cartagena, por que a cidade amuralhada é muito pequena, mas é tanta Calle e Carrera, que a gente se perde e esquece o caminho de volta para o hotel. Todo mundo passa por isso. Em caso de desespero, senta na muralha e aproveita o único lugar da cidade onde rola um ventinho refrescante. :)




Em breve postarei os próximos dias dessa viagem.

Vou colocando assim, por partes, pra não ficar

cansativo e extenso. Espero que curtam essa aventura comigo!

Beijos, Carols

You Might Also Like

24 comentários

  1. vc e demais Carol! hahahaha <3 eu estava ai pertinho e nao conheci cartagena ainda! mas ainda esta nos meu planos!
    adorei o texto! :)

    Se alguem dia vc se animar e vir pro Mexico, conhecer a casa da Frida, me avisa ta? Uma seguidora sua que mesmo de longe do Brasil adoraria levar vc pra passear pela Cd Mexico <3 aqui moro e aqui e minha paixao!

    beijos <3

    ResponderEliminar
  2. Michelle Santos19.8.14

    Apaixonei!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Carol, Cartagena é linda! Viajei pra lá esse ano também, em maio, e amei. Bogotá também é uma graça, apesar de ter uma vibe bem diferente de Carta. Super recomendo. Ansiosa pelos próximos posts para ver se nossas impressões sobre lá vão combinar. hehe. :)

    ResponderEliminar
  4. Que legal ler sobre sua experiência em Cartagena, Carol! Eu simplesmente amo essa cidade! Estive aí há uns 3 anos e, não sei se as coisas mudaram muito de lá pra cá, mas na época consegui gastar pouco e era ok andar sozinha a noite. No início fiquei com receio, mas falei com os locais e todos me disseram que era seguro e que as pessoas que eu considerava "suspeitas" eram apenas pessoas mais humildes, mas que não faziam mal algum.

    ResponderEliminar
  5. Fabiana20.8.14

    Ain.. tava mega-hiper-master-blaster ansiosa pros posts da sua viagem!! *-* O seu insta me instigou muito pra ir um dia nessa ciudad linda de mio Dios! hahahaa
    Bora parar de gastar tanto em cartão e economizar pra viagem!

    Beijão querida!
    E ah... amei o layout novo!! combinou super com a nova Carol! =))

    ResponderEliminar
  6. Definitivamente, musa inspiradora. Aproveite os bons ventos dessa nova caminhada... bjs!

    ResponderEliminar
  7. Cindy West Spanu20.8.14

    Tenho muita vontade de conhecer Cartagena, Carol. A curiosidade surgiu depois de assistir à novela Betty, a Feia (não vale rir! a novela é ótima!). Curiosíssima para ler seus outros posts sobre a viagem!

    ResponderEliminar
  8. Carol, você simplesmente é a melhor pessoa para dar dica de viagem!!
    Tudo muito explicadinho e já fez a gente ficar com vontade de ir agora para Cartagena!!
    Ansiosa pelos próximos dias!! :)

    Bjs,
    Ju
    www.blitzdamoda.com.br

    ResponderEliminar
  9. mari l20.8.14

    vc tá super enganada sobre a avianca e sobre a copa, já viajei várias vezes com as duas...e 1. avianca é a empresa com maior índice de pilotos alcoolatras, segundo a sabedoria popular e 2. já tive problema de overbooking com a avianca e eles não seguiram a lei, tive q processar e etc. 3. serviço, comida e etc da copa é amor!

    ResponderEliminar
  10. Muito legal mesmo!! Quero ler a continuação!
    E adorei o novo layout do blog :) tá lindo!
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Fabiana20.8.14

    Adorei meu primeiro dia de viagem à Cartagena!!
    Doida pra saber como será (foi) e segundo dia!!
    Amoooooo!!
    @fabisilva14

    ResponderEliminar
  12. Adorei o post e a última foto! Muito linda!

    ResponderEliminar
  13. Mariana Bragato20.8.14

    Nossa Carol!! Queria muito ter tanta coragem quanto voce! Parabéns!

    ResponderEliminar
  14. Paula Roberta21.8.14

    Ameeeeeei cada vírgula do que cê escreveu sobre sua viagem Carol. Muito legal a cidade. Doida pra saber como foram os outros dias.

    ResponderEliminar
  15. Otimas dicas, Carol!
    Eu vou pra lá em dezembro, tb sozinha. É de boa pegar taxi na rua ou tem q pedir pro tio do hotel chama?

    ResponderEliminar
  16. Andressa Alexa21.8.14

    Amei o post, Carol. Já está na minha lista de cidades para conhecer um dia.

    ResponderEliminar
  17. Flávia Cruz21.8.14

    Como estou me divertindo vendo a nossa viagem pelas suas palavras! Deste post, a coisa mais certa que você disse foi que em um jantar de 3 horas fizemos amigas-para-sempre! Como eu amí isso tudo!!! Vai contando que vou me divertindo aqui! Um beijo minha amiga! <3

    ResponderEliminar
  18. Morei na Colombia um pouco antes de casar e brinco que a viagem foi uma despedida de solteira para uma moça certinha. hahahaha Amo o país! E com Cartagena foi paixão do momento em que desci do busão (eu morava em Medellin) até me despedir da minha amiga quase chorando. É uma cidade que faz você se sentir bem. Não sei você, mas eu tenho isso com cidades, às vezes meu santo bate com elas, às vezes não. Com Cartagena, meu santo quis ficar lá! hahaha Espero que você se anime a conhecer mais desse país incrível. Medellín é maravilhosa, uma cidade na qual moraria de novo tranquilamente. Manizales foi uma grata surpresa. Com Bogotá eu só simpatizei da segunda vez, mas acho que a minha birra inicial foi o frio, não curto e assim que cheguei no país tava um frio de lascar (para uma recifense, claro!). Santa Fé de Antioquia, Pereira, Armenia, Cali (a cidade da salsa!), El Peñol, Santa Marta! Há muito o que conhecer e com o que se surpreender nesse país que tem um lugar cativo no meu coração. Todos os amigos que fiz lá compartilham desse sentimento. Colombia es pasión! Talvez por isso o seu amigo tenha dito que a cidade era a sua cara. Você também é paixão. :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Rebecca22.8.14

    Carol, to viajando junto c vc ao ler o post. Tudo tao magico, lindo e simples q da vontade d comprar uma passagem p la agora...haha Mas nao tenho essa coragem d ir sozinha! Obrigada por compartilhar cada momento c a gente. Bjs

    ResponderEliminar
  20. Marina Souza22.8.14

    GE-NI-AL. Tô adorando os posts de Cartagena e ficando com muita vontade de conhecer a cidade!

    ResponderEliminar
  21. Laísa24.8.14

    Adorei o post Carol, já deu vontade de conhecer! E uma dica: a Tam é do mesmo jeitinho.. super cuidadosos, comidinha quente e boa, tv individual e equipe educada! Fui para Londres com eles e não tenho nada a reclamar! :*

    ResponderEliminar
  22. Carolina26.8.14

    Carol,
    Tenho planejado a tempos ir a Cartagena!!! Amei as dicas!!!
    Rolei de rir!!!
    Parabéns!!

    ResponderEliminar
  23. Aline Amaral28.8.14

    Ei Carols! Tudo bem?
    Estou viajando nesses posts de Cartagena e me interessou muito, já que tenho vontade de conhecer!
    Você disse que não levou sua câmera para "a rua em Getsemaní". É perigoso?
    Beijos.

    ResponderEliminar
  24. Pierre Valentim1.9.14

    CAROLZINHA...AMO SEU BLOG,SUAS DICAS E A FORMA COMO VOCÊ SE EXPRESSA!!!TE CONHECI HÁ ALGUNS ANOS ATRÁS AQUI EM RECIFE NO BRECHÓ DONA QUITINHA E ME APAIXONEI A COM A SIMPATIA DA PESSOA....SUCESSO SEMPRE E CONTINUA ESCREVENDO PRA GENTE POR TEMPO INDETERMINADO....FICARIA ETERNAMENTE GRATO E EEI...ESCREVE ALGUM LIVRO OU VAI TRABALHAR EM ALGUMA REVISTA DE MODA.
    GLAMOUR-SUPER BACANA E EXISTEM MILHARES DE OPORTUNIDADES NA REDAÇÃO.

    BJO BJO

    ResponderEliminar

Subscribe