Um diário de vida, viagens e estilo.

drops de carnaval: meu coração na ladeira.

março 10, 2014
Eu vou tentar resumir meus 5 dias de carnaval num drops objetivo, mas temo que isso não será possível, então preparem os olhinhos e a paciência, que lá vem história.

Sábado, 01 de março.

Tudo começou há um tempo atrás, na ilha sol… brinks. Tudo começou no sábado mesmo. Acordei às 5:30 da manhã pra chegar a tempo de conhecer o famoso bloco Céu Na Terra, em Santa Teresa. Seria um céu realmente, se eu não precisasse acordar nesse horário ingrato no primeiro dia de carnaval. hahaha Mas eu estava tão empolgada com o meu primeiro carnaval no Rio de Janeiro, que já pulei da cama frevando sambando e vestindo minha fantasia de Mulher Maravilha. Não, eu nunca curti a mulher-maravilha, mas foi a fantasia menos tosca que encontrei no Saara na sexta. HAHAHAHA Que pessoa tão planejada, né?


Eu e os friends chegamos por volta das 7:30 em Santa Teresa por motivos de atraso generalizado e adivinhem só? Cadê o bloco? Já ia longe. SETE E TRINTA DA MANHÃ! O Céu Na Terra virou o Inferno na Terra. Não conseguimos ouvir uma música sequer, ficamos entalados no meio da multidão tentando chegar perto da bandinha e nada. O problema de não ser do Rio é que a gente conhece muito pouco da cidade e, consequentemente, do carnaval. Então fomos pra alguns bloquinhos mais famosos, mas com certeza tinha coisa melhor pra curtir.

Gente, vocês sabem: eu adoro o Rio de Janeiro, mas preciso ser justa: o carnaval aqui deixa muito a desejar. Não se ofendam, cariocas, mas onde já se viu você subir e descer ladeira debaixo de um sol do cacete e existir apenas UM bloco e quem não chega antes das 7h, não escuta música? Não curti mesmo. Santa Teresa tinha potencial pra ser uma Olinda no Rio de Janeiro, com vários blocos passando o tempo todo, subindo e descendo ladeira, animando quem passa, quem fica pra trás ou quem segue, mas se nem banheiro tem direito, imagina bloco né?

Fiquei traumatizada com meu primeiro dia de carnaval por que eu e meus amigos só fomos pra blocos-furada. Nem consigo lembrar pra onde a gente foi. A zuêra só valeu por que: 1) a companhia era incrível; 2) no fim do dia fomos pra um bloco na Glória, que eu nem sei o nome, e a música era boa. Desculpem, sábado foi horrível. HAHAHAHA

Domingo, 02 de março.

Mas nada como um dia após o outro, não é mesmo? Se sábado foi uma merda, domingo foi SENSACIONAL! Primeiro por que eu fiquei bêbada e bêbado acha tudo legal. hahahaha Segundo por que fomos pra bloquinhos bem mais animados, onde dava pra escutar música e, vejam bem, dançar!!!! hahahaha Fomos pro Boitatá, Boitolo e por fim pro New Kids on The Bloco. Aqui no Rio a maioria dos blocos toca samba-enredo ou marchinha antiga de carnaval, então o New Kids on The Bloco foi o que mais se destacou no nosso dia, por que eles tocavam música pop em ritmo de samba. Backstreet Boys, Rihanna, Beyoncé…tudo no sambão. Foi nosso bloco preferido!


Domingo foi tão bom, tão bom, que eu não queria que acabasse. Dancei muito, tirei muitas fotos, ri demais, me diverti feito louca, caí num bueiro dançando Anitta e ralei o joelho, subi nos ombros dos amiguinhos, rolei na grama do aterro (depois encontrei tufos de grama dentro do short), ensurdeci todo mundo com um apito terrível que peguei de alguém que eu nem lembro… foi assim. Uma zuêra. Uma alegria. Um carnaval de verdade.

Segunda, 03 de março.

O que foi mesmo que eu fiz na segunda? Ah, já sei! Fui pra mais uns blocos furados. Poxa vida, poxa vida, poxa vidaaaaaa! Me arretei. kkkkkkkk Fui pro famoso Volta Alice e tive o mesmo problema do Céu Na Terra. Não escutei música por que nunca consegui chegar perto do bloco de tanta gente. Na minha cabeça o carnaval tem que ser animação o tempo todo. Essa história do bloco sair e não ter música pra mais ninguém que chega depois, me tirou do sério. Em Olinda, por exemplo, os blocos passam o dia inteiro pelas ruas e quem está parado, chegando ou seguindo não fica um segundo sequer sem dançar. Então vocês imaginam a minha frustração quando eu chego num bloco e não escuto a música né? É isso.

Volta Alice, que eu não te escutei ainda!!!! kkkkkkk

Do Volta Alice eu fui pro famosíssimo Sargento Pimenta. Bloco pra quem realmente ama os Beatles (o que não é o meu caso), então não gostei também. Escutar Lucy in The Sky With Diamonds em pleno carnaval me fez quase dormir em pé. Não fiquei em 20 minutos no bloco. Centenas de milhares de pessoas e apenas 8 banheiros químicos. Sem comentários.

Partiu Cru!!! Saí correndo do Sargento em direção à Praça XV, onde ia rolar o bloco Cru: rock em ritmo de samba. Apesar de ser bem pequeno e modesto, foi o bloco mais animado do dia e valeu super a pena. Saí de lá feliz da vida e isso compensou o sábado furado. :D


Terça, 04 de março.

Alô, Ipanema! Dia de dar um pulinho na praia, por que nem só de bloco vive um carnaval. Me arrependi. HAHAHAHAHAHAHA Ipanema estava NOJENTA por causa da grave dos garis. Aliás, a cidade inteira estava um lixão a céu aberto. Uma vergonha. Fui pra praia, mas a única coisa que fiz foi dormir na sombra do guarda-sol pra recuperar as energias, afinal, de tarde tinha bloquinho. Pá!


Na segunda à tarde fomos pro bloco da Orquestra Voadora. A música é bem bacana e a animação da galera é massa, mas o bloco anda muito, tipo uma procissão. Mesmo assim foi mega divertido! De todos os blocos "grandes e famosos" esse foi o melhor, sem sombra de dúvidas.

Quarta, 05 de março.

"Ah, quarta-feira ingrata, chega tão depressa, só pra contrariar..." Pergunta se tinha alguém dos Recifriends vivo pra encarar bloco na quarta-feira? Ninguém. Mas eu sobrevivi para viver e contar essa história. hahahahah Quarta fui pro Baixo Gávea pro bloco Me Beija Que Eu Sou Cineasta: MELHOR BLOCO ever. Além do bloco ser parado e ter um carro de som (ajuda na difícil tarefa de conseguir escutar música) eu tive a alegria de escutar, vejam bem, FREVO!!!! Que alegria! Terminei meu carnaval num churrasco com amigos e fim. Acabou.

Cinthia e eu: as sobreviventes da quarta-feira!

No frigir dos ovos, eis o que aconteceu: curti muito o carnaval, apesar dos pesares. Nunca brinquei os 5 dias na minha vida e só consegui fazer isso este ano por que no Rio o carnaval é menos intenso que em Recife/Olinda. A pausa entre sair de um bloco pro outro, já dá pra descansar o corpo e aguentar o rojão. A companhia dos meus amigos nessa empreitada foi fundamental: uma turma massa, mega animada e divertida. A animação era tanta que a gente criou um bloco dentro do Céu Na Terra, onde nós mesmos puxamos um samba-enredo pra animar a galera que nunca chegou no bloco. Assim, qualquer carnaval fica bom, né?

Considerações importantes

• Algumas coisas (fora a falta de música constante) me incomodaram no carnaval do Rio. Eu vim de outro carnaval. Um carnaval com pólos, como o de Recife/Olinda super facilita a vida do folião. Aqui no Rio a gente tem que sair de um bloco pro outro se quiser continuar brincando. E isso envolve pegar metrô e ônibus lotado e uma logística ingrata. Em Olinda, por exemplo, os blocos passam O DIA INTEIRO pelas ladeiras, então a gente não precisa ficar "perseguindo" o carnaval, ele vem até nós.

• falta de policiamento. Ok, não vi confusão, mas também quase não vi policiamento. Achei estranho.

• falta de banheiros absurda. A maioria dos blocos tinha uma quantidade ridícula de banheiros e ainda assim a prefeitura multava quem fazia xixi pela rua. Não dou a razão a quem faz xixi na rua (óbvio), mas como a pessoa consegue ir ao banheiro se eles são praticamente inexistentes?

• O mesmo para a falta de lixeiros. Não bastasse a greve dos garis, a gente não via lixeiros em lugar nenhum. O Rio ficou uma nojeira e o centro parecia uma cidade arrasada pela guerra. Fiquei impressionada com o que eu vi.

• Cadê as decorações carnavalescas? Praticamente inexistentes. Impossível não comparar com Recife. A prefeitura da cidade investe muito pesado em decoração de carnaval e faz Recife ficar simplesmente linda! Senti falta disso aqui no Rio. O carnaval veio e foi embora e eu não vi nada mudado na cidade.

Decoração do Carnaval do Recife 2014, catadas no blog Ideias de Fim de Semana

Eu sei que reclamei pra caramba neste post, mas essa foi minha percepção como "turista". Longe de mim julgar o que é ou não um bom carnaval, por que cada um sabe do que gosta, mas meu gosto é diferente do que eu vivi no Rio. Não sei como é o carnaval da Sapucaí, talvez eu não tenha ido pros blocos certos, pros lugares certos, não sei...mas minha expectativa era outra e talvez esse tenha sido meu erro. Enfim!! heheheh Não me levem a mal. :P

Sobre Recife e Olinda
(aproveitando pra fazer merchan da minha terra kkkk)

Vou abrir um parênteses aqui. Esse texto é totalmente TENDENCIOSO. É impossível ser imparcial e analisar o carnaval do Rio de Janeiro sem comparar ao de Recife/Olinda. E não é bairrismo não, por que eu não sou bairrista pra nada. É que em Olinda a emoção é outra, de verdade. O carnaval em Recife é lindo, multicultural, musicalmente rico e consome a gente da cabeça aos pés. Um carnaval que preserva as raízes do povo. Coisa linda. Eu, que nunca fui fã de frevo, senti falta da Vassourinha passando no meu carnaval de 2014. Simplesmente parecia que não era carnaval, no meu coração. Senti falta dos maracatus, caboclinhos, côcos, das cirandas, dos papangus. Senti falta das ladeiras fervendo, do sobe e desce dos blocos, dos bonecos gigantes. Quando dizem que o carnaval de Recife/Olinda é democrático, é a mais pura verdade. A beleza é distribuída igualmente para todos. Tem suas mazelas e dificuldades, como todo lugar, mas é o carnaval mais rico culturalmente falando, que eu já presenciei. Não tem abadá, não tem cordão de isolamento, não custa caro.

A emoção começa bem cedinho. Pra quem não sabe, os garis que limpam Olinda, trabalham ao som do frevo, dançando de vassoura na mão. Em Olinda é proibido (pela prefeitura) carro e caixa de som tocando músicas que não sejam típicas do nosso carnaval. Então Lepo Lepo, Tchu Tcha Tcha e essas coisas, simplesmente não invadem o nosso carnaval. Essa preservação cultural é uma das coisas mais incríveis do carnaval em Recife/Olinda.

Além disso o carnaval das duas cidades é "de graça" desde a ladeira até os shows no Recife Antigo. E a beleza também. Eu realmente não sei expressar a saudade que eu fiquei do nosso carnaval e a admiração que eu tenho pela cultura do nosso Estado e a importância que a prefeitura dá a essa festa (poderia dar mais? sim, mas é visível a preocupação da cidade em proporcionar um carnaval incrível para os foliões). Senti muita falta das manifestações culturais que acontecem na cidade toda e que vêm do interior de Pernambuco desfilar sob os holofotes do Recife. Do encontro dos maracatus na Noite dos Tambores Silenciosos, da música, da energia, das rodas de ciranda que a gente faz com desconhecidos, da alegria do povo das duas cidades, da tapioca no Alto da Sé, pra dar força pra descer a ladeira. De como tudo fica lindo e colorido. Que orgulho do carnaval pernambucano. Que orgulho do cacete! Que inveja de quem estava lá.

Gostaria que todo mundo tivesse um dia a oportunidade de ver a beleza do nosso carnaval, então, pra encerrar esse drops e dar um gostinho do carnaval que eu quero em 2015, fecho o post com algumas fotos lindas do fotógrafo Max Levay. :)


Que em 2015 meu carnaval seja lá na ladeira, 
onde o coração sai do peito ao som do frevo.

Agora o ano começou.
Beijos, Carols
82 comentários on "drops de carnaval: meu coração na ladeira."
  1. Caroll, foi meu primeiro carnaval no Rio e tenho a mesma opinão que vc ! Se vc chegar atrasado no bloco vc fica sem música( o que é um ABSURDO durante o carnaval) e não tem banheiro!! De verdade, eu esperava MUITO mais do carnaval daqui!

    ResponderEliminar
  2. Carols,por isso AMO vir aqui. Compartilho do teu sentimento e do AMOR por Recife/Olinda,pela terra,pelo carnaval,cultura,TUDO! AMO,AMO! Fazem 4 longos anos que não volto pra minha Olinda,ms ai,2015,você não me escapaaaa!! Amei o post!!

    ResponderEliminar
  3. Menina, quase chorei com isso. Se eu morasse longe, sem dúvida, o Carnaval era a coisa que mais ia deixar um buraco no meu coração, viu! =~~

    ResponderEliminar
  4. Carol amei o posto faço das suas palavras a minha sobre o carnaval, sou baiana e me decepcionei com o carnaval do Rio o que me salvou foi a praia. E ano que vem estou na sua terra porque eu amo frevo!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10.3.14

    Kerol, se preocupa não! Vamos alugar uma casa pro carnaval de 2015 em olinda! Os recifriends nas ladeiras!!!
    Não vai ser careta nãoooo! hahahah
    #amigaefa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. #FECHOU #queroagora #partiu #recifriendsemolinda
      hahaha
      #amigaefa2

      Eliminar
  6. Carol muito lindo seu post!! É lindo ver o orgulho de Pernambuco, só quem conhece sabe o quanto é sensacional a nossa cultura.
    O carnaval foi lindo, a decoração estava incrível e uma pena dizer isso mas escutamos lepo lepo em Olinda sim. Outra coisa que esta me deixando chateada (minha opinião por favor) são as "casas" em Olinda que custam um valor caro e tocam entre outras coisas sertanejo.
    Mas como você disse nosso carnaval é multicultural, ou seja, tem espaço pra todo mundo.
    Volte logo pra curtir o melhor carnaval do Brasil em 2015.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Karina10.3.14

    Carol muito lindo seu post!! É lindo ver o orgulho de Pernambuco, só quem conhece sabe o quanto é sensacional a nossa cultura.
    O carnaval foi lindo, a decoração estava incrível e uma pena dizer isso mas escutamos lepo lepo em Olinda sim. Outra coisa que esta me deixando chateada (minha opinião por favor) são as "casas" em Olinda que custam um valor caro e tocam entre outras coisas sertanejo.
    Mas como você disse nosso carnaval é multicultural, ou seja, tem espaço pra todo mundo.
    Volte logo pra curtir o melhor carnaval do Brasil em 2015.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carambaaa! que triste!! sou do tempo em que era proibido lepo lepo na ladeira. hehehehe E quando às casas de Olinda, paga quem quer né? Eu não pago nem a pau pra ouvir sertanejo no carnaval. prefiro a ladeira de graça mesmo. <3 2015 tô aí!!!

      beijosss

      Eliminar
    2. Pois é... Esse ano foi meu quarto carnaval em Recife-Olinda e senti que há uma forte tendência para a segregação dos grupos em Olinda, por causa das "casas". Eu, particularmente, fui e gostei de uma delas (não vou fazer propaganda, não era sertanejo - don't worry!), era uma atração que eu curtia demais e resolvi ir, mas nos outros dias que fui pras ladeiras senti que não era a mesma coisa, não tinha a mesma energia dos outros anos. Uma pena... porque eu AMO o carnaval de Pernambuco, principalmente o fato de ser democrático e agregar muito culturalmente. Conheci o carnaval do Rio e penso exatamente como você: é horrível não ouvir música nos blocos ou ouvir a mesma música o bloco inteiro. É cruel o horário que eles começam e acho que acabam muito rápido. Falta estrutura de banheiros e transporte (no ano que fui o metrô fechou e só abriu duas horas depois de muito aperreio). O calor nessa época do ano torna tudo menos suportável. Não é a toa que a maioria das pessoas que conheço do Rio não ficam na cidade durante o carnaval e, se ficam, curtem outras coisas, porque nenhuma delas gosta dos blocos famosos. Enfim.. não volto. Amo o Rio. Sou carioca (de nascença), mas me criei no Nordeste. E uma coisa é certa... não há quem não se arrepie ouvindo uma multidão de pessoas cantando "Olinda... quero cantar, a ti, essa canção.." Ano que vem?? Recife-Olinda, com certeza!

      Eliminar
  8. Também passei meu carnaval no Rio, Carol! Concordo com váááários pontos: Banheiros poucos, lixo tomando conta da cidade, essa coisa de correr atrás do bloco, os de Sta Tereza me decepcionaram muito...hahaha. Mas aproveitei do meu jeito, curti um pouquinho do Rio com o marido entre um bloco e outro. E como gosto é que nem nariz, nosso preferido foi o Sargento Pimenta :D

    ResponderEliminar
  9. Olha, não conheço o carnaval de Olinda (pra falar a verdade conheço praticamente o da minha cidade - São Francisco do Sul/SC - e de Floripa)... Mas estive visitando Olinda em dezembro de 2009, entre Natal e Ano Novo, e as ladeiras fediam a mijo... Me decepcionei! Imaginei como não deve ficar no carnaval, se ali já era uma época calma... (A propósito, minha cidade se parece muito com Olinda, mas por causa dessa pequena experiência, eu prefiro aqui hehehe).

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhhh fede mesmo. Mas o Rio fede igual. É muita gente por metro quadrado o dia inteiro no mesmo lugar. Tem rua que é impossível passar. Mas não é normal Olinda feder a mijo em dias comuns. Mas quando tem festa, é de lascar!! hahahah

      beijoo

      Eliminar
  10. Eu acho que somos tendenciosos quanto às nossas raízes... Sou baiana e esse ano passei o Carnaval em Olinda/Recife. Achei legal? Achei! Mas eu ainda continuo achando a energia do carnaval da Bahia uma coisa absurdaaaaaa. E sim, pode ser na pipoca mesmo, sem pagar caro.
    O engraçado é que o que tu mais reclamou do rio de "não ouvir música" foi o que eu mais reclamei em Olinda... Me vi parada várias vezes, sem dançar, pensando: mas isso não é carnaval, é só um bando de gente bebendo na rua...ngm dança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehehehe então você ia surtar aqui no Rio! kkkkk Já me falaram que o carnaval de salvador também tem uma energia incrível!! Apesar de eu adorar Olodum e Timbalada, eu não curto muito axé, aí nunca fui pro carnaval daí. Mas quem sabe um dia!! :P

      beijosss

      Eliminar
    2. Carol, vem um dia pro carnaval de Salvador, mas fique no Pelourinho. Lá, possivelmente, vai se sentir em casa. Tem músicas pra todos os gostos, com direito a marchinhas antigas, rock, música de raiz e, não duvido nada, alguém toque frevo. nem tudo aqui é axé hahaha

      Eliminar
  11. Mas sempre que alguém me perguntava qual era melhor, eu respondia: é mto diferente! Não da pra comparar! Mas por gosto, se o teu coração ficou na ladeira, o meu bate no ritmo do Olodum e da Timbalada...Agora, achei a galera pernambucana mais educada nos transportes públicos e menos confuzenta

    ResponderEliminar
  12. ( tá travando e não to conseguindo escrever em um texto só)
    Enfimmm, no final o importante é ser feliz em qualquer Carnaval!
    Bjoo

    ResponderEliminar
  13. Senti necessidade de comentar esse post!!!
    Sou paulista, tenho família e amigos no Rio, mas moro em Fortaleza há 15 anos. Essa explicação pra dizer que minha opinião é "imparcial"!!
    Carnaval em Olinda é sem igual!! Ver gente de todos os cantos do mundo cantando o "Hino do Elefante", tentando dançar frevo e totalmente contagiado por aquela atmosfera carnavalesca é incrível!! Não existe pessoa que não se divirta em Olinda!! É um carnaval acolhedor, democrático, multicultural... descrevo o carnaval de Olinda como mágico!! Pq é magia o que sinto qdo adentro a cidade e começo a ouvir os blocos!!
    Esse ano tive a desagradável surpresa de ouvir "lepo lepo" em algumas casas e vi alguns camarotes tocando sertanejo, o que acho que deve ser vetado em 2015, pois Olinda não pode ser contaminada com isso... A falta de banheiro e lixeira é realidade em todo lugar, infelizmente... Incrível como a organização do evento não pensa nessa logística, muito embora a campanha para que as pessoas utilizassem as ladeiras tenha sido forte, mas os banheiros realmente foram poucos. Mas sabe? Isso tudo é problema possível de ser resolvido e não afeta a nossa diversão!!
    Todo mundo merece ir pra Olinda pelo menos uma vez na vida!! Esse ano foi o meu 3º e espero passar ainda muitos carnavais naquelas ladeiras!! Sempre penso em ir ao Rio no "próximo ano", mas qdo vai chegando o carnaval, não consigo!! Simplesmente pensar no que posso perder de Olinda me deixa um vazio e não consigo!!
    E além de Olinda, tem os pólos em Recife... com atrações pra todos os gostos!! É MUITO BOM!!
    Mas não posso deixar de "recomendar" o show do Alceu Valença na terça feira de carnaval!! É sem sombra de dúvidas o melhor!! Me emocionei ano passado e esse ano de novo!!
    E não, seu post não tem nada a ver com bairrismo nem nada parecido, é que o carnaval de lá é incrível mesmo e tem que ser divulgado!! Só precisa ser cuidado pra que não perca essa magia, pra que o frevo não seja inibido pela mesmice dos outros lugares!

    ResponderEliminar
  14. A questão são as referências de cada um. É da alma do pernambucano achar tudo o que ocorre em PE a melhor coisa do mundo, como é da alma do baiano achar o carnaval da Bahia é o milho da pipoca, como é do carioca achar que carnaval é samba. Não conheço Rio nem Bahia... na verdade conheço bem pouco o Brasil, mas minha primeira ida à Olinda/Recife foi de dupla sensação: fiquei encantada com a beleza da festa, com a muvuca das pessoas, com as fantasias, com o preparo da cidade. Quase morro nas ladeiras escaldantes de Olinda, hahahahaha. Pra fazer xixi, tive que pagar um banheiro particular pq os banheiros eram ínfimos praquela quantidade de gente. A energia que emana daquelas ruas centenárias é fantástica. É preciso pique pra aguentar todas os dias. O que me assustou foi a quantidade de homens fazendo xixi na rua, na frente de mulheres, crianças e idosos a qualquer hora do dia. Fomos esse ano ao Recife Antigo e vi que os preços dos alimentos subiram muito pro padrão do Nordeste. Mas o que assustou mesmo lá na Rua da Moeda foi uma caixa de som gigante que foi colocada lá pra tocar, num som absurdamente alto, dance music e bate estaca. As bandinhas de frevo ficaram mudas perante à barulheira que tinha lá, o que foi uma pena, pq gosto de lá como um lugar pra família ir, levando inclusive os filhos pra dançar frevo. Mas é isso... a festa é boa quando se encaixa nas nossas referências de vida vivida.

    ResponderEliminar
  15. Clarisse10.3.14

    Nunca tinha pensado em passar o carnaval em Olinda e juro que com esse post há grandes chances de em 2015 eu estar por lá!

    ResponderEliminar
  16. Michelly Assis10.3.14

    "Que orgulho do carnaval pernambucano. Que orgulho do cacete! Que inveja de quem estava lá."

    Senti muito bem isso nesse carnaval. Estou morando em BH e aqui não tem cultura de carnaval. Esse ano, a prefeitura organizou uns polos pela cidade. Mas muito longe de ser algo legal! O povo daqui curtiu, foi o primeiro ano de festa, foi diferente. Para mim, não teve comparação e declarei ser o #piorcarnavaldomundo no IG. kkkk

    Saudade da terrinha!!

    Bjs, Conterrânea.

    ResponderEliminar
  17. Carol, Olinda/recife foi top, confusão, gente pra cacete, tudo que um bom pernambucano gosta no carnaval...
    Fazia 4 anos que n ao curtia o carnaval daqui de Olinda/recife e doi simplesmente perfeito!

    ResponderEliminar
  18. Tb pela primeira vez passei o carna no Rio nesse ano e AMEI!
    Realmente a falta de banheiros e a sujeira da cidade é algo triste, mas n sei se foram os blocos q eu fui, se foi o fato de conseguir ficar perto da música ou a companhia dos amigos mas gostei mto msm...o me beija q eu sou cineasta realmente foi disparado o melhor bloco, n acredito que tu tava lá, e eu n te vi Carol, sou sua fã haha
    beijao!

    ResponderEliminar
  19. renata10.3.14

    a sensação do carnaval "espalhado" deve ser porque o Rio é só umas 30 vezes maior que Olinda e umas 5 vezes maior que Recife, né?
    Não dá pra comparar cidades tão diferentes, mesmo que seja a mesma "festa". Manifestações populares são diferentes pelo Brasil todo, não seria diferente no carnaval.
    E sobre o lixo, a rua não ficou imunda pq os garis fizeram greve. Ficou imunda pq o povo é porco mesmo, turistas e cariocas.

    ResponderEliminar
  20. Anónimo10.3.14

    Putz, fiquei arrepiada com o texto, inventei de passar carnaval em outra cidade esse ano e só Deus sabe como me arrependi. Mesmo quem não ama carnaval como eu, vibra com a cidade, é inigualável. Feliz pelo seu reconhecimento!!!

    Bianca

    ResponderEliminar
  21. Carol, simplesmente me ri do seu carnaval no Rio pois já passei pela mesma situação anos atrás. Me arrepiei com seu texto sobre Recife e Olinda..Ah! Recife, Ah! Olinda o quão é inspirador tudo o que passa por lá, tudo o que ouvimos, desde o coco de roda (Eu vi uma sapo correndo de lá...) até um "Voltei Recife...". Felizmente este ano, após mais de 10 sem passar por lá, pude sentir a vibração e a sensação do que é o verdadeiro carnaval. As cores, as músicas os estandartes,a alegria dos que estão lá e a tristeza da quarta de cinzas....Sim nós pernambucanos ficamos tristes sim com o fim do carnaval, e na contagem regressiva pelo próximo. Como falei este ano tive a felicidade de sentir tudo isso novamente, sou sua conterrânea, amo Recife, mas infelizmente já estou longe a 13 anos, residindo hoje no Pará. Levei um paraense para lá, que voltou simplesmente querendo ficar, sensação essa, que todo mundo fica ao experimentar um carnaval deste porte. Amo meu Recife, e já prometi a mim mesma que nunca mais passo um carnaval fora de lá.

    Beijos Carol, amo seu blog!

    ResponderEliminar
  22. Carol, carnaval no Rio só é bom com bloco pequeno. Sou do tempo em que pouca coisa acontecia na cidade... as ruas ficavam vazias, praia vazia, cidade fantasma que só acordava na hora do desfile das escolas de samba. Fui em blocos como Banda de Ipanema, Bola Preta, Suvaco e alguns outros em Botafogo quando ainda era possível caminhar ao lado do carro de som, ir e vir livremente e vez ou outra até passar entre os ritmistas. Poxa vida, eu vi o Monobloco nascer! Estava no primeiro desfile deles... e do Banga, do Quizomba e de tantos outros que sugiram! A coisa foi tomando uma proporção surreal sem o menor investimento em infraestrutura! Ha dois anos desisti de tudo. Cansei dessa loucura. E olha que sempre fiquei dentro da corda (quando começou não tinha isso e muitos blocos se recusavam a colocar a maldita corda, só que não teve jeito). A maior infra-estrutura de carnaval aqui no Rio é no sambódromo. Assistir os desfiles ao vivo é fantástico! É seguro, tem banheiro (acaba o papel, mas tem banheiro) e é a melhor opção pra quem quer dançar o tempo todo sem se preocupar. MAS É CARO DEMAIS!!!! E bota demais nisso!
    Na rua é um tal de proteger sua bolsa, caçar um vendedor de água, horas e horas na fila esperando pra ir aos poucos banheiros, onibus lotado... coisas que acabaram me desestimulando pra continuar. A dica aqui é: quer ficar numa boa num bloco? Faça parte dele. Do contrário é roubada total!
    Estive em Olinda uma vez. Mas fiquei revoltada... vi poucos blocos. Em Olinda o que mais escutei foi funk carioca tocando nas casas (doi, um tapinha não doi... só as cachorras!) Mas me encantei com o Recife antigo, onde vi inumeros blocos de maracatu, frevo, assisti Selma do côco, Antonio Nobrega, Alceu, caboclinho, cavalo marinho.... E isso tudo sozinha, pois o povo que estava comigo se destruia nas ladeiras e não conseguia fazer mais nada depois. Saí de lá com a certeza de que meu coração é Pernambucano! Pra quem nunca foi a dica é se jogar assim que possível! E de preferência ficar depois do carnaval pra ir nas sedes, eu particularmente não consegui voltar antes de ir na Pitombeira.
    Próximo ano, se for ficar no Rio posso te ajudar com um roteiro dos blocos mais bacanas e onde vc vai conseguir escutar mais frevo. E como tenho contatos, posso te fornecer informações sobre o horário exato deles (sim, o povo anuncia uma coisa, mas geralmente começa antes)

    ResponderEliminar
  23. Cecília10.3.14

    Carol, já passei por essa situação - em 2011 estava morando no Rio e decidi conhecer o carnaval carioca... basta dizer que no sábado à noite eu estava chorando em frente à TV vendo o Jornal Nacional passar o "resumo" do Galo!!!
    Agora, só te dou um conselho (aliás, para todo mundo que pretende vir para Recife no carnaval) - compre JÁ a sua passagem... Pq o carnaval pode ser democrático, mas os preços das companhias aéreas, não...
    Bjos!!

    ResponderEliminar
  24. Anónimo10.3.14

    OLINDA MELHOR CARNAVAL DO BRASIL!

    ResponderEliminar
  25. puxa
    morri de vontade de ir pro Olinda
    amei as pics =)

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

    ResponderEliminar
  26. Carol, estive uma vez no carnaval de Olinda. Mas fiquei desapontada... Pra quem é de outro estado e quer ver de perto a riqueza musical de lá a melhor opção é o Recife antigo, mas sem sonhar em sentar numa mesa de restaurante (ainda que pretenda jantar), porque o preço é salgado. Mas foi no Recife antigo que passei o melhor carnaval da minha vida! Vi os blocos de frevo e de maracatu, shows de Alceu, Antonio Nobrega, Selma do côco, apresentações de caboclinho e cavalo marinho que me deixaram maravilhada! Nas ladeiras pouca coisa passou. A sensação é que eu turista, estava sempre no lugar errado, na hora errada. E mesmo parada num ponto só o que se ouvia era o funk carioca (doi, um tapinha não doi... só as cachorras) Mas fui TODOS OS DIAS! Nos dois lugares - Olinda e Recife antigo - porque sou trabalhada na duracell!
    Aqui no Rio presenciei a mudança muito de perto! Esse carnaval de rua com muitos blocos pipocando pela cidade e essa multidão tomando as ruas é coisa nova. Ha 12 anos atras nascia o Monobloco. Eu vi isso acontecer... começou com apresentações tranquilas ali no Horto. Antes disso o carnaval já tinha Suvaco, Bola Preta, Banda de Ipanema... mas era diferente! Ficava cheio mas dava pra andar ao lado do carro de som e mudar de ponto. Dava pra passar entre os ritmistas! Não tinha corda, e não teve durante um bom tempo... a maioria era contra. Mas a coisa cresceu tanto que foi impossível manter esse clima. A cada ano percebo até a intenção de melhorar a infra-estrutura do carnaval de rua daqui, mas ainda não conseguiram. Os blocos que arrastam multidões mudaram de endereço. Monobloco que desfilou pela primeira vez na Rua Jardim Botanico, passou pra orla do Leblon, depois pra orla de Copa e foi parar na Rio Branco. Banga que desfilava na Pacheco Leão, passou pra Jardim Botanico e hj fica no aterro. Sargento Pimenta saiu uma unica vez em Botafogo e fez estrago, com gente fazendo dos carros estacionados seu camarote prive. Volta Alice era uma delicia, assim como o bloco de segunda... vc ficava dando voltinhas no quarteirão!
    Nunca fiquei fora da estrutura dos blocos no carnaval carioca. Uma porque comecei como ritmista tocando surdo, depois pq mesmo sem tocar ficava dentro da corda. Mas ha dois anos atras desisti! Cansei, mesmo com certas regalias que incluem banheiro no carro de som e agua a vontade pros convidados dos blocos. A insegurança no trajeto, onibus lotado e multidão me afastaram.
    Este ano meu carnaval foi na sapucaí. Total infra-estrutura, mas paga-se caro demais por isso (2mil o lugar na frisa). Agua por 4,00. Um doublecheese do Bob's por 10,00. Mas lá ainda é possível dançar a noite toda numa boa.
    Pra quem quer ficar na rua aqui no Rio a grande dica é ir nos blocos pequenos, ainda da pra brincar nesses. O me beija é mais ou menos nesse clima, por isso vc gostou tanto. Ou começar a tocar algum instrumento nos maiores, mas aí o carnaval passa a ser cobrado mensalmente nas oficinas de percussão.
    Agora to morando no Recreio, longe desse fervo da Zona sul. E posso te garantir que aqui ainda tem um clima bacana de carnaval de rua, sem falar que não tem o lixo exorbitante que se viu na zona sul. Teve bloco todo dia na orla, clima familia, nada no chão. Mas é bom não fazer alarde porque do contrario ano que vem entope!

    ResponderEliminar
  27. Puxa, eu sempre achei que o carnaval do Rio era tudo de perfeito!!! Talvez seja por causa da minha mentalidade Curitibana (pense, aqui o carnaval é mais miado que o feriado de finados hahaha)
    Fiquei com vontade de conhecer Olinda! Quem sabe um dia ;)
    beijo!

    ResponderEliminar
  28. É vc querendo voltar pra Olinda em 2015 e eu querendo ir pro Rio hahahaha

    olhe, NÃO EXISTE CARNAVAL como o de Olinda, mas esse ano eu não achei tão legal. A cada ano o número de pessoas aumenta, mas eles simplesmente não aumentam o número de banheiros, então a xixizada tomou conta das ladeiras esse ano de uma forma grotesca! Sem falar que a moda agora é todo mundo ir pras festas promovidas nos camarotes lá de Olinda, o que tira o brilho do carnaval um pouco (não concebo a pessoa ir pra carnaval de frevo e PAGAR pra ouvir Rappa, por exemplo). Se eu pudesse eu proibia todas essas festas privadas, mas vai de cada um né! haiuhaiuahaiu
    E em relação ao Lepo Lepo, eu ouvi da Bonfim aos Quatro Cantos, que óooodio! Fiquei sem entender nada, eu vim pra ouvir FREVO, kct! Inclusive, ouvi a própria bateria do D'Breck tocando o ritmo e as pessoas ao redor cantando, achei uó! Oo Por isso, nem se iluda achando que o povo aqui não sofreu, porque sofremos sim com esse Lepo Lepo hahahaha

    Partiu Rio 2015!

    Bjo

    ResponderEliminar
  29. Anónimo10.3.14

    Faço das palavras da Renata, minhas.

    "a sensação do carnaval "espalhado" deve ser porque o Rio é só umas 30 vezes maior que Olinda e umas 5 vezes maior que Recife, né?
    Não dá pra comparar cidades tão diferentes, mesmo que seja a mesma "festa". Manifestações populares são diferentes pelo Brasil todo, não seria diferente no carnaval.
    E sobre o lixo, a rua não ficou imunda pq os garis fizeram greve. Ficou imunda pq o povo é porco mesmo, turistas e cariocas. "

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim sim, o Rio é 30 vezes maior, mas em Santa Teresa, por exemplo, poderia existir um polo carnavalesco com blocos o dia inteiro. Foi nesse sentido que eu fiz a comparação. Do carnaval no Rio ser disperso e os blocos pipocarem em lugares muito distantes. :)

      beijos

      Eliminar
  30. Carnaval Olinda/Recife foi lindo de se ver!!! Tudo PERFEITO!!!
    Voce esqueceu que alem do MARCO ZERO... Recife tem os Polos Descentralizados que estavam maravilhosos tambem!!!! Olinda esta linda... Domingao de sol... com Enquanto isso na sala da justica descendo as ladeiras, lindo de se ver!!!
    Tudo tudo perfeito!!! Que venha logo 2015!!! \O/

    ResponderEliminar
  31. Que coisa linda Recife e Olinda, muita vontade de conhecer.
    Quanto a policiamento, banheiros e lixeira, isso não muda neh, os prefeitos não ligam para isso, parece que ninguem faz nada a gente se sente tão insultada quando paga os impostos e ve que eles não cuidam da cidade.
    Mas estava tudo lindo, as fotos suas ficaram de mais e os looks também, bjs!!!

    http://www.caseiquerocasa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  32. Natália10.3.14

    Carol.. visito seu blog mas nunca fui deixar comentários por aqui. Dessa vez, tive que comentar.. o que você escreveu sobre o nosso carnaval de Recife/Olinda me arrepiou!! Aqui se faz o melhor carnaval do mundo SIM <3 Muito orgulho!! beijos

    ResponderEliminar
  33. Raquel Ribeiro10.3.14

    O lixo na rua não foi uma vergonha proporcionada pelos garis, e muito menos pelas pessoas, e sim pelo prefeito. Felizmente, quem está engajado com as lutas populares, aceitou super bem toda a sujeira das ruas pelo fato dela representar um movimento admirável de greve, e principalmente, por este movimento ter conquistado tantos benefícios para um classe incrível. É preciso deixar claro que isso foi um fato isolado motivado por uma causa justa, pois o serviço de coleta de lixo no Rio de Janeiro é um dos mais eficientes do Brasil. O carnaval do Rio tem uma série de problemas sim, mas acredito que sua experiência não foi tão boa pq sua escolha de blocos foi bem ruim. Um dos problemas do carnaval do Rio é a burocracia para se oficializar um bloco, por isso, existem muitos blocos (os melhores) que não são oficiais e por isso não são divulgados, pra uma semi-turista como você fica difícil mesmo acompanhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Raquel!!

      É claro que a greve não foi vergonha proporcionada pelos garis. Eles são os menos responsáveis pelo lixo na cidade. A cidade não oferece estrutura pro carnaval e o povo também não colabora. Só mencionei a greve para explicar pra quem não estava aqui pra ver como a cidade ficou. Mas de jeito nenhum foi pra desmerecer o movimento dos garis. Quanto aos blocos, eu realmente não conheço a burocracia por trás, mas mais do que os blocos serem ruins ou não, eu senti falta mesmo foi de escutar música. Até música ruim tava valendo, mas a gente escutou muito pouco, por que não conseguíamos chegar aos blocos. :/

      beijo beijooo

      Eliminar
  34. Carol, acho que só o turista ainda cai nessa ilusão do carnaval carioca. Sim, já foi bom, com aquela vibe "Maracanã" de todo mundo junto cantando e curtindo, mas há muito tempo virou uma enorme micareta. Nem meus amigos sagazes de bloco curtem mais. A ideia do carnaval no Rio é muito melhor do que o carnaval de fato.

    Agora, acho que o problema do lixo não foi greve dos garis né? O problema do lixo é que as pessoas acham que só porque é carnaval têm que se comportar que nem bicho. Viajei e cheguei no Rio na 4a naquela sensação de contagem dos corpos, só pra ver a cidade tomada por lixo e fedor de cerveja com xixi. Que acontece todo ano mas ninguém se toca porque tem o Sr. Gari pra fazer mutirão ao modesto valor de 800 reais por mês. Achei certíssimo o timing dessa greve.

    http://meuestiloe.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza o problema do lixo não são os garis, óbvio. Não foram eles que produziram o lixo. O problema foi a prefeitura não ter estrutura pra um carnaval. Faltou lixeiro e faltou valorizarem a classe de quem limpa as ruas. Concordo com você que o timing da greve foi certíssimo MESMO. Não condeno de jeito nenhum. Mas realmente a cidade ficou um caos, parecendo um fim de guerra. Foi triste. :/


      beijosss

      Eliminar
  35. Carol, achei mega construtivo o seu post. Sou carioca e reconheço todas as críticas que você fez, acho que o ponto mais importante é a logística dos blocos e preparo da cidade. Cidades nordestinas dão um banho no Rio em relação à esse quesito, quanto ao estilo musical é questão de cultura e gosto realmente, assim como o carnaval de BH toca Sertanejo, enfim. Pra curtir carnaval no Rio infelizmente é necessário experiência, vivo isso ano após ano, é uma pena porque é uma cidade tão linda que durante o período do carnaval se resume à Marquês de Sapucaí, esquecendo dos que não tem condições de curtir um carnaval mais pomposo. Espero que você aproveite mais o próximo ano :)

    ResponderEliminar
  36. Anónimo10.3.14

    Carols,
    Adoro/ amo seu blog e sou fa do carnaval de recife/ olinda!
    Já passei 2 lá!
    Realmente é O lugar pra se brincar carnaval.
    A única coisa boa do carnaval do rio e salvador é a frequência.
    Pra quem quer ser feliz e beijar na boca, recife/ olinda são uó!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HUAHAUHAUAHAUHAU

      melhor comentário!! realmente pra beijar na boca Recife/Olinda não é lá um paraíso! kkkkk beijo

      Eliminar
  37. O problema do Carnaval no Rio de Janeiro é que ele foi montado artificialmente pela prefeitura, com a intenção de faturar com o turismo. Falo com conhecimento de quem mora em Ipanema a 44 anos e onde só havia a "Banda de Ipanema", que este este ano completou 50 de existência. Há apenas 5 anos ou pouco mais que virou este Carnaval "fake", onde a única meta é vender cerveja. Para que tudo desse certo, permitiram mais de 400 blocos e totalmente sem estrutura nenhuma e para piorar este ano com a greve dos gáris, o que se viu foi o inferno na terra. Nestes últimos anos, a quarta feira de cinzas já era um quadro dantesco, com lixo e o mais insuportável cheiro de urina. A conclusão que se chega, é que não é visando apenas lucro que se faz um carnaval. Desta vez a imagem da cidade ficou arranhada, mas será que os "responsáveis" vão se tocar? Acredito que não, pois os mesmos devem ter passado o Carnaval bem longe daqui, em algum lugar paradisíaco e para nós pobres mortais restou o lixo a urina o vandalismo e salve-se quem puder!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu soube dissooooo! soube que o carnaval daqui praticamente foi criado pela Antárctica e agora virou zona. Também espero que o carnaval de rua do Rio melhore, por que tem muito potencial pra ser maravilhoso!!!

      bjsss

      Eliminar
  38. O problema do Carnaval no Rio de Janeiro é que ele foi montado artificialmente pela prefeitura, com a intenção de faturar com o turismo. Falo com conhecimento de quem mora em Ipanema a 44 anos e onde só havia a "Banda de Ipanema", que este este ano completou 50 de existência. Há apenas 5 anos ou pouco mais que virou este Carnaval "fake", onde a única meta é vender cerveja. Para que tudo desse certo, permitiram mais de 400 blocos e totalmente sem estrutura nenhuma e para piorar este ano com a greve dos gáris, o que se viu foi o inferno na terra. Nestes últimos anos, a quarta feira de cinzas já era um quadro dantesco, com lixo e o mais insuportável cheiro de urina. A conclusão que se chega, é que não é visando apenas lucro que se faz um carnaval. Desta vez a imagem da cidade ficou arranhada, mas será que os "responsáveis" vão se tocar? Acredito que não, pois os mesmos devem ter passado o Carnaval bem longe daqui, em algum lugar paradisíaco e para nós pobres mortais restou o lixo a urina o vandalismo e salve-se quem puder!!!!

    ResponderEliminar
  39. eu nem sou de carnaval (todo ano tento, btw) mas só queria dizer que vi essas fotos do carnaval daqui enquanto tocava 'under preassure' e tudo ficou épico. sério mesmo, tive que comentar.

    sinto falta aqui em recife de ver blocos tocando coisas coisas além dos frevos de sempre. acho que só conheço o 'tá bom a gente freva', que toca rock em ritmo de frevo. queria mais coisas do tipo. =/

    ResponderEliminar
  40. Massa o post Carol, sou de Recife e esse carnaval foi SHOW! Mas sinto decepcioná-la, lepo lepo aqui foi booooooia hehehe.

    Beeijo :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tô sabendo que o lepo lepo consumiu o carnaval! que triste. é até bom pra gente se divertir, mas não deveria tocar em Olinda. :(

      Eliminar
  41. Carol sou foliã do Rio a 4 anos... rsrsr então pode-se dizer que sou experiente no assunto... hehehe. Definitivamente esse não foi o melhor dos carnavais... principalmente a quastão do lixo.
    Quanto aos blocos q vc foi... tirando o Me beija que eu sou cineasta, TODOS estão muito ruins. Quando eu ia a tempos atras eram bem mais vazios e divertidos. Então pra quem quer curtir carnaval no Rio... FUJAM de blocos muito famosos... bola preta, monobloco, sargento pimenta, carmelitas e céu na terra... e não pise em ipanema que nessa epoca fica impossivel.
    Dos bloco legais posso te recomendar o boi tolo, Aconteceu, em santa. Os do largo do machado. Cinebloco, Bunitos de corpo... tenta achar os blocos que ngm conheçe...
    Tem um que fui q começa as 4 da tarde e vai até as 8 da manha do dia seguinte. Ele sai ali atras da biblioteca nacional na segunda. E sabe pq é bom??? Eles mudam o trajeto todo ano e o nome tbm. Só a concentração permanece... esse bloco foi maravilhoso pq foi o unico que teve cara de carnaval pra mim. Beijos e aproveitem as dicas!

    ResponderEliminar
  42. Anónimo10.3.14

    Concordo com vc, Carol. Esse carnaval eu não criei expectativas, pq todo ano me frustro.
    Todo ano eu pensava "esse ano vai ser melhor!", mas a frustração era sempre a mesma. Sou de Bsb, passar carnaval lá é deprimente, e acho que por isso sempre tive muita vontade de curtir ao máximo o carnaval daqui do Rio.
    Como eu não estava ligando muito este ano, até que o saldo foi positivo!
    Com certeza a questão de não ouvir o bloco é frustrante, a questão dos banheiros (ainda bem que eu não bebo, imagino o perrengue da galera), o lixo, a falta de logística, as andanças... realmente, o carnaval do Rio deixa muito a desejar!
    Já passei um carnaval em Olinda, mas eu tinha uns 9 anos, não lembro da energia. Mas lembro dos bonecos gigantes, das meninas vestidas com roupa de frevo, das ladeiras... Tomara que eu tenha a oportunidade de passar um carnaval de novo lá, deu vontade depois de ler sua paixão. :)

    Bjs,
    Gabi Elmokdisi

    ResponderEliminar
  43. Anónimo10.3.14

    Rio é Rio, Olinda é Olinda! Outras perspectivas, outras idéias de carnaval, não se compara. O carnaval do Rio tem aspectos a se melhorar assim como o de Olinda deve ter. Ir a um, pensando e assim comparando com outro, acredito que a "impeça" de ver a lindeza que é o carnaval do Rio.
    Ir a blocos "furada" é praticamente inevitável quando não se conhece o carnaval do lugar...
    E de fato não se planejar como vc mesma, Carol, mencionou agrava a situação e prejudica sua impressão quanto ao carnaval carioca. Como disse comprar um carnaval que se conhece "como a palma da mão", com outro que pouco viveu... é difícil, arrisco até injusto rsrs
    Que me desculpem, mas o carnaval do Rio continua sendo bom! Ao meu ver.

    ResponderEliminar
  44. Em 2011 eu fiz uma peregrinação carnavalesca e passei a semana pré na Bahia, de sexta a domingo em Recife e o restante dos dias no Rio. E olha, AMEI o carnaval de rua carioca e voltei dizendo que tinha achado melhor que o do Rio. Não sei se acertei os blocos porque, com exceção da banda de ipanema, todos eles tinham música, mas o fato é que amei! Chegamos do aeroporto e fomos direto pra um samba de roda na orla do Leme. No dia seguinte fomos ao centro olhar as alegorias estacionadas e de lá emendamos um bloco no outro. Quase todos ótimos! A única coisa que achei ruim foi a falta de banheiros. Via as notícias de que as pessoas estavam sendo presos por fazer xixi na rua e só pensava que no dia seguinte podia ser eu, já que os poucos banheiros químicos existentes estavam tão lotados de urina que vc nem conseguia entrar neles! Enfim, da minha peregrinação, foi o carnaval que mais gostei e olha que sou bairrista! (detestei salvador, vai ver pq era semana pré...). Mas é fato que o carnaval de Recife/Olinda tem uma energia toda especial! :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  45. "É lindo ver, o dia amanhecer
    Com violões e pastorinhas mil
    Dizendo bem
    Que o Recife tem
    O carnaval melhor do meu Brasil !!! "

    ResponderEliminar
  46. Larissa Lôbo11.3.14

    Carol!
    Sou de Recife e estou morando no Rio desde o ano passado. Esse ano foi meu primeiro carnaval no Rio e não gostei meeesmo do carnaval daqui (pelos mesmos motivos que você citou). Concordo com tudo que você falou no texto. Espero nunca mais passar carnaval longe de Recife e Olinda.
    Bjo
    Até o ano que vem nas ladeiras de Olinda :)

    ResponderEliminar
  47. Carol, sou sua conterrânea e a pergunta que não quer calar é: onde você fica em Olinda que tem bloco passando o tempo inteiro e música tocando? Fiquei um tempo sem passar o carnaval na terrinha e há três anos tento convencer meu marido que o carnaval de Olinda é o que há, mas tá difícil!!! Ele tem a mesma queixa que uma leitora baiana falou aí em cima: tem horas que simplesmente não tem música, é literalmente só um monte de gente bebendo na rua!!! Já tentei várias ruas e sempre acontece a mesma coisa. Esse ano aconteceu uma coisa curiosa até. Na terça-feira estávamos no Bonfim, nenhuma música, nem um chocalho tocando, aí numa dessas casas com shows pagos começou o show de Jorge e Mateus. Resultado: todo mundo cantando sertanejo 😒 Eu me pergunto se tivesse uma banda tocando frevo naquele local durante os intervalos das troças se isso teria acontecido!!! Também amo o nosso carnaval, mas existe uma pá de coisas que precisa ser repensada!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na frente da prefeituraaaa! é bloco o tempo todo! heheheh beijooo

      Eliminar
  48. Carol, concordo em MUITOS pontos do seu post.
    Sou do Maranhão e fomos em um bonde para curtir o carnaval no Rio...pensa só 16 pessoas dentro de um mini apartamento de 2 quartos HAHAHAHA foi BOM demais. A bagunça, não os blocos. Como ninguem ainda tinha passado carna no rio (nem meus amigos que hoje moram ai) só fomos em bloco furada!!!! AHHH se alguem tivesse me avisado como as coisas funcionavam por ai...
    Sabado: Carmelitas em Santa Teresa. Carol, minha filha, sabe todos os exercícios físicos que não fiz na academia? Pois é, nesse dia senti cada pizza domino's dobrada que comi nessa minha existência! Andei, subi, corri, andei mais um pouco, chorei com o pé já cortado, tirei a sandalia, coloquei de novo e quando finalmente cheguei no trio...o bloco acabou. Imagina a frustração.
    Domingo: outra furada, das grandes, das masters, daquelas que até hoje desconfio que foi Deus me colocando de castigo pelos pecados da vida. Me enfiei no Bloco da Favorita...EM SAO CONRADO. Alguem poderia ter me avisado, assim...onde fica são conrado ne? E a dificuldade pra ir e pra voltar. Me senti uma sardinha no bloco, multidão que eu nunca tinha visto igual na vida.
    Segunda: Fomos pro Sargento Pimenta e eu A M E I. Simplesmente porque foi o primeiro bloco que eu podia ouvir musica!!!!!! Ai eu me esbaldei bebi horrores e na minha cabeça mesmo tava tocando Beijinho no ombro enquanto para os que nao estavam na minha vibe tocava All you need is love. Pobres mortais. Para mim foi Mr.Catra Pimenta o nome do bloco.
    Terça: Fui no melhor bloco de todos para mim. O cachorro cansado. Não tava essas lotações, e eu pude curti a musica do começo ao fim!!! Aproveitei pra me embriagar demais e foi o melhor dia!! Sacolé, cerveja, vodka, capirinha...tudo ao mesmo tempo e misturado que só eu sei o que passei no outro dia com essa bomba na barriga
    Moral da história: Com certeza quero passar carna no rio de novo. Mas agora já sei como tudo funciona por la, onde ir e onde nem passar por perto. E acho que, na proxima, de fato, será o melhor da minha vida.

    ResponderEliminar
  49. Anónimo11.3.14

    Volta pra Recife. É simples.
    Vem faturar na cidade e sentar o pau depois.
    Faltou lixeiro.
    Lixeiro só tem que trabalhar c salário que a senhorita usa p pagar uma bobagem qualquer.
    Patricinha.

    Deborah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou a maior defensora do amor ao Rio, mas tenho o direito de não gostar do carnaval daqui né? Se eu amo, sou patricinha por que amo a zona sul. Se não amo sou patricinha por que não entendo os garis? Ah vá! Isso que é sentar o pau sem motivo.

      O que eu faturo na cidade, eu gasto na cidade e pago de imposto na cidade também, e viver aqui não é nada barato. Então não entendo sua revolta.

      Faltou lixeiro FÍSICO, local para colocar o lixo. A greve dos garis foi oportuna pro momento e eu não condeno a greve, apenas comentei no post para que, quem não está por dentro da situação, entenda porquê o lixo ficou acumulado.

      Entendeu, ou quer que explique melhor?

      Eliminar
  50. "Que orgulho do carnaval pernambucano. Que orgulho do cacete! Que inveja de quem estava lá. "
    Foi exatamente o que eu pensei ao ver essas fotos...

    Prima, eu partilhei essa mesma sensação daqui de Portugal. Eu amoo morar aqui, a qualidade de vida, e tudo mais que tu já sabe pq né... tu cresceu aqui kkkk mas pqp... como foi difícil eu ver as fotos da galera em Olinda, no Recife Antigo, curtindo Lenine no Marco Zero. Ainda bem que o carnaval já acabou pq eu não tava mais me aguentando de tanta inveja hahahahahah aqui em Portugal o carnaval é uma bela de uma bosta, e nesse aspecto eu digo: Eita que orgulho que eu tenho de ser brasileira e pernambucana! Mas fazer o que ne? Em 2015 tambem quero passar meu carnaval ao som do frevo... se não for possível, eu me roou de inveja de novo que nem esse ano. hahahahhaha

    Um xêro da prima! :*

    ResponderEliminar
  51. Oi Carols, com certeza te muito comentário e resposta interessante para ler aqui...mas estou na correria agora. kkkkkk
    Eu acho que a fantasia de mulher maravilha estava na promoção no Saara kkkkkk, pois para tudo que é lado que eu andava só dava mulher maravilha. Quando vi a sua primeira foto lá no face, pensei: até tu, Carol? ahahahahah, foi mal....
    Mas enfim....eu sou fluminense, terra da escola de samba Beija Flor e carnaval de bairro (subúrbio) é bem diferente desses aqui no Rio. Tem até "coreto" kkkkkk
    Já curti mais, mas não chega a ser uma necessidade imensa para mim ir nos blocos, até porque estava um calor foda. Mas como curto Lu & Cru, tive que ir na Praça XV. Até achei legal, e fiquei chateada que era quase na mesma hora do sgto pimenta, melhor ainda foi que não tocou o lepo lepo ainda bem....Mas concordo com vc, a prefeitura quase não faz nada pela cidade, não enfeita.... e olha que vc tá na zona sul hein....imagina o "resto"....
    Simplesmente acham que o carnaval são só os desfiles das escolas de samba e esquece o "tradicional", os blocos e afins. Tudo ou quase tudo gira em torno dos desfiles, que convenhamos é divertimento mais para gente de fora da cidade do que de dentro. E além do mais é bem $$$$, coisa para turista ver. Popular mesmo só fica no setor 01 olhando a concentração das escolas e e olhe lá. Coisas do Rio que esquece da tradição como o seu amado Recife, aqui tenta-se modernizar e dá nessa merda. Fico feliz que sua cidade tem uma estrutura melhor, pois assim as pessoas se divertem mais e não perdem tempo. As últimas fotos do seu post são lindas!
    Eu já vi Olinda, Salvador e aqueles bonecos gigantes ahahahah na TV e realmente parecem mais divertidos do que aqui mesmo....Mas se vc for parar para analisar o povo do Rio mesmo não gosta de ficar aqui no carnaval, querem sempre ir para a região dos lagos etc, lotar as praias cabofrienses e sujar a cidade alheia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  52. Poxa, Carol, podia ter dado uma moralzinha pra greve dos garis. Eu sou carioca e achei genial eles terem parado nesse exato momento e chamado atenção do Brasil inteiro, quiçá do mundo! " Ipanema estava NOJENTA por causa da grave dos garis. Aliás, a cidade inteira estava um lixão a céu aberto. Uma vergonha". Vc poderia ter desenvolvido melhor essa "vergonha" pois a única coisa vergonhosa de uma cidade que depois de séculos acorda para o trabalho insano dessas pessoas é que COMO É QUE NINGUÉM FAZ NADA PELAS CATEGORIAS DE BASE? E não se Ipanema estava limpa ou suja...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Isabella!! eu também achei genial eles aproveitaram o carnaval pra fazer greve e entendo os motivos, mas o post não era pra militar por causa nenhuma, foi só um comentário aleatório mesmo, que foi um dos motivos pra cidade ter ficado um pandemônio, mas sem juízos de valor sobre a categoria. Só isso mesmo. ;)

      beijosss

      Eliminar
  53. Olá Carol.
    Sou carioca mas me considero a "mais pernambucana das cariocas" e te acho a "mais carioca das pernambucanas" desde que vc morava em Recife. Quando vc mudou pro Rio, achei mesmo que ia adorar!!

    Quanto ao carnaval, este ano vim "conhecer" (sim, conhecer pq quando saí do Rio não tinha esse carnaval de rua), mas concordo EM TUDO que vc postou.E assino embaixo!!
    Eitaaaaa saudade do sobe e desce das ladeiras de Olinda ao som de músicas!!
    Tbém fui pro Céu na Terra, mas como sabia que saía exatamente as 7h e não ia conseguir chegar a tempo, estrategicamente cheguei pela frente e fui ao encontro do bloco chegando.
    E domingo você devia ter ido pro Cordão do Boi Tolo (Praça XV), simplesmente o melhor bloco carioca que fui atrás. Foi o percurso todo com TODO mundo cantando as músicas. Foi incrível!!
    http://vivointensamenteascoisasmaissimples.blogspot.com.br/2014/03/cordao-do-boi-tolo.html

    Sobre o lixo, prefiro não comentar (e lembrar que de manhã as ladeiras olindenses são lavadas e varridas. E o Recife Antigo no final da noite somos praticamente expulsos pelas vassouras dos garis. Enfim....)

    Mas valeu muito a pena meu carnaval por aqui! Mas ano que vem com certeza estarei em Recife/Olinda, e quem sabe a gente não se esbarra pelo carnaval pernambucano. E estarei tocando minha alfaia que este ano dei férias!! rsrs

    Bjs grande de uma fã que adora o que vc escreve e veste,
    Adriana Ávila
    http://vivointensamenteascoisasmaissimples.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  54. Esse post foi uma mistura de tudo que eu senti esse ano no carnaval de Olinda, tá td bem, fui só um dia e passei os outros em casa com inveja de quem tava lá, porque REALMENTE é incrível!
    Mas Olinda é logo ali (sou de João Pessoa, PB) e ano que vem tem mais! e com todaaaaa a certeza da minha vida, ainda que ninguém vá comigo, vou subir e descer ladeira numa curtição danada, porque é maravilhoso ter o privilégio de participar!

    ResponderEliminar
  55. Esse post foi uma mistura de tudo que eu senti esse ano no carnaval de Olinda, tá td bem, fui só um dia e passei os outros em casa com inveja de quem tava lá, porque REALMENTE é incrível!
    Mas Olinda é logo ali (sou de João Pessoa, PB) e ano que vem tem mais! e com todaaaaa a certeza da minha vida, ainda que ninguém vá comigo, vou subir e descer ladeira numa curtição danada, porque é maravilhoso ter o privilégio de participar!

    ResponderEliminar
  56. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  57. Muito bom saber que não estou sozinha e compartilho com a sua opinião. Nasci em Salvador, moro no Rio a 6 anos, já tentei pular o carnaval daqui inúmeras vezes e sempre me enrolam com essa história de que eu não fui nos blocos certos (sendo que já tentei ir em quase todos esses que falam que são os bons).
    Sempre fui apaixonada por Carnaval. E quando falo isso não falo do Carnaval com axé music e caro dos blocos de corda. Mas o Carnaval de rua, do folião pipoca, do Carnaval raiz, com guitarra baiana, percussão, marchinhas, frevo, maracatu. Nesse ponto as cidades do Nordeste dão um verdadeiro banho. O Carnaval gira em torno da música, que é o que alegra e anima o povo, é o que faz o coração do folião ferver.
    Além disso a falta de estrutura do Rio é de chorar. Faltam banheiros, limpeza (independente da greve dos garis desse ano) e segurança. Concordo com todas as linhas do que escreveu e morri com o texto sobre o Carnaval de Recife. Isso sim é Carnaval de arrepiar!

    ResponderEliminar
  58. Anónimo11.3.14

    Falar do Carnaval pernambucano arrepia... É por isso que não sinto nem curiosidade de conhecer outros!
    Beijo Carols!
    Patricia.

    ResponderEliminar
  59. oi Carol, te vi domingo de carnaval no mc donald com a blusa preta mesmo ^^
    Ainn eu como leitora qndo t vi fiquei tão felizz.. queria falar contigo, mas meu boy disse q eu tava mto abestalhada rsrsrs e mc donald tava lotado :/
    mas legal t ver.. vc é mesmo muito bonita!

    sucesso sempre flor!!

    bjocas
    Lu

    ResponderEliminar
  60. Que post incrível!!! Sempre que tenho tempo entro nesse site para ver como andam as coisas e ver suas criações maravilhosas, mas hoje eu tive de comentar hahaha Concordo em número, gênero e grau. Passei o carnaval de 2012 no Rio e não mais trocarei o Carnaval de Recife/ Olinda. Sou apaixonadíssima por essa abundância cultural.
    Espero que em 2015 seja como você desejar :) Bjkss

    ResponderEliminar
  61. Anónimo12.3.14

    Carol nunca me emocionei tanto por um post como esse seu sobre o carnaval inigualável de Olinda/Recife. Moro em Salvador há sete anos, e conheço bem o carnaval segmentador e excludente daqui. Sou do RN mas sempre passei carnaval em PE. Já conheci o do RJ em 2012 o do Minas em 2009, mas nenhum desses se compara a diversidade e democracia do carnaval pernambucano. Quando defendo ninguém entende, os baianos então só faltam me matar, e provavelmente eles não iriam curtir de fossem. Enfim, só conhece quem já foi e já sentiu essa emoção. beijos e que em 2015 possamos passar nos meio das ladeiras,kkk

    ResponderEliminar
  62. Carol acompanho seu blog a muitos anos e primeira vez que comento, Amiga CARNAVAL DE RECIFE como diz a própria letra "É lindo ver ver o dia amanhecer, ouvir ao longe pastorinhas mil,
    dizendo bem, que o Recife tem, o carnaval melhor do meu Brasil.." E de fato, sou do Rio mais a familia do meu pai é de lá e a gente vai todo ano no carnaval e sim só curtimos quando estamos lá porque sim, ESSE É O CARNAVAL DE VERDADE, vi que você curtiu de montão aqui, mais espero que ano que vem vá pra nossa terra, só porque quem vive sabe que esperamos 1 ano pra viver aquela festa maravilhosa! BEIJÃO.

    ResponderEliminar
  63. Carol,

    É questão de gosto mesmo, vc tá mais que acostumada com o carnaval de Recife/Olinda.
    Aqui é uma cidade muito maior e os blocos são dispersos para que não fiquem só na zona sul e que todos possam curtir blocos em seus bairros, não sobrecarregando outros.
    Os blocos mais famosos estão "inchados" é muita gente e a estrutura não é boa.
    A prefeitura tem grande parcela, pois não ajuda na infraestrutura e nem cobra providências pertinentes aos blocos, acaba que alguns ficam zoneados mesmo.
    Quando tiver oportunidade, vá pra Sapucaí, quem sabe até desfilar, vc vai adorar! Claro, se vc gostar de samba.
    Assim como muitas e vc tb, achei magnífica a ideia dos garis terem feito essa greve no carnaval, infelizmente prejudicou toda a cidade, mas foi a única maneira de eles terem o direito deles atendido.

    ResponderEliminar
  64. Carol, adorei seu post, me lembrou do meu primeiro e único Carnaval no Rio, há mais de 5 anos já, na rua, maravilhoso, animado e super musical! De lá pra cá tenho prestigiado o nascente carnaval da minha cidade, Belo Horizonte, que está em seu auge, repleto de blocos em toda a cidade, para todos os gostos. Um dia ainda hei de conhecer o de Recife/Olinda; tenho amigos que há anos não perdem um.

    Aproveito para comentar algo que passou batido, acredito, por aqui, nas discussões... Eu percebi que você mencionou "lixeiros" se referindo ao objeto físico, para descartar lixo. Só que, acredito que em boa parte do Sudeste, se usa lixeira, no feminino. Fazendo uma pesquisa no Google vi que o termo no masculino também é usado em outras regiões, mas em BH, no Rio e em São Paulo nunca vi alguém falando em "lixeiros", ehehehe... Acho que muita gente se confundiu por aqui, rsrsr...

    ResponderEliminar
  65. Priscila15.3.14

    Carol, teu post foi lindo! Eu curti o carnaval em olinda esse ano, e foi demais! Tudo isso que vc falou... porém... tocou lepo lepo sim! Essa música invadiu! hahaha

    ResponderEliminar
  66. O carnaval de Olinda também existe no Rio, mas na zona norte, onde você encontra as verdadeiras raízes.

    ResponderEliminar
  67. O carnaval de Olinda também existe no Rio, mas na zona norte, onde estão as verdadeiras raízes.

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature