Um diário de vida, viagens e estilo.

me olha, me lê e me conta uma nova história

11 outubro 2012
Vocês sabem que eu adoro escrever. Não é de hoje e sempre foi assim. Mesmo sendo uma pessoa das "imagens", é nas palavras que eu encontro a expressão mais fiel do sentimento. Um aplauso para o vasto campo lexical português, que de tantas palavras que tem, fica até simples contar uma história. 

Mas e quando a história não é nossa? Quando a gente cria uma narrativa própria, que nasce apenas da inquietação do coração? A história começa como uma cena parada de filme mudo que ele não conhece o título, mas tenta advinhar as falas. Advinhar não, ele cria.


Como um roteirista da vida alheia, Pedrinho Fonseca (amigo com quem trabalhei, pai de dois brotinhos de flor e marido da sorridente Lua, do blog Amei!) criou uma loja de histórias. Uma loja pra quem gosta de ler. Uma loja onde a moeda é a troca. Nas prateleiras, Pedrinho reúne fotos enviadas por pessoas de vários cantos do mundo. Ele pega essas fotos e cria uma história para elas. Um texto livre da intenção das lentes, um texto que só ele sabe o fim.

E a cada foto nova a loja vai crescendo, vai tomando forma, proporção, palavra e cor. Parece que os textos separados vão se misturando e virando ponto firme de uma tapeçaria minunciosamente trabalhada. E eu quase consigo enxergar como todas as histórias, em algum momento, vão formar o metro delicado de uma toalha bordada. Dessas que a gente faz questão de ter na mesa.

A cada nova postagem eu, espectadora passiva dessa criação, fico mais ansiosa pra conhecer a próxima foto, a próxima história e descobrir, também, o que Pedrinho escreveu pra mim. Sim, por que eu fiz a minha parte e mandei uma fotografia. Eu jamais me perdoaria de ficar de fora dessa prateleira.


Essa foi a foto que eu enviei. E esse é o texto dele: Por um instante.

Pra quem adora ler coisas novas, taí um projeto que vale a pena o clique. 

Beijos, Carols
12 comentários on "me olha, me lê e me conta uma nova história"
  1. Concordo, Carol. A língua portuguesa é riquíssima, ilimitada e de uma sonoridade ímpar. Já li traduções de livros que ficaram infinitamente melhores que seus originais pelo simples (ou complexo?) fato de estarem em português. Conto com a sua ajuda para não deixar matarem nos bela língua na internet e, principalmente, em blogs, que insistem nas abreviações, se esquecem (será que sabem?) das concordâncias e se empapuçam do estrangeirismo, gerundismo e todos os ismos... Escrever certo deve doer, né? E o tal do "chatiada"? Morri... Beijos, Manu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuela,
      Sou médica, filha de uma ex professora de português que também virou médica e fui criada lendo livros que ela recebia enquanto dava aula... Até hoje adoro ler, adoro escrever e fico incomodadíssima com taaantoos erros de português que vejo por aí. Blog não é jornal e nem revista, mas quem se propõe a escrever, tem que no mínimo fazer correto, não é? Por isso sou fãzona do blog da Carol: moda pra todos os bolsos e um português que além de perfeito é quase poético! =) Desculpe me intrometer no seu comentário!

      Eliminar
    2. :) Junto-me ao grupo! :)

      Eliminar
    3. Sempre bem-vindas, Maria Helena, Ma Stump e quaisquer outras que não mais suportam ver a lenta morte da língua portuguesa...

      Eliminar
  2. Nossa... Loja de Histórias é simplesmente demais!!! Passei horas lá, mas tive que voltar a trabalhar... Rsrs... Amei!
    Bjuhs Carol!

    ResponderEliminar
  3. Carol, que ideia genial esse site! Uma ideia que merece mesmo ser compartilhada! Em tempos de publicações e compartilhamentos vazios em redes sociais como o facebook, essa é uma ideia que merece ser disseminada!

    Obrigada por me mostrar tanta coisa legal no seu blog.
    Como já disse, sou sua fã!

    ResponderEliminar
  4. Carol, que ideia fantástica! Em tempos de publicações e compartilhamentos vazios em redes sociais como o Facebook, essa é uma ideia que merece ser disseminada!

    Obrigada por estar sempre apresentando coisas maravilhosas em seu blog, aliás, em SEUS BLOGS! Você tem talento de sobra e me acrescenta muito! Como já disse antes: SOU SUA FÃ!

    ;*

    ResponderEliminar
  5. Estou apaixonada pela iniciativa e louca pra ler e conhecer as histórias escritas por ele, mas o site não está abrindo... :/

    ResponderEliminar
  6. Estou apaixonada pela iniciativa e louca pra ler e conhecer as histórias escritas por ele, mas o site não está abrindo... Sabe se está com algum problema?

    ResponderEliminar
  7. Nossa adorei! Parabéns pelo blog...Raquel

    ResponderEliminar
  8. Rayana Galvão11.10.12

    Que dica massa! Valeu, Carol.
    Agora, te leio, te vejo e te conto uma história: vou me apoderar da sua coragem pra se desfazer do cabelão e vou cortar o meu, também.
    Inclusive, vou me apoderar também do seu modelo de corte! Hehehe
    Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Carol, você já deve ter cruzado outras vezes comigo por aqui... Visito dia sim dia também seu espeaço e seus pensamentos e novas referências sempre me cativam. Tudo sempre traz uma alegrai gostosa e boas inspirações! :) Sorrisos pra você e para a ideia genial do Pedrinho, que me fez querer revirar minhas fotos atrás de uma imagem-ponto-de-partida para um conto tão lindo quanto o da moça e da hora no relógio!

    Beijo pra você e sorte na fase dois com o cabelo novo!
    Ma

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature