Um diário de vida, viagens e estilo.

frase do dia

22 agosto 2011

Eu achava que era só problema meu (mas acho que não é) essa coisa de definir qual o estilo pessoal e coisa e tal. Por que tem dias que dá vontade de sair toda de preto, cheia de correntes, e tem dias que dá vontade de sair de rendinhas e babados. O.o vai entender né?
Sempre associei o meu "estilo do dia" ao humor que eu acordo. Hoje, por exemplo, não vai ter look do dia por que eu tô super gripada, mas se tivesse, com certeza seria uma roupa toda preta e um saco de pão na cabeça, pra esconder essa minha cara o óhhh de sinusite! HAHAHAHAHAHAH

Daí que definir um estilo-forever-pra-sempre-na-vida é tãoooo difícil pra quem gosta de um monte de coisa, que eu acho o máximo quem consegue estabelecer uma marca registrada no seu visual. Acho massa! Mas, na falta que eu tenho dessa capacidade, acabei encontrando essa frase (meio radical, mas ok) de Pablo Picasso que eu vou usar como justificativa pra corroborar essa minha indecisão. :)

Beijos, Carols
11 comentários on "frase do dia"
  1. è bem assim que me sinto,uns dias,ponho um all star,uma skinny jeans e uma tshirt...
    outro dia,saltão,saia bem feminina,colares delicados,bolsinha de mão..o estilo é meu,e o meu é bem assim.

    ResponderEliminar
  2. Ahhhhhhh eu tb sou uma pessoa sem estilo definido. Nao gosto de me estigmatizar. Visto-me, passo perfume, leio livros, ouço musica e outras coisas mais de acordo com meu estado de espirito. Assim \O/ :S :D :( ZO/ :~(

    Ainda bem que nao sou so neste mundo. \O/

    ResponderEliminar
  3. Meu namorado diz que eu sou perua, msm qd estou de short, camiseta e havaiana (todo final de semana)!rs
    Acho que é pq eu amo um acessório, um balagandã, uma cor forte... Bem, eu tenho que vir trabalhar td dia de tênis ou bota de obra (sou engenheira, lê-se peã), calça jeans e blusão ou malha, então acho que os acessórios são minha fuga! O pouco da personalidade que posso pôr em prática é neles! E também varia muitooo, tem dia que eu venho de blusão simples e brincos de pedrinha e nada mais, mas tem dias que eu to atacada e coloco a malha mais simples e mil correntes sobre ela =D
    Ainda bem que não estamos sozinhas nesse mundo de quem tem mais fases que a lua!

    ResponderEliminar
  4. Oi Carol!
    Entendo assim, ter estilo nao é escolher entre um único tipo de roupa, sim, sim, tem pessoas que se vestem e acreditam que ter estilo é criar uma personagem, e esta personagem só pode existir se usar isso ou aquilo...uhum, respeito, mas acho que ter estilo vai muito além do que esta fidelidade romântica. Para mim tem a ver com modo de vida, com coerencia, com bom senso, aquilo que é adequado as diferentes situaçoes (isso nao quer dizer que tenhamos que vestir o que todos vestem mas por exemplo, se vc vai a praia, leve biquini, se vai esquiar, leve roupas para a neve, se vai ao carnaval se pinte, se fantasie, e por ai vai...) para mim também tem a ver com identidades, as múltiplas, diversas e divergentes que vamos assumindo e descartando ao longo da vida. Se mudamos de pensamentos, de religiao, de partido, de marido...namorado e etc...mudar a forma como nos vestimos, ou "nosso estilo" é algo nao somente normal, mas sim aconselhável e saudável, porque é amadurecimento e reflexao sobre o nosso eu e o mundo.

    Outra coisa, achei mega engraçado como vc escreveu...co-fundador do cubismo - tá parecendo que ele fundou um partido político e nao impulsionou um movimento artístico..hahahhaa!
    Era isso beijos e melhoras!
    Mônica

    ResponderEliminar
  5. Estilo é a coerência entre os looks e sua personalidade. Mesmo que ténhamos variações de humor, ainda continua sendo nós. Sem dúvida você tem como estilo básico o sexy, depois vem o dramático e/ou criativo. Com essa mistura, você pode ser o que quiser.

    O meu é esportivo com dias de romantismo e pontos do dramático. Sexy é geralmente o mais difícil para mim.

    Beijão!

    ResponderEliminar
  6. Concordo com tudo que vcs disseram meninas!! realmente estilo é basicamente uma questão de humor! Não estamos sós!!! hahaha \o/ é bom saber que não sou só eu que passo por essas crises!! :P

    Mônicaaa...ahhaahhaa ri demais com a tua observação do "co-fundador". Eu tava catando a expressão certa pra usar...e não consegui achar nada que encaixasse...daí fui no wikipedia pra ver como definiam o que Pablo Picasso fez com o cubismo, e tinha lá "co-fundador". HAHAHAH achei estranho, mas usei mesmo assim, por que pensei em outras expressões que não encaixavam...porquê eu não pensei em "criador do movimento artístico" né??? HAHAHAHA tô bem hoje não! :P

    Beijos a todas! \o/

    ResponderEliminar
  7. esqueci de dizer Mônica: adorei sua frase que resume tudo o que eu penso: "Se mudamos de pensamentos, de religiao, de partido, de marido...namorado e etc...mudar a forma como nos vestimos, ou "nosso estilo" é algo nao somente normal, mas sim aconselhável e saudável, porque é amadurecimento e reflexao sobre o nosso eu e o mundo."

    tem gente que acha que mudar é falta de personalidade, mas eu vejo como você! :D

    --------------------------------------------------

    Daniiii querrrridaaaa! é bem por aí...por mais que a gente vista mil looks diferentes, tem sempre uma nuance em comum entre eles né??? Não tinha parado pra pensar nisso....uiiiiiaaaaa acabasse de arrumar uma unidade visual pra minha vida!!!! *_* adooooro amiga inteligente! *_* <3

    Beijosss

    ResponderEliminar
  8. 100% apoiado. 100% feliz por não estar sozinha nessa. :)
    Beijos,Lola

    ResponderEliminar
  9. Oi Carol, eu também apoio sua indecisão, e acho justo usar o Pablo para justificá-la.
    Também sou exatamene assim, sem estilo definido, e acho que sou até mais feliz sendo desta maneira.
    Adorei a reflexão do dia.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Eu achei essa frase o máximo. Até porque, no meu caso, as roupas, por mais simples que sejam, sempre refletem o meu estado de espírito. Acho que, mesmo de regata de algodão e havainas no pé, sempre me vesti com o coração.

    Adoro o seu blog, Carol. Já falei isso?

    Beijo!

    ResponderEliminar
  11. Ele foi co-fundador porque ele não criou o estilo sozinho, e sim com Braque. Ha gente na verdade ainda fala que ele criou nada e sim copiava os ideiais de Braque. Enquanto a estilo, acho muito pessoal, e não é somente roupas que vai defini-lo. A maneira de falar, de se portar, de decorar a casa, uma infinidade de detalhes. Podemos até falar das nossas preferências e as pessoas ainda vão ter uma visão inadequada ou superficial. O melhor é não tentar se explicar como é nosso estilo e sim cada um veja como for. A liberdade de sermos quem quisermos ser, se encontra ai. :}

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature